Archive for the ‘Momento Armando Nogueira’ Category

Segundo Jogo do Mundial de Clubes “Inspira” Comentarista do SporTV

dezembro 10, 2010

É…o brabo é que essa bandinha que tá tocando ao fundo só sabe tocar essas duas notas.

P.C. Vasconcellos tornou-se um "crítico da música africana". FONTE: Site do SporTV

P.C. Vasconcellos tornou-se um "crítico da música africana". FONTE: Site do SporTV

[VASCONCELLOS, Paulo César. Transmissão ao vivo do canal SporTV, no jogo válido pelas quartas-de-final do Mundial de Clubes 2010 entre Mazembe/CON x Pachuca/MÉX , após ser questionado pelo narrador Luiz Carlos Jr. sobre o jogo]

Pérolas da Copa do Mundo África 2010

julho 7, 2010
O ex-treinador da Seleção Brasileira gosta de uma anedota. FONTE: ClicRBS

O ex-treinador da Seleção Brasileira gosta de uma anedota. FONTE: ClicRBS

O Özil estava no ócio“. [FALCÃO, Paulo Roberto. Programa Central da Copa da Rede Globo, após Alemanha 0x1 Espanha, ao falar do articulador alemão, 17h25, dia 07.07.2010]

___

And the Oscar goes to...

And the Oscar goes to...

O goleiro Neuer entrou em paranoia com a sua defesa“. [NORIEGA, Maurício. Transmissão ao vivo  do Canal SporTV]

___

Tchüss, Deutschland!!

“Jogo ruim assim (ao mesmo tempo) é bom por que o cara passa o tempo inteiro falando merda”.

junho 4, 2010

[ALVES JR., Roberto Ortiz. Torcedor gremista, nas arquibancadas, manifestando-se às gargalhadas durante Grêmio 2×1 Atlético-MG, jogo válido pela sexta rodada do Brasileirão’2010, dia 03.06.2010]

“Mata-mata é que nem uma orgia a 8 ou a 12: nunca se sabe o que pode acontecer”.

maio 10, 2010

[GUERRA FILHO, Adroaldo. Programa Bate-Bola TV Com, 21h, 09.05.2010] – comentário feito após ser questionado se é mais difícil enfrentar o Estudiantes de La Plata/ARG ou o Santos-SP/BRA numa eliminatória (adversários da Dupla Grenal na Libertadores e na Copa do Brasil)

Guerrinha, jornalista gaúcho da Rádio Gaúcha e da TV Com, e suas deixadas memoráveis. FONTE: ClicRBS

Guerrinha, jornalista gaúcho da Rádio Gaúcha e da TV Com, e suas deixadas memoráveis. FONTE: ClicRBS

“São os dois melhores times do Brasil”.

maio 7, 2010

[CARMONA, Lédio. Comentário feito pelo renomado jornalista  ao Professor Ruy Carlos Ostermann nos bastidores do SporTV, em relação ao confronto Grêmio x Santos, válido pelas semifinais da Copa do Brasil 2010/ FONTE: Pág. 74, Jornal Zero Hora de 07.05.2010]

Lédio Carmona é mais um entre tantos brasileiros que aguardam "o grande confronto do ano de 2010". FONTE: Globo.com

Lédio Carmona é mais um entre tantos brasileiros que aguardam "o grande confronto do ano de 2010". FONTE: Globo.com

Silas Filosofa no Intervalo do Gre-Nal 381

maio 4, 2010
Paulo Silas foi ao vestiário preocupado no intervalo, mas voltou para ser campeão no segundo tempo. FONTE: ClicRBS

Paulo Silas foi ao vestiário preocupado no intervalo, mas voltou para ser campeão no segundo tempo. FONTE: ClicRBS

Deus só fica ao lado de quem tem coragem [02.05.2010]”.

Tchüss!!

Muricy Ramalho Assume Fluminense, e a Imprensa Relembra Suas Frases Célebres

abril 28, 2010

Muricy foi anunciado como novo treinador do Fluminense-RJ nesta segunda-feira. Ele vem para substituir o demitido Cuca. Sua estreia está marcada para esta quinta-feira ante o Grêmio, em jogo de ida válido pelas quartas-de-final da Copa do Brasil. Muricy sempre se notabilizou por suas frases bombásticas. Alguns programas esportivos relembraram várias de suas frases célebres. Num Momento (sarcástico) de Armando Nogueira, Muricy Ramalhou largou a seguinte frase anedótica: “Não adianta, meu, futebol é complicado, se o cara não faz acontecer, a bola pune!”

Muricy e sua vasta cabeleira na época de jogador do São Paulo Futebol Clube-SP.

Muricy e sua vasta cabeleira na época de jogador do São Paulo Futebol Clube-SP. FONTE: Blogger Spfc

Tchüss!!

Toco y Me Voy Estreia Nova Categoria: Momento Armando Nogueira

março 31, 2010
O Mestre deixará saudades... FONTE: Globo.com

O Mestre deixará saudades... FONTE: Globo.com

A partir de hoje, o Toco y Me Voy terá uma categoria nova, totalmente dedicada a um dos maiores ícones da história da crônica esportiva brasileira: o recém falecido Armando Nogueira. Aqueles que me conhecem, sabem que nunca fui um profundo admirador dele. Não é porque ele faleceu, que deixarei de expor as verdades sobre minha opinião. Certa feita, em meio à disputa das finais da Copa Libertadores da América de 1995, assisti ao canal SporTV e tive a oportunidade (gize-se, única) de conferir o programa que era protagonizado pela atual apresentadora do SporTV Vanessa Ritchie, e por Armando Nogueira. Naquele dito programa, Mestre Armando cometeu uma grande gase (ora, que jogue a primeira pedra aquele que nunca cometeu!): sentenciou que o Grêmio de Luís Felipe Scolari era um time anti-romântico. Aquilo não soou bem aos meus ouvidos. Não engoli. Quase surtei diante da televisão. Na hora, pensei: “O que esse carioquinha metido quer falar do maior clube do RS??? Só porque estamos vencendo tudo e a todos”.  Pois é, meus amigos, arrependo-me de ter pensado aquelas coisas sobre Mestre Armando, mas ele deveria arrepender-se também, do que disse (se é que não se arrependeu). Aquele “Grêmio anti-romântico” foi bicampeão da América e só não venceu o Mundial, por obra da “loteria dos pênaltis”. Além disso, aquele time foi bicampeão gaúcho, campeão brasileiro e depois da Copa do Brasil. Era um baita de um time, o qual foi enaltecido não pelas poesias de Mestre Armando, mas pelos versos de Paulo Sant’Anna, um dos maiores expoentes da crônica esportiva gaúcha.

Grêmio Bicampeão da América: o "anti-romântico"? FONTE: ZeroHora.com

Grêmio Bicampeão da América: o "anti-romântico"? FONTE: ZeroHora.com

Não obstante, após a morte lamentável de Armando Nogueira, tive a chance de estudar mais sobre a sua vasta história no mundo futebolístico. Ele pode ser chamado de Mestre. Ele deve ser chamado de Mestre. O romantismo com que ele escrevia, sem sombra de dúvidas, jamais será igualado. Suas frases bombásticas, em muito me lembra o grande amigo e colunista deste Blog Roberto Ortiz Júnior, o “Junique”. Extremamente inteligente, perspicaz, trabalhador, perfeccionistas, mas por vezes “bairrista”, Armando Nogueira sempre foi um exemplo para todos que tiveram a dádiva de conhecê-lo.

Nascido em Xapuri, no Acre, Nogueira morreu em casa, na Lagoa, Rio de Janeiro, vítima de um câncer no cérebro, diagnosticado em 2007. Nascido em Xapuri, no Acre, o jornalista se mudou para o Rio de Janeiro aos 17 anos e estudou Direito. Seu primeiro emprego como jornalista foi em 1950, na editoria de esportes do “Diário Carioca”, onde trabalhou por 13 anos. Foi repórter, redator e colunista. Ele participou da cobertura de 15 Copas do Mundo e foi um dos principais nomes do jornalismo brasileiro.

Por toda a obra de Mestre Armando, e por tudo que ele representa até hoje para o Brasil, resolvi criar esta nova categoria. Cumpre salientar, que esta categoria somente poderá ser usada, quando houver poesia, versos, poemas, sobre o futebol. Será “o lado romântico” do Toco y Me Voy, seja de criação própria do autor, seja parafraseando. Fica registrada esta humilde homenagem a Mestre Armando Nogueira. E que Deus o tenha…

____________________________

“A morte o surpreendeu enquanto ele (Dener) dormia. Se ele estivesse acordado, até ela seria driblada”. (NOGUEIRA, Armando)

____________________________

Tchüss!!!


%d blogueiros gostam disto: