Archive for the ‘Futsal da Gurizada – Toco y Me Voy’ Category

Antes de Entrar em Férias, a Noite de Duas Peleias em Uma no TYMV

janeiro 26, 2011

Após 15 dias de ausência e 7kg a menos, este relator estava com fome de bola – ainda mais que se tratava do último jogo do toco y me voy futsal, antes das férias. Motivadíssimo pelas circunstâncias que levavam àquela conjuntura, coloquei-me à disposição para a escolha dos times (algo que não ocorria há tempos). Ratobol aceitou o desafio. Além de a sorte ter me acompanhado, haja vista que venci na disputa do “par ou ímpar”, formatei um time aguerrido, com boa saída de jogo e uma ótima conscientização tática. Kelson faltara à peleia – informação difundida há 3 minutos do início da partida, e Fontana, mais uma vez, salvou a peleia do Toco y e Voy, realizando uma contratação que mexeria com as estruturas da nossa imortal peleia semanal. Apostei na juventude do novato Caloi, estagiário franzino trazido às pressas pelo “Salvador da Pátria” Gustavo Fontana (ou seria José Mayer?); enquanto Ratobol, preferiu apostar no faro de gol de Cleitão.

Os primeiros 10 minutos foram de constante estudo, havendo lances de perigo de ambas as partes. Contudo, o Time Colorido acertou-se em quadra e passou a fazer valer as escolhas feitas por este relator. O jovem Caloi era uma grata surpresa: corria por todas as partes da quadra, fazia com raro brilho o “toco y me voy” e ainda aparecia para arrematar a gol (seu único efeito, pois batia apenas de chapa). Junique demonstrava toda a sua combatividade na defesa e, de quebra, tornara-se o goleador da peleia com 3 tentos. Eu, Diogo e Fontana apenas fazíamos o time rodar. De outro canto, muita transpiração, muita dedicação do Time Azul capitaneado por Ratobol, mas pouca efetividade nos momentos decisivos. Bartt corria por ele e por Cleitão, mexia-se incessantemente pela quadra, mas Gerson não conseguia acompanhar o seu ritmo. Alemão não estava numa noite inspirada, sendo facilmente neutralizado pelo Time Colorido. A goleada foi alcançada pelo Time Colorido sem muita resistência de parte dos azuis. Foi então que Junique olhou para Diogo com uma face autoexplicativa e sentenciou: “Cara, vamos mexer nos times! Tá sem graça“. O Time Azul aceitou, e Junique passou para os azuis (no intuito de dar maior consistência defensiva ao quinteto e maior chegada à frente), ao passo que Cleitão – em nova atuação apagada, passou para os coloridos. Finalizada a primeira peleia de 35 minutos. Era chegada a hora de uma nova peleia, agora com 25 minutos.

O segundo jogo teve outra dinâmica. Com Cleitão mais avançado no Time Colorido, sem muitas aptidões de marcação, o Time Azul começou em cima, pressionando os coloridos. Junique e Rato iniciavam as jogadas e aguardavam a passagem dos movediços Alemão e Bartt. Entretanto, aquele domínio inicial não se transformara em gols. O Time Colorido abriu 1 gol de diferença, por intermédio deste relator. Na sequência, os azuis resolveram acertar a pontaria e fizeram 2 gols de autoria de Gerson, virando o marcador. O Time Azul ameaçou dominar a partida naquele instante, conseguiu sustentar o placar durante um certo tempo, mas o jovem Caloi apareceu novamente para desequilibrar, tabelando com este relator e com Diogo, pifando-nos diante do gol adversário na base do toque de bola: foi uma chuva avassaladora de gols, a qual culminou num estrondoso 5 a 0. Fontana demonstrou bom toque de bola na armação. Cleitão, mesmo “com o frio-de-mão puxado”, anotou 2 gols e tentou ser dedicado na marcação. O Time Azul entregou-se após nova virada do marcador. O balãozinho aplicado por Junique neste relator, com certeza foi para o seu “dvd de melhores momentos” editado pelo empresário-irmão. Assim mesmo, nova goleada foi edificada, e este relator – que vinha de 2 derrotas amargas, foi à forra com 6 gols, inclusive driblando goleiro e chutando para o gol vazio. Particularmente para este relator, foi a ressurreição em 2011. TYMV futsal, agora, só em março de 2011…

———————————————————- —

SÚMULA DO JOGO # 138

** TIME COLORIDO:

01-Fontana

02-Junique

03-Diogo Carioca

04-Caloi

05-Zerbes(C)

———————–

8

x

2

———————–

** TIME AZUL:

01-Alemão Pizoni

02-Ratobol(C)

03-Bartt

04-Gerson, o canhotinha de latão

05-Cleitão

———————————————————-

SÚMULA DO JOGO # 139

** TIME COLORIDO:

01-Fontana

02-Diogo Carioca

03-Caloi

04-Zerbes(C)

05-Cleitão

———————–

8

x

3

———————–

** TIME AZUL:

01-Alemão Pizoni

02-Ratobol(C)

03-Junique

04-Bartt

05-Gerson, o canhotinha de latão

———————————————————-

LOCAL: Ginásio Poliesportivo da PUCRS /térreo – quadra 1

HORA: 20h

DATA: 25 de janeiro de 2011.

———————————————————-

Tchüss, fusballteigers!!!

A Peleia do Desdém no TYMV

janeiro 26, 2011

Eeste relator ficou fora da última partida disputada, em razão de preparação para um concurso público, além de uma intoxicação intestinal violenta, a qual me rendeu 5kg a menos. O mais inusitado é que demorei a receber informações sobre esta peleia. Achei que alguém até fosse publicar neste espaço, em mina substituição. Não foi o que ocorreu. O pessoal demonstrou total “desdém”. Ouvi alguns relatos indignados pela baixa qualidade técnica do jogo. Outras vozes reclamaram da falta de comprometimento de alguns em quadra. Outros por ficar apenas aguardando o telefonema para jogar o jogo, sem demonstrar o mínimo interesse em ajudar na realização da peleia. Eu lavo as minhas mãos. Como se sabe, é sempre “um parto” conseguir reunir 10 fiéis para jogar este encontro futebolístico semanal. Hoje em dia, havendo muitas ausências, época de verão e festas, fica extremamente complicado conseguir gente, e ainda mais, “mão-de-obra qualificada”.

De qualquer modo, segundo relatos, Kelson foi a grande figura deste jogo. Cleitão voltou com francas dificuldades físicas, não conseguindo deslocar-se com velocidade. Dizem até que ele havia dormido antes da peleia, razão pela qual, escancarava um semblante cansado, de exaustão. Kelson teria se superado em quadra, inclusive, marcando importantes gols. Além disso, o time de Kelson, formado por jogadores rápidos e de toques inteligentes (essencialmente Bartt, Ratobol e Ricardinho), soube envolver os aguerridos atletas do time formado por Diogo, Cleitão e cia., chegando com certa facilidade à goleada. Esta foi a síntese do penúltimo jogo do TYMV antes das férias…

———————————————————- —

SÚMULA DO JOGO # 137

** TIME COLORIDO:

01-Diogo Carioca(C)

02-Fontana

03-Alemão Pizoni

04-Gerson, o canhotinha de latão

05-Cleitão

———————–

4

x

11

———————–

** TIME AZUL:

01-Bartt

02-Ratobol(C)

03-Roger Secco

04-Ricardinho Laudrup

05-Kelsinho Mão de Pilão

———————————————————-

LOCAL: Ginásio Poliesportivo da PUCRS /térreo – quadra 1

HORA: 20h

DATA: 18 de janeiro de 2011.

———————————————————-

Tchüss, fusballteigers!!!

No Retorno de Bartt, Após “o Transatlântico das Cariocas”, Vitória da Determinação no TYMV

janeiro 12, 2011

De início, pensou-se que os times estavam desparelhos. O Time Colorido chegou a abrir 4 a 0, jogando naturalmente, mas os erros de passe começaram a minar a atuação do time. Os azuis passaram “dar a vida” em quadra, correram muito a peleia toda e viraram o marcador para surpreendentes 4 a 0. Há 15 minutos do final, parecia treino ataque-defesa, de tanta pressão que o Time Colorido exercia. Contudo, o Time Azul teve em Bartt a sua grande figura, tendo feito na posição de goleiro defesas que salvaram o seu quinteto de um possível empate, quiçá possível derrota. Apenas uma bola reboteada de Diogo Carioca entrou na meta de Bartt. Houve 3 bolas na trave ainda. O resultado ficou justo pela determinação e dedicação elogiáveis dos azuis. Faltam 2 jogos para o TYMV entrar em férias…

———————————————————- —

SÚMULA DO JOGO # 136

** TIME COLORIDO:

01-Diogo Carioca

02-Benninho Carioca

03-Ricardo Laudrup

04-Kelsinho Mão de Pilão

05-Zerbes

———————–

8

x

11

———————–

** TIME AZUL:

01-Alemão Pizoni

02-Ratobol

03-Bartt

04-Junique

05-Gerson, o canhotinha de latão

———————————————————-

LOCAL: Ginásio Poliesportivo da PUCRS /térreo – quadra 1

HORA: 20h

DATA: 11 de janeiro de 2011.

———————————————————-

Tchüss, fusballteigers!!!

Toco Y Me Voy Futsal Começa 2011 com “Jogo de Veteranos”

janeiro 6, 2011

Apenas 2 semanas sem TYMV e a gurizada já sentiu. A falta de preparo físico de todos foi notória. Quase todos retornaram acima do peso. A peleia foi braba de se ver. Sem goleiros, os “galetos” foram inevitáveis. Kelsinho (lembram dele???) levou dois tentos incríveis no meio do gol. Venceu o time que cometeu menos erros de fronte o gol adversário.

———————————————————- —

SÚMULA DO JOGO # 135

** TIME LARANJA:

01-Gerson, o canhotinha de latão

02-Benninho Carioca

03-Ricardo Laudrup

04-Kelsinho Mão de Pilão

05-Zerbes

———————–

8

x

9

———————–

** TIME AZUL:

01-Alemão Pizoni

02-Ratobol

03-Diogo Carioca

04-Junique

05-Cleitão

———————————————————-

LOCAL: Ginásio Poliesportivo da PUCRS /térreo – quadra 1

HORA: 20h

DATA: 5 de janeiro de 2011.

———————————————————-

Tchüss, fusballteigers!!!

Primeiro TYMV em Quadra Sintética Celebra o Fim de 2010 e Termina com Churrasco e um Guerrilhado Empate

dezembro 22, 2010
Cleitão, Benninho Carioca, Fontana, Junique, Renatinho (agachado), RodriNIGHT, Zerbes, Alemão Pizoni, Pedro Henrique, Ratinho (agachado), Bartt, Cuervo, Galli ("o assador") e Dioguito Carioca na churrascada pós peleia do TYMV na HD dos Eucaliptos, em Porto Alegre-RS. FONTE: Samsung SHD Lens do Zerbes

Cleitão, Benninho Carioca, Fontana, Junique, Renatinho (agachado), RodriNIGHT, Zerbes, Alemão Pizoni, Pedro Henrique, Ratinho (agachado), Bartt, Cuervo, Galli ("o assador") e Dioguito Carioca na churrascada pós peleia do TYMV na HD dos Eucaliptos, em Porto Alegre-RS. FONTE: Samsung SHD Lens do Zerbes

Futebol 7 era algo totalmente inimaginável em termos de TYMV. O TYMV sempre fora jogado em quadras de futsal. A ideia de realizar um último jogo em quadra sintética, com direito a churrasco e confraternização, convocando o maior número possível de tocoymevoyzenses partiu de Bartt. Tal ideia encontrou acolhida entre os integrantes do grupo e, na noite de ontem, perfectibilizou-se a dita festividade.

Sucesso total. Divididos os times com antecedência, tendo havido discussão sobre as formações entre Zerbes, Ricardo, Alemão Pizoni e Diogo Carioca, foi bem mais fácil articular o jogo do que das outras vezes. Os dois times estavam bastante parelhos. Prova disso, foi o resultado: 5 a 5, com boas oportunidades de gol para ambos os lados. O Time Colorido, liderado por este relator que vos fala, era formado em sua maioria por integrantes da Turma 159/2001-5/Manhã de Direito da PUCRS, enquanto o Time Verde, liderado por Diogo Carioca, era formado em sua maioria por integrantes do Colégio Santa Cecília. Portanto, há anos atrás, estes atletas já jogavam bola juntos. Havia um histórico de entrosamento entre os dois times. Inclusive, este relator convenceu RodriNIGHT, após meses de ausência no TYMV face a uma luxação em um dedo da mão direita, a jogar esta peleia festiva de fim de ano, abrindo uma exceção. Tchê, mas que BAITA volta deste arqueiro! Mesmo há muitos meses sem jogar, voltou a fechar a meta e “operar milagres” como nos velhos tempos. Contratação justificada.

O fato é que o Time Colorido abriu o marcador logo o início da partida: após chute forte de Bartt, o goleiro do Time Verde (Vinny) deu rebote e Zerbes não perdoou, abrindo o placar com um leve toque para o fundo das redes. Na sequência, o Time Verde reagiu na base do toque de bola. Sempre saindo para o jogo com o trio Benno, Diogo e Ricardo, os verdes envolveram a marcação do Time Colorido e virou o marcador com dois gols de Cleitão, sendo o segundo um belo chute na furquilha esquerda do goleiro colorido RodriNIGHT. O jogo ficou mais pensado. Os verdes resolveram dar uma maior cadenciada na peleia. Durante um bom tempo o jogo ficou em 2 a 1. Até que Cuervo tentou lançamento para Zerbes, Ratinho errou ao tentar rebater, a pelota sobrou na feição para o centroavante do Time Colorido, o qual bateu nela sem deixá-la cair. “Pegou na veia” – como se diz no futebolês. Mais um belíssimo tento no TYMV versão sintética. Na comemoração de Zerbes, houve KIDIABWAKA (a dancinha típica do goleiro do Mazembe/RDC, Kidiaba). Ainda aproveitando o momento de instabilidade emocional do Time Verde, Cuervo pegou uma sobra de bola e enfiou “o pé na cajarana”: o chute foi forte, mas era defensável; a bola foi reta e Vinny deixou a bola quicar no gramado, passando por debaixo de seus braços. Cuervo virava o placar em favor do Time Colorido mais uma vez: 3 a 2.

Reunir toda essa gurizada do TYMV não tem preço. FONTE: Samsung SHD Lens do Zerbes

Reunir toda essa gurizada do TYMV não tem preço. FONTE: Samsung SHD Lens do Zerbes

Novamente, os times passaram muito tempo sem mexer no marcador. Entretanto, Diogo havia organizado o sistema do Time Verde. Alemão Pizoni brigava muito na ala direita pelos coloridos, mas recebia pouco apoio no meio de campo. Bartt e Fontana tentavam fazer o meio, mas ambos não tiveram êxito, pois não têm esta característica. Pedro Henrique perdera 2 gols que não costuma perder: o primeiro, após passe perfeito de Alemão, errando um voleio que ele costuma acertar em 90% dos casos; o segundo, após franca briga pela posse de bola na pequena área do Time Verde, a pelota sobrou diante do gol, com o arqueiro Vinny ao chão já batido, mas PH isolou a redonda por sobre o travessão.

O Time Verde: Ratinho, Cleitão, Benninho Carioca, Renatinho, Diogol, Ricardinho Laudrup e Vinny. FONTE: Samsung SHD Lens do Zerbes

O Time Verde: Ratinho, Cleitão, Benninho Carioca, Renatinho, Diogol, Ricardinho Laudrup e Vinny. FONTE: Samsung SHD Lens do Zerbes

O Time Verde era bem mais organizado. Diogo, Ricardo, Benno e Ratinho passaram a trocar passes entre eles, como uma linha defensiva, aproximando-se gradualmente dos dois atacantes (Cleitão e Renatinho). Deu certo. O empate veio após jogada bem trabalhada pelo quarteto, Ricardo correu às costas de Alemão Pizoni, tocou para quem vinha de trás, e Diogo empatou a peleia: 3 a 3. Jogaço de bola! O Time Colorido passaria o seu pior momento na partida, enquanto o Time Verde, o seu melhor. Foi então que RodriNIGHT passou a salvar os coloridos com extraordinárias defesas, chegando a atuar como líbero, por vezes. O Time Verde atacava organizadamente, mas o Time Colorido só conseguia ameaçar nos contra-ataques. Ricardo fazia estupenda partida. Num destes contra-ataques, Alemão recebeu passe açucarado diante do arqueiro Vinny e bateu rasteiro no canto esquerdo, desviando com categoria. Coloridos 4×3 Verdes. Não durou muito tempo a vantagem colorida, pois o poder de indignação do Time Verde era considerável. Em chute forte de Ricardo, após falha de passe na saída de bola do Time COlorido, a pelota desviou na defesa colorida e matou RodriNIGHT: 4 a 4. Os verdes se jogaram ao ataque, obrigando Junique a salvar um chute que era gol certo, debaixo da trave defendida por seu irmão RodriNIGHT. Faltando 10 minutos para o término do jogo, após cobrança de escanteio por intermédio de Bartt, Junique subiu mais alto que Benno e Ratinho e testou como manda a cartilha: cabeçada pra baixo, indefensável para o goleiro. Na comemoração, Junique vestiu uma touca de Papai Noel, aproveitando as vésperas do Natal. O Time Colorido assumia a liderança do marcador mais uma vez: 5 a 4. Poucos instantes depois, Fontana errou na saída de jogo ao tentar um passe no meio, proporcionando o empate ao Time Verde: 5 a 5. A partir dali, o jogo tomou ares de dramaticidade. O Time Verde pressionava incessantemente, ao passo que o Time Colorido se defendia como podia e tentava sair no contra-ataque. Os verdes chutaram duas bolas no travessão dos coloridos. Bartt acertou a trave do Time Verde. Os centroavantes dos times tiveram as duas últimas oportunidades do jogo: primeiro Zerbes recebeu ótimo passe em profundidade de Fontana, às costas de Benno, mas como a bola era muito rápida e não havia espaço para dominar, Zerbes arrematou direto de cabeça e a bola passou perto da trave esquerda de Vinny; depois, Cleitão recebeu passe longo de Diogo, às costas de Cuervo, ficando no mano a mano com RodriNIGHT, porém, o centroavante tentou chutar entre as pernas do arqueiro, o qual acabou conseguindo mandar a redonda para a linha de fundo, após toque involuntário de tornozelo na tentativa de fazer a defesa. Até o gongo soar foi assim. Empate justo pelo que as duas equipes fizeram. Um empate que selou a paz no jogo, o fim de um ótimo ano de 2010 com muito TYMV e apenas iniciou a confraternização entre a gurizada.

Turma 159 Manhã/2001-5 do Direito da PUCRS marcando presença: Junique (colega emprestado), Zerbes, Cuervo, PH, Bartt e Galli. FONTE: Samsung SHD Lens do Zerbes

Turma 159 Manhã/2001-5 do Direito da PUCRS marcando presença: Junique (colega emprestado), Zerbes, Cuervo, PH, Bartt e Galli. FONTE: Samsung SHD Lens do Zerbes

Os R$ 7,00 por cabeça colhidos por Zerbes para a feitura do churrasco foram multiplicados em 7kg de carne: 5kg de linguiça toscana, 1kg de vazio e 1kg de maminha. Bartt duvidava deste relator, mas depois deu a mão à palmatória. Muita cerveja, risadas e fotos. Carne de qualidade e barata. Bravo, Assador Galli !! Bravo, Auxiliares Alemão, Bartt e Junique !!! Parecia que iria toda a carne, mas sobrou linguiça (sem trocadilhos). Foi bonito de ver. A festa durou até 1h05 da manhã com Pedro Henrique, Galli, Alemão Pizoni e Zerbes. Essa gurizada não pode se separar jamais. Que venha 2011, e que venham muitos outros TYMV!!! Abraço a todos os tocoymevoyzenses!! De coração.

———————————————————- —

SÚMULA DO JOGO # 134

** TIME COLORIDO:

01-RodriNIGHT [GK]

02-Junique

03-Cuervo

04-Alemão Pizoni

05-Bartt

06-Pedro Henrique (Fontana)

07-Zerbes [C]

———————–

5

x

5

———————–

** TIME VERDE:

01-Vinny [GK]

02-Ratobol

03-Benninho Carioca

04-Diogo Carioca [C]

05-Ricardinho Laudrup

06-Renatinho

07-Cleitão

———————————————————-

LOCAL: HD Sport Center – Estádio dos Eucaliptos /quadra 3

HORA: 21h

DATA: 21 de dezembro de 2010.

———————————————————-

Tchüss, fusballteigers!!!

Kidiabwaka Encerra a Temporada 2010 do Futsal do Toco y Me Voy

dezembro 15, 2010

Neste dia histórico para o futebol mundial, no qual o Inter de Porto Alegre-RS proporcionou o maior vexame de toda a história do futebol sul-americano, o que menos importou foi o futsal do Toco y Me Voy. Oito gremistas em clima de festa: este relator que vos fala, Bartt, Junique, Cleitão, Alemão, Rafa, Ratobol e Maurinho. Contra dois colorados em clima de enterro: Diogo Carioca e Ricardinho Laudrup.

Junique e Ratobol escolheram os times. O Time Colorido, liderado por Ratobol, estava mais forte. Foi falado. Mas Junique, capitão do Time Laranja, queria jogo. O Time Colorido dominou grande parte do jogo, deixando os laranjas empatarem há 15 minutos do fim, após vários contra-ataques bem sucedidos do Time Laranja. Os laranjas eram pura transpiração e raça. Mas os coloridos tinham mais qualidade técnica e, o melhor, tinham mais fôlego em razão do revezamento, já que não tinham goleiro. Os coloridos impuseram seu jogo e chegaram à goleada na base da organização tática. Há poucos segundos de acabar a peleia, este relator fez o último gol de 2010 no futsal do Toco y Me Voy: após toco y me voy ( o famoso 1 – 2)  com Diogo Carioca, drible no arqueiro Rafa, um leve toque de chapa para o fundo das redes e a “dancinha do Kidiaba” para fechar 2010…

———————————————————- —

SÚMULA DO JOGO # 133

** TIME LARANJA:

01-Rafa(GK)

02-Junique [C]

03-Bartt

04-Alemão Pizoni

05-Cleitão

———————–

7

x

12

———————–

** TIME COLORIDO:

01-Maurinho

02-Ratobol [C]

03-Ricardinho Laudrup

04-Diogo Carioca

05-Zerbes

———————————————————-

LOCAL: Centro Poliesportivo da PUCRS – 4º andar/quadra 3

HORA: 20h

DATA: 14 de dezembro de 2010.

———————————————————-

Tchüss, fusballteigers!!!

Revezamento de Atletas Decide no Futsal do TYMV

dezembro 8, 2010

Outro grande jogo. Com problemas para dividir os times igualitariamente, foram escolhidos Junique e Ratobol para selecionar os atletas. O Time Azul, liderado por Junique, contava com a raça e a velocidade de Alemão Pizoni e de Bartt, e o faro de gol de Pedro Henrique e Cleitão, pouco acostumados a marcar. Já no Time Laranja, o qual era liderado por Ratobol, Rafa era o goleiro, o estreante Cunhado João (cunhado de Cleitão) guarnecia a defesa com Rato, Diogo Carioca fazia o meio e este relator que vos fala era o pivô.

O Time Azul começou a todo o vapor. Abriu 2 a 0, por intermédio de Pedro Henrique e Cleitão, aproveitando erros de passe dos laranjas. O Time Laranja então resolveu jogar. Usufruindo do toque de bola e do pivô, o Time Laranja alcançou o empate (com dois gols deste relator, sendo 1 de trivela no ângulo direito do arqueiro) e se organizou em quadra. Rafa passou a ter pouco trabalho. Cunhado João demonstrava boas aptidões técnicas e defensivas, mas tinha receio em chutar a gol. O Time Laranja alcançou a vantagem de 2 gols a 0, marcando gols com Rato e Diogo Carioca. Assim mesmo, os laranjas seguiam cometendo alguns erros cruciais de passe.

O Time Azul cresceu justamente quando o revezamento de atletas no gol passou a funcionar: com Pedro Henrique jogando na função de guarda metas, os azuis ganharam um líbero para tocar a bola. Fator fundamental para que o Time Laranja cansasse e proporcionasse maior mobilidade e flutuação aos azuis. Os azuis viraram o jogo só na base do “toco y me voy”. Belos gols, sempre articulados com passes rápidos e certeiros. O Time Laranja estava exaurido em campo e Rafa trabalhava além da conta naquele instante. Cunhado João se entregara ao cansaço físico. Sua idade mais avançada pesara. Os azuis lideravam com folga de 6 a 0, quando Cunhado João pediu a Rafa que ele fosse para a linha. Diogo se mostrava extremamente irritado consigo mesmo face às jogadas frustradas. Ainda sobrou tempo para este relator marcar um golaço, após receber passe em profundidade de Diogo, às costas de Junique, dominar com o peito e tocar por sobre o goleiro com categoria. Bucha. O famoso “lençol”. Mas nem isso desmobilizou o bem ajustado Time Azul. Cleitão marcou uns 5 gols; Pedro Henrique deve ter feito 4 ou 5 também; Bartt, Junique e Alemão Pizoni também foram às redes, mas com menor incidência de tentos. Este relator marcou 8 gols, mas foi insuficiente para obter êxito na peleia. O revezamento de atletas fez a diferença em prol dos azuis. A vitória de 5 a 0 foi justíssima. O Time Laranja atirava-se ao ataque e, nos contra-ataques, o Time Azul matou o jogo. Foi a penúltima peleia na PUCRS em 2010. Semana que vem teremos o último jogo do ano de 2010 em quadras da querida e estimada PUCRS.

———————————————————- —

SÚMULA DO JOGO # 132

** TIME LARANJA:

01-Rafa(GK)

02-Ratobol [C]

03-Cunhado João

04-Diogo Carioca

05-Zerbes

———————–

12

x

17

———————–

** TIME AZUL:

01-Alemão Pizoni

02-Junique [C]

03-Bartt

04-Pedro Henrique

05-Cleitão

———————————————————-

LOCAL: Centro Poliesportivo da PUCRS – 4º andar/quadra 1

HORA: 20h

DATA: 07 de dezembro de 2010.

———————————————————-

Tchüss, fusballteigers!!!

O Melhor Jogo do Mês de Novembro no TYMV Futsal

dezembro 1, 2010

Apostando numa divisão igualitária, escolhendo os times em comum acordo, este relator e Diogo montaram os 2 times conforme as equiparações técnicas de cada um. O Time Laranja liderado por mim começou bem, largando com boa vantagem de 3 a 0. Enquanto este relator e Pedro Henrique tiveram pernas, o Time Laranja deu as cartas. Do meio para o final do jogo, o Time Azul (liderado por Diogo Carioca) tomou conta e virou o marcador com grande apresentação de Alemão Pizoni e bom comprometimento de Rato, Cleitão e Cuervo (de volta ao TYMV após tantos meses). A marcação dos laranjas era falha, Junique, PH, eu e Fontana não conseguíamos firmar uma forma eficiente de marcação. Havia um clarão às costas da defesa, aberto por quem vinha de trás e entrava em diagonal. Rafa realizou grandes defesas, mas o fôlego dos laranjas havia sucumbido. Um pênalti duvidoso não marcado em prol dos laranjas (no qual chutei em gol e Cleitão tirou com o braço) e um gol anulado (de Pedro Henrique) por protesto tardio de Alemão causaram discussões em quadra, mas nada que transcenda a esfera da amizade da gurizada. Faz parte da peleia. Jogo pegadíssimo. Ao final, os laranjas perderam gols em sequência e os azuis mataram o jogo em dois contra-ataques bem sucedidos.

———————————————————- —

SÚMULA DO JOGO # 131

** TIME LARANJA:

01-Rafa(GK)

02-Junique

03-Zerbes

04-Fontana

05-Pedro Henrique

———————–

8

x

11

———————–

** TIME AZUL:

01-Alemão Pizoni

02-Cuervo

03-Ratobol

04-Diogo Carioca

05-Cleitão

———————————————————-

LOCAL: Centro Poliesportivo da PUCRS – 4º andar/quadra 1

HORA: 20h

DATA: 30 de novembro de 2010.

———————————————————-

Tchüss, fusballteigers!!!

A Estreia Indigesta de Rafa no TYMV

novembro 24, 2010

Hoje, Rafael fez a sua estreia no futsal do Toco y Me Voy. Rafael é amigo deste relator, de Diogo e de Cleitão na Hiper Academia. Esperava-se uma boa estreia dele, e ele não comprometeu. O problema todo foi que o arqueiro estreante da noite caiu num time bem mais fraco. Cleitão e Fontana escolheram os times, e Fontana foi mais feliz em suas escolhas.

O Time Colorido capitaneado por Fontana abriu 4 a 0 com 10min de jogo. Diogo e este relator, integrantes do Time Colorido, sugeriram a troca de times, contudo, o único que se manifestou a favor da ideia foi Bartt. O jogo seguiu e os coloridos chegaram a abrir 6 a 0. Benno e Diogo fechavam bem atrás, Fontana e Alemão caíam pelas pontas e se infiltravam, enquanto este relator fazia o papel de pivô para servir seus companheiros. O Time Laranja suava, mas não conseguia concluir com efetividade ao gol. Ratobol descontou para os laranjas, marcando o primeiro gol do time numa patada quase sem ângulo. Os coloridos voltaram a ter a vantagem de 6 gols, sempre trabalhando na base do 1-2 suas jogadas. Em seu melhor momento no jogo, o Time Laranja esboçava uma reação no meio da partida, tendo marcando outros dois gols, desta feita, por intermédio de Bartt.

Cleitão tentava de todas as formas marcar o seu gol, entretanto, não era a sua noite. Chutara uma série de bolas, e nenhum entrara para o fundo das redes. Sua falta de marcação e efetividade nos chutes fez os laranjas degringolarem. O Time Colorido organizou-se novamente e chegou com certa facilidade ao placar elástico de 9 a 0. A diferença de qualidade dos times se mostrou evidente no resultado. Os laranjas já não aguentavam mais ter de correr pelo seu atacante mais agudo.

Rafa fez intervenções importantes pelo Time Laranja em seu jogo de estreia, com destaque para uma ponte incrível em chute no ângulo contrário de autoria de Benno. Tudo bem que Rafa levou “um legítimo frango” por entre suas pernas, mas este relator estava no “mano a mano” com o arqueiro, sem marcação alguma, quando da feitura do gol. Aí é demais. Goleiro alto, que sai bem da meta, tem bom posicionamento e tem tudo para reaver o ritmo de jogo se seguir jogando no TYMV. Bartt foi disparadamente o melhor dos laranjas, tendo corrido o jogo todo, procurando jogar pelas alas e arrematar quando a bola sobrava. Uma pena que tenha saído com dores da peleia. Ao que tudo indica, trata-se de uma fisgada na virilha. Aguardemos a recuperação de nosso atleta mais guerreiro do TYMV, também alcunhado de “GuiñaTavo” na cidade de Bom Jesus-RS. Ratobol esforçou-se muito, mas esteve abaixo da média, ao passo que errou muitos passes curtos. Roger Secco fez algumas boas jogadas, mas era lento na transição defesa-ataque. E Cleitão abusou das jogadas individuais, não tendo feito um único tento e, de quebra, levado uma típica “janelinha” deste relator que vos fala. No “confronto particular” com meu amigo Cleitão, desta vez fui eu quem riu por último: além de vencer a peleia, anotei 5 gols. Cleitão, agora tu vais ter de me engolir…hehehe

———————————————————- —

SÚMULA DO JOGO # 130

** TIME LARANJA:

01-Rafa

02-Ratobol

03-Roger Secco

04-Bartt

05-Cleitão(C)

———————–

4

x

13

———————–

** TIME COLORIDO:

01-Alemão

02-Benninho Carioca

03-Fontana(C)

04-Diogo Carioca

05-Zerbes

———————————————————-

LOCAL: Centro Poliesportivo da PUCRS – 4º andar/quadra 1

HORA: 20h

DATA: 23 de novembro de 2010.

———————————————————-

Tchüss, fusballteigers!!!

Fair Play Ignorado no Futsal do TYMV

novembro 17, 2010

Quando parecia que a peleia voltaria a contar com dois goleiros, Rafael Fera e Caxias, em razão de questões pessoais, não puderam se fazer presentes. O jeito foi jogar com 1o atletas de linha revezando. O Time Azul (capitaneado por Ratobol) começou dando as cartas, abrindo 2 a o com gols deste relator e de Cleitão. O Time Laranja (capitanedo por Benninho Carioca) iniciou uma reação e encostou no placar, aproveitando-se dos erros de passe dos azuis. Tocando mais a bola, o Time Laranja alcançou a vantagem de 3 a 0, destacando-se os gols de Diogo Carioca e Bartt.

Na base da raça, o Time Azul buscou nova igualdade, quase sempre em jogadas individuais, contando com 2 gols deste relator, 3 de Cleitão e 1 de Rato. No lance capital da peleia, Alemão tocou a bola para este relator, que aplicou um lençol em Benno, ganhou na corrida, deu o toque no arqueiro (que era Bartt) e, diante do gol vazio, foi literalmente atropelado. Foi o chamado “PÊNALTI DE CONCURSO”. Não tinha como ser mais pênalti. Anteriormente, já havia tido um lance polêmico, no qual não foi dada a penalidade máxima. Mas este lance era óbvio. Júnior, ao final da partida, até comentou que achou “muito pênalti”. A alegada “tese do  uso do ombro contra ombro” foi por água abaixo, até porque, fui empurrado na altura do abdome. Como agravante, ainda houve o fato de que era CERTO o gol, uma vez que o marcador já havia sido driblado ‘há séculos’ e o atacante tinha apenas o gol vazio pela frente, estando inteiro no lance. Se fosse na regra comum, era passível de expulsão.

Ocorre que a falta de fair play não foi o caso de ter sido admitido o pênalti ou não, mas a atitude tomada pelo Time Laranja na sequência do lance: este relator ainda discutia a validade ou não do lance, ainda me levantava após o “atropelamento”, quando foi dada nova saída de jogo, com a consequente marcação de um gol por parte dos laranjas, o qual deu a vantagem de 1 tento a 0. Ora, o mínimo que se esperava dos laranjas era a definição sobre o lance polêmico ou que, ao menos, esperasse o meu retorno ao meio da quadra. Faltou desportividade. Faltou humildade. A partir desse lance o Time Azul baixou a cabeça, os laranjas cresceram na peleia e venceram sem dificuldades. Sacanagem. O time laranja merecia vencer, mas não precisava ser dessa forma tão aquém do que estamos acostumados a praticar em quadra…assim fica difícil praticar futebol…

———————————————————- —

SÚMULA DO JOGO # 129

 

** TIME AZUL:

01-Ratobol(C)

02-Alemão Pizoni

03-Junique

04-Zerbes

05-Cleitão

———————–

9

x

13

———————–

** TIME LARANJA:

01-Benninho Carioca(GK)

02-Renan Guerreiro

03-Fontana

04-Bartt

05-Diogo Carioca

———————————————————-

LOCAL: Centro Poliesportivo da PUCRS – 4º andar/quadra 1

HORA: 20h

DATA: 16 de novembro de 2010.

———————————————————-

Tchüss, fusballteigers!!!

A Volta do TYMV nas Valorosas Quadras do 4º Andar da PUCRS

novembro 10, 2010

Jogo bem corrido e jogado o qual premiou o time que foi mais competente de fronte ao gol adversário. Definitivamente, as quadras do 4º andar da PUCRS são algumas das melhores do Estado do Rio Grande do Sul. O piso facilita os times mais técnicos, acelerando o jogo. Quem não tem preparo físico, sucumbe nestas quadras…
———————————————————-

— SÚMULA DO JOGO # 128

** TIME AZUL:

01-Diogo Carioca(C)
02-Ratobol
03-Alemão Pizoni
04-Junique
05-Cleitão
———————–
12
x
9
———————–

** TIME COLORIDO:

01-Caxias (GK)
02-Fernando Miranda [sósia]
03-Fontana
04-Bartt
05-Zerbes(C)
———————————————————-
LOCAL: Centro Poliesportivo da PUCRS  – 4º andar/quadra 1)
HORA: 20h
DATA: 09 de novembro de 2010.
———————————————————-

Tchüss, fusballteigers!!!

O Jogo do Cachorro Coletivo

outubro 27, 2010

Há tempos não havia uma abstenção tão grande no futsal do Toco y Me Voy. Os atletas começaram a manifestar impossibilidade em jogar nesta última terça-feira à noite a partir do meio dia de segunda-feira. Bartt estaria em Bom Jesus-RS. Ratobol tinha curso. Luís necessitava de repouso, face a sua última lesão. Caxias segue lesionado. Vinny estava viajando. Digão, por razões pessoais, manifestou vontade em não jogar. Estava deflagrado o problema. Foram tentados vários atletas na sequência: Professor, Guga, Renatinho, Pedro Henrique, Gustavo Pizoni, Compadre Washington (compadre do Alemão), RodriNIGHT, Ricardinho Laudrup, Renan Guerreiro, Kelson, Stéfano Baiano, entre tantos outros.

Formou-se um grupo totalmente diferente. Achava-se que o futebol varzeano prevaleceria. Porém, o jogo foi bastante corrido e, dada as circunstâncias, foi uma boa peleia. Há meses não se jogava sem goleiros. Talvez tenhamos que nos conformar com a realidade atual. Fontana acabou sendo o “salvador da pátria”, ao conseguir 2 atletas para o jogo, faltando 2h para o início da peleia. Foi um parto para fechar um grupo com 10. Espera-se que semana que vem isso não aconteça. Ah…o jogo teve como capitães Diogo Carioca e Fontana, foi bem disputado, houve várias viradas de placar até o empate final e o estreante – amigo do Fontana – Taylor Dent, foi bem recepcionado por este relator com 2 chapeuzinhos nos 15 primeiros minutos de jogo…
———————————————————-

— SÚMULA DO JOGO # 127

** TIME AZUL:

01-Diogo Carioca(C)
02-Benninho Carioca
03-Gerson, o canhota de ouro banhado
04-Zerbes
05-Cleitão
———————–
11
x
11
———————–

** TIME LARANJA:

01-Fontana(C)
02-Piolho
03-Junique
04-Alemão Pizoni
05-Taylor Dent
———————————————————-
LOCAL: Centro Poliesportivo da PUCRS (Térreo/quadra 1)
HORA: 20h
DATA: 26 de outubro de 2010.
———————————————————-

Tchüss, fusballteigers!!!

Discussão em Família Quase Ofusca a Inspirada Noite da Ressurreição de Cleitão

outubro 20, 2010

Jogo encardido. Os dois times passaram a peleia inteira trocando vantagens. Os azuis saíram na frente com um gol de Cleitão. Os laranjas empataram com um gol deste relator, após receber passe de Bartt, driblar Ratobol, driblar o arqueiro Digão e chutar para o gol vazio. Cleitão provocava este relator desde o inicio da partida. Aceitei tranquilamente, mas aquilo haveria de acabar mal.

O Time Azul chegou a liderar o marcador com a vantagem de 1 gol. Benno fazia grande partida (marcou 2 belíssimos gols em jogadas individuais), Bartt demonstrava a garra que lhe é peculiar (desta feita, além dos gols, querendo mostrar que era um bom “capitão”), Alemão voava pelas laterais e Vinny fazia boas defesas nos contra-ataques laranjas. De outro canto, o Time Laranja usava e abusava das bolas alçadas para o pivô-pescador Cleitão – que havia sido humilhado no último jogo com 2 janelinhas aplicadas por seus grandes amigos, além de ter pedido aquela peleia. Junique distribuía o jogo e aparecia no ataque, Luís brigava em todas as bolas no meio, Ratobol armava as principais jogadas do time azul e Digão cumpria importante papel (operou 1 milagre num chute cruzado de Bartt, o qual desviou na defesa e tirou com a ponta dos dedos para escanteio).

As provocações entre este relator e Cleitão seguiam, mas alguns atletas começaram a se mostrar mais exaltados com aquela situação. O jogo começou a ficar mais viril. O Time Azul, após estar perdendo por 3 gols, virou o marcador na base da determinação, ficando 1 tento a frente dos laranjas. Ocorre que Vinny não estava numa noite muito inspirada (tipicamente Renan STYLE), enquanto Cleitão estava iluminado. Cleitão marcou um total de 8 gols, tendo chutado umas 10 bolas. Na parte final do jogo, o lance da polêmica: após lançamento de Benno para este relator que vos fala, Digão (que é meu primo) não apenas me empurrou, como chutou o meu joelho esquerdo por trás e nitidamente dentro da área. Uma entrada que, naquele momento, pareceu-me desnecessária e maldosa. Meu joelho está até agora com a marca dos tênis do Digão. Houve discussão. Senti muitas dores na hora. Fiquei chateado, pois não esperava aquela atitude, ainda mais de alguém (como meu primo) que tanto estimo.

O jogo seguiu. As discussões também. Digão insistia em dizer que não fizera nada, ignorando completamente a entrada forte que proporcionara. O clima ficou tenso. Este relator empatou o jogo mais uma vez (foi meu quarto gol nesse jogo). Mais discussão. Quando o relógio preparava-se para fechar 21h da noite, Cleitão, após passe de Ratobol, recebeu totalmente livre de costas para Vinny, e desviou de calcanhar para o fundo das redes. Golaço. Não havia mais tempo para nada. Na sequência os azuis mataram o que restava do tempo, demorando “dois séculos” para cobrar uma falta…
———————————————————-

— SÚMULA DO JOGO # 126

** TIME AZUL:

01-Digão – GK
02-Ratobol
03-Junique (C)
04-Luís Mirandinha
05-Cleitão
———————–
11
x
10
———————–

** TIME LARANJA:

01-Vinny – GK
02-Benninho Carioca (C)
03-Bartt
04-Alemão Pizoni
05-Zerbes
———————————————————-
LOCAL: Centro Poliesportivo da PUCRS (Térreo/quadra 1)
HORA: 20h
DATA: 19 de outubro de 2010.
———————————————————-

Tchüss, fusballteigers!!!

Uma Redinha para Cleitão

outubro 7, 2010

Bom jogo de bola, no qual o Time Laranja, capitaneado por Benninho Carioca, não ficou atrás do marcador em nenhum momento. O Time Azul, capitaneado por Ratobol, até esboçou uma pertinente reação no meio do jogo, chegando a empatar. Contudo, o Time Laranja jogava melhor com a pelota nos pés e demonstrava mais competência diante do gol adversário. Os laranjas chegaram a fazer 5 a 0 de diferença. Administrando a peleia em sua parte derradeira, o Time Laranja cedeu 3 gols ao Time Azul, fazendo com que a partida terminasse com apenas dois gols de diferença.

Mas dois instantes do jogo merecem uma análise mais precisa. Bem na metade do tempo regulamentar, o Time Azul buscava incessantemente o gol de empate. Alemão era o goleiro dos laranjas naquele momento e passara a pelota para o domínio de Diogo. Cleitão estava com muita sede e, voando as tranças como se fosse pegar um prato de comida, tentou tirar a bola de Diogo. Eu disse TENTOU. Isso porque, Dioguito emendou uma janelinha impiedosa  no nosso estimado amigo Peludo, levantou a cabeça e saiu jogando. A pegação no pé de Cleitão era notória. Como se não bastasse, na parte final da peleia, este relator, após driblar Bartt no campo de defesa, adiantou a bola e percebeu que Cleitão vinha (novamente) voando as tranças como se fosse pegar um suculento prato de comida. Não deu outra. Rolei a pelota por entre as pernas do Peludo (que tentou fechá-las, tornando o drible mais dantesco), ouviu-se um comentário de alguém ao fundo, na sequência do lance uma falta inevitável de Junique. Benninho, Dioguito e este relator (mesmo estirado no chão) não se conteram e viram-se na obrigatoriedade de dar algumas boas risadas. Deveras, Cleitão precisava de uma “redinha” para as suas peludas pernocas. Inusitadamente, os dois amigos que mais se importam com o garotinho…coisas do futebol…


———————————————————-

— SÚMULA DO JOGO # 125

** TIME AZUL:

01-Digão – GK
02-Ratobol (C)
03-Junique
04-Bartt
05-Cleitão
———————–
9
x
11
———————–

** TIME LARANJA:

01-Alemão Pizoni
02-Benninho Carioca (C)
03-Diogo Carioca
04-Luís Mirandinha
05-Zerbes
———————————————————-
LOCAL: Centro Poliesportivo da PUCRS (Térreo/quadra 1)
HORA: 20h
DATA: 05 de outubro de 2010.
———————————————————-

Tchüss, fusballteigers!!!

“Veterano do Showbol” Aparece no Futsal do TYMV

setembro 29, 2010

Após 3 semanas sem ver a pelota, muito trabalho e concursos, este relator que vos fala retornou à ativa. Mais parecia um jogador de showbol: veterano, correu os primeiros 15min e já não aguentava mais, só dando tapas e tentando as jogadas na medida do possível, sempre visando os companheiros bem posicionados (ou melhor, com mais fôlego). Pelo menos, os times ficaram muito bem distribuídos e o jogo foi pegadíssimo – algo que não ocorria há duas semanas já, segundo informações.

Algumas coisas inusitadas ocorreram no decorrer do jogo: Junique chegou atrasado e adentrou a quadra devorando uma barrinha de cereal, este relator estreou uma Adidas F50 branca com detalhes pretos e rosa (igual a do goleador do Brasileirão, Jonas), Caxias cometeu um pênalti e saiu falando espanhol (afirmando que “no pasa nada”), Bartt quase acertou o refletor do ginásio ao chutar uma bola reboteada (se fosse em campo aberto a bola teria ido parar na rua), entre outros fatos. Ah… não se pode esquecer de uma reestreia: Digão, primo deste relator, bravo goleiro. E também, uma volta: Bartt, figurinha carimbada do TYMV.

O Time Azul – formado por Digão, Benninho Carioca, Ratobol, Alemão Pizoni e Zerbes – manteve certo controle do jogo durante grande parte da peleia. Sempre vencendo por 1 ou 2 gols. Ocorre que, como este relator estava descontado e sem ritmo de jogo, muitas vezes o Time Laranja – formado por Caxias, Junique, Bartt, Luís Mirandinha e Cleitão – chegava no 4 contra 3. Ratobol, Benno e Alemão tiveram trabalho, mas faziam grande partida. Junique e Bartt aproveitavam para correr às costas deste relator, aproveitando-se da falta de pulmão do adversário. No último quarto de tempo do jogo, o Time Laranja virou a partida na base da raça, por intermédio de 1 gol de Bartt (um petardo da intermediária que desviou na defesa azul e enganou o goleiro de destacada atuação, Digão) e outro de Luís.

O jogo pegou fogo. O Time Azul buscava o empate incessantemente e passou a parder gols inacreditáveis. Até que… a bola resolveu entrar. Benninho, após passe em profundidade deste relator, de frente para o gol, empatou a peleia novamente. Alemão, após jogada em que houve a participação de todos os atletas azuis, anotou um belo gol, colocando os azuis na frente mais uma vez. E então a “Síndrome do Grêmio” baixou. Este relator perdeu um gol, após driblar Caxias, e chutar desequilibrado (a bola trincou na trave e saiu). Na sequência, Alemão tabelou com Benno e, ao invés de tocar limpa para este relator marcar o gol que aniliquilaria a peleia, resolveu chutar a gol (pois estava com mjuita confiança). Ato contínuo, a bola foi tocada para Cleitão às costas da defesa azul, Alemão voltou enlouquecidamente para a defesa, Cleitão (sob a marcação de Ratobol) bateu alto, Digão fez grande defesa, a pelota voltou para Cleitão NA FEIÇÃO, entre Rato e Alemão, e meteu para o fundo das redes. Alemão dividiu a bola com Cleitão, que acabou caindo por sobre o joelho de Pizoni. Lance feio. Jogo parado. Empate deflagrado. Golaço de Cleitão. Quando a bola voltou para o centro da quadra o gongo soou. Fecham-se as curtinas. Termina mais um BAITA jogo no TYMV.

OBS: como não houve súmula na ausência deste relator, seguem abaixo aquelas relativas aos jogos pretéritos.

———————————————————————-

— SÚMULA DO JOGO # 122 —  JOGO ATRASADO!!

** TIME AZUL:

01-Caxias – GK
02-Ratobol
03-Diogo Carioca
04-Alemão Pizoni
05-Cleitão(C)
———————–
12
x
6
———————–

** TIME LARANJA:

01-Vinny – GK
02-Junique
03-Benninho Carioca
04-Luís Mirandinha
05-Mossoró
———————————————————-
LOCAL: Centro Poliesportivo da PUCRS (Térreo/quadra 1)
HORA: 20h
DATA: 14 de setembro de 2010.
———————————————————-

— SÚMULA DO JOGO # 123 —  JOGO ATRASADO!!

** TIME AZUL:

01-Vinny – GK
02-Diogo Carioca
03-Alemão Pizoni
04-Francéscoli
05-Cleitão(C)
———————–
5
x
15
———————–

** TIME LARANJA:

01-Caxias – GK
02-Junique
03-Benninho Carioca
04-Ratobol
05-Luís Mirandinha
———————————————————-
LOCAL: Centro Poliesportivo da PUCRS (Térreo/quadra 1)
HORA: 20h
DATA: 21 de setembro de 2010.

———————————————————-

— SÚMULA DO JOGO # 124

** TIME AZUL:

01-Digão – GK
02-Ratobol
03-Benninho Carioca
04-Alemão Pizoni
05-Zerbes
———————–
9
x
9
———————–

** TIME LARANJA:

01-Caxias – GK
02-Junique
03-Bartt
04-Luís Mirandinha
05-Cleitão
———————————————————-
LOCAL: Centro Poliesportivo da PUCRS (Térreo/quadra 1)
HORA: 20h
DATA: 28 de setembro de 2010.
———————————————————-

Tchüss, fusballteigers!!!

Goleada Surreal no Futsal do TYMV

setembro 1, 2010

Era para ser um jogo mais parelho do que o da semana passada. Este relator que vos fala escolheu os times com Cleitão. No papel, os times estavam bem parelhos. Cleitão, capitão do Time Laranja, optou por um time de mais toque de bola, enquanto este relator, capitão do Time Azul, optou por um time mais raçudo. Com 10 minutos de jogo, os azuis venciam por 6 a 0 com 4 gols de minha autoria e 2 de Mossoró. Mossoró, aliás, voltou a demonstrar toda a sua habilidade e visão de jogo no início da partida. Junique e Alemão Pizoni voavam pelas alas, sempre aparecendo para jogar com este relator ou com Mossoró. Ocorre que, como normalmente ocorre, Mossoró passou a exagerar nas jogadas de efeito em dado momento. Aproveitando-se disso, o Time Laranja descontou com 1 gol de Diogo Carioca.

Diogo gritou o jogo inteiro com Cleitão. Luís marcava forte, inclusive, fazendo 4 faltas seguidas neste relator. Era o típico refrão do futebolês: “a bola pode passar, mas o jogador não”. Ratobol tentava armar as jogadas, mas a marcação dos azuis era forte. Mossoró marcou novamente e deixou em 6 a 0 a diferença. Foi então que o Time Azul resolveu aproveitar os erros dos laranjas. Os azuis passaram a pressionar mais e acertar o pé: Diogo marcou 2 vezes, Cleitão 1 vez e Luís Mirandinha 2 vezes, sendo o último após chute forte da intermediária. A vantagem caíra para um “mísero 1 a 0”. Caxias fazia grandes defesas em prol dos laranjas. Vinny estimulava os atletas azuis a buscar o resultado e organizava a marcação.O Time Azul estava muito próximo do gol de empate. O Time Laranja discutia entre si e cometia falhas na marcação.

No lance capital, Luís chegou na ponta direita e cruzou para o meio. Cleitão perdeu a chance de matar o jogo, deixando a bola espirrar. Este relator tomou a bola, conduziu-a rapidamente até o meio da quadra, deu um corte seco em Ratobol, e chutou de chapa sem chances para Vinny no canto direito rasteiro. Aquele gol desarticulara o Time Azul. Na sequência, Diogo Carioca tentou jogada no meio da quadra, perdeu a bola para este relator que, na base da vontade, puxou novo contra-ataque, tabelou com Mossoró, e decretou 9 a 6 pró laranjas. A partir daí, o Time Azul largou de mão o jogo. Diogo cansara de correr por Cleitão. Junique marcou 2 vezes, Mossoró mais 1 e este relator outras 2 vezes. O resultado elástico não demonstrou o que realmente foi o jogo. O Time Laranja mereceu a vitória, mas 14 a 6 fugiu um pouco da realidade. Deve-se muito mais à competência dos laranjas frente ao gol dos azuis, mesclada ao desinteresse do Time Azul em buscar o resultado no fim da peleia. Particularmente, para este relator foi um alívio voltar a jogar bem após a fatídica partida da semana pretérita, e de quebra, com 8 gols. Semana que vem tem feriado. Toco y Me Voy retorna às atividades dentro de 15 dias…

———————————————————————-

— SÚMULA DO JOGO # 121

** TIME AZUL:

01-Vinny – GK
02-Ratobol
03-Diogo Carioca
04-Luís Mirandinha
05-Cleitão(C)
———————–
06
x
14
———————–

** TIME LARANJA:

01-Caxias – GK
02-Junique
03-Alemão Pizoni
04-Mossoró
05-Zerbes(C)
———————————————————-
LOCAL: Centro Poliesportivo da PUCRS (Térreo/quadra 1)
HORA: 20h
DATA: 31 de agosto de 2010.
———————————————————-

Tchüss, fusballteigers!!!

O Jogo de Um Só Time

agosto 25, 2010

Uma lavada. O jogo de um time só. Uma partida que nem se pode chamar de “peleia”, tendo em vista o desempenho ridículo deste relator (uma das piores em anos de carreira amadora, senão a pior), a atuação pífia de Ratobol (entregando vários gols e errando muitos passes) e os gols fáceis tomados por Vinny pelo Time Azul. Alemão e Luís correram, fizeram o que puderam, mas não tinha a mínima condição. O Time Azul jogou tão mal, que até Garrincha jogou bem no Time Colorido. Cleitão, Diogo, Junique, Mossoró e Garrincha deitaram e rolaram. Fizeram o simples. Foram competentes. O Time Azul, de quebra, ainda perdeu gols incríveis. Este relator que vos fala jogou tão mal, que chegou a perder dois gols inacreditáveis de fronte ao gol, com direito a bola rebatida nas duas traves. Não teve graça alguma o jogo. Foi desigual. Um fiasco. Foi uma noite para ser esquecida pelos integrantes do Time Azul…

———————————————————————-

— SÚMULA DO JOGO # 120

** TIME AZUL:

01-Vinny – GK
02-Ratobol
03-Alemão Pizoni
04-Luís Mirandinha
05-Zerbes
———————–
04
x
10
———————–

** TIME COLORIDO:

01-Diogo Carioca
02-Junique
03-Mossoró
04-Garrincha
05-Cleitão
———————————————————-
LOCAL: Centro Poliesportivo da PUCRS (Térreo/quadra 1)
HORA: 20h
DATA: 24 de agosto de 2010.
———————————————————-

Tchüss, fusballteigers!!!



Pênalti Não Admitido Apenas no Futebol Inglês Decide Peleia Braba no TYMV

agosto 18, 2010

Jogaço de bola. Futebol extremamente peleado. O Time Branco começou mais organizado: Caxias segurava as pontas na defesa, enquanto Junique, Ratobol e Pedro Henrique abusavam das triangulações rápidas para servir o pivô Cleitão. Esse início vibrante, concedeu aos brancos uma vantagem larga de 4 gols (2 gols de Cleitão, 1 de Pedro e 1 de Junique). João Henrique, o estreante da noite em jogos do TYMV, então resolveu jogar de fixo, armando as jogadas. E não é que o Time Azul acertou? Deu liga. Com Bartt caindo pelas pontas, João na armação, Luís fechando o meio e este relator na função de pivô, o Time Azul iniciou uma virada incrível.

Na base da raça, os azuis foram diminuindo pouco a pouco a vantagem dos brancos, a começar com um gol inusitado de Bartt, o qual ele mesmo assim descreveu: “uma bola espirrada na marca do penalti, ela subiu com muito efeito, o que tirou o Caxias da jogada (teve de ficar cercando); quando voltou, cheia de rosca, caiu na minha mentirosa (perna direita) e no quique com efeito, me enganou e eu dei uma furada daquelas. Mas isso serviu de ameaça de chute, pois o caxias abaixou e abriu os braços pra tentar defender; após dar essa de fuinha, dominei rapidamente e ajeitei pra canhota; aí, com caxias se recuperando do movimento, dei um gancho que serviu apenas para encobrir o arqueiro, que mesmo se esticando todo, apenas tocou ‘a borracha da luva da ponta do dedo maroto’ na bola. Foi tão lento – e marrento – o lance que ainda ouvi o murmúrio do goleiro: ‘puta que pariu!’, antes da bola tocar na rede“.

Era o primeiro tento de uma reação inimaginável do Time Azul…

Luís e este relator adiantaram a marcação e foram coroados com duas “entregadas” seguidas: Rato perdeu a bola para Zerbes, que tocou para Luís marcar o gol; Cleitão perdeu a pelota para Luís, que tocou para Zerbes marcar o gol. No final do jogo, João marcou gols importantes. Bartt organizava a marcação do time. Após o empate dos azuis, o Time Branco jogou-se ao ataque e conseguiu marcar com Pedro Henrique, através de um voleio no chão. Belo gol. Entretanto, era a noite do Time Azul. Este relator empatou mais uma vez a peleia, após jogada de Luís Mirandinha, via passe em profundidade de João.

Cleitão teve a bola do jogo em seus pés: após lançamento de Pedro, recebeu de frente para Vinny, olhou, escolheu o canto, mas o arqueiro defendeu com a ponta do pé esquerdo em momento de rara felicidade, demonstrando ótimo reflexo. Há poucos minutos do fim, após uma sequência de 3 grandes defesas de Caxias, Bartt lançou este relator, que girou em cima de Ratobol, dividiu a bola com Junique, driblou o arqueiro do Time Branco, e foi derrubado na área, quando já se preparava para chutar de chapa para o gol vazio. PÊNALTI. Ninguém do time branco reclamou, tendo em vista a obviedade da falta. Este relator, de joelhos, olhou para Caxias: “Tchê Caxias, tu viste que foi pênalti né?” E Caxias deu uma resposta totalmente inusitada: “Eu te peguei, mas na Inglaterra isso não é pênalti”. Zerbes, João, Bartt e Ratobol não aguentaram e viram-se na obrigatoriedade de rir. João Henrique bateu o pênalti e sacramentou a grande virada do Time Azul. Ao soar a sineta, Caxias confessou: “eles mereceram vencer”.

———————————————————————-

— SÚMULA DO JOGO # 119

** TIME BRANCO:

01-Caxias-GK
02-Ratobol
03-Junique
04-Pedro Henrique(C)
05-Cleitão
———————–
11
x
12
———————–

** TIME AZUL:

01-Vinny-GK
02-João Henrique
03-Bartt
04-Luís Mirandinha
05-Zerbes(C)
———————————————————-
LOCAL: Centro Poliesportivo da PUCRS (Térreo/quadra 1)
HORA: 20h
DATA: 17 de agosto de 2010.
———————————————————-

Tchüss, fusballteigers!!!

Nem Boa Atuação Salva Goleiro Estreante da Derrota

agosto 4, 2010
O Conselho do TYMV, mais uma vez, dividiu os times com antecedência. Ante as ausências de Pedro Henrique, Junique e Ricardo Laudrup, ficou difícil equilibrar as equipes. Para os lugares dos recém mencionados, foram convocados Mossoró, Fontana e um estreante, o ex-goleiro do Gaúcho FC (extinto time amador do Bairro Partenon de POA,  fundado em 1997 por Leonardo Reis de Souza, Daniel Dalmás e este relator que vos fala), Vinny. Vinny tinha fama de alternar “alguns frangos”, com grandes defesas. Mas não foi o que se viu, após anos a fio.

O Time Azul começou arrasador. Ratobol e Bartt marcavam bem atrás, Cleitão segurava o meio e este relator fazia a função de pivô, pifando Cleitão na cara do gol. Com 2 gols de Cleitão e 2 gols deste relator, os azuis abriram 4 a 0, jogando organizadamente. Vinny praticamente não tocara na pelota com 15 minutos de jogo. O Time Laranja, no entanto, era mais qualificado tecnicamente.
Os laranjas colocaram a bola no chão e acertaram o posicionamento do time em quadra. Renatinho tentava se movimentar na frente, enquanto Diogo, Mossoró e Fontana tramavam as jogadas no meio. Caxias trabalhava bastante no jogo, mas começou a assistir ao jogo, a partir do primeiro gol os laranjas, por intermédio de Mossoró. Em questão de 10 minutos, a vantagem dos azuis foi desfeita, tranquilamente, pelo Time Laranja. O jogo estava empatado, e aquela sequência de gols desarticulara a organização dos azuis. Cleitão não escapou da sua sina: o seu lado da marcação era “uma avenida”. Diogo ou Mossoró tocava a bola no meio, corria às costas de Cleitão (que não acompanhava) e as coisas começaram a ficar difíceis para o Time Azul. Fontana e Diogo fizeram gols que deram a vantagem de 2 a 0 para os laranjas. Mas, ainda com fôlego e jogando no limite, os azuis conseguiram o que parecia improvável: novo empate, através de um belo gol de cavadinha de Bartt, e outro de Cleitão com o gol vazio, após jogada deste relator driblando dois marcadores e tirando do goleiro Caxias.
Entretanto, “a casa caiu de vez” para o Time Azul quando Mossoró bateu do meio da quadra, a pelota desviou em Bartt e Vinny aceitou no canto esquerdo, tendo a visão embaçada por Ratobol e Diogo Carioca. Bartt, extremamente vermelho e sem ar, confessara que estava passando mal de tanto correr. Cleitão desligara-se do jogo. Os gritos deste relator e de Bartt para que seguisse firme na marcação pareciam inúteis. Vinny fazia defesas importantes no mano a mano com os atacantes laranjas. Em 4 contra-ataques seguidos, porém, o Time Laranja matou o jogo abrindo 5 gols de diferença, apenas rodando a bola (dois gols de Mossoró, um de Renatinho e um de Diogo). Quase no apagar das luzes, Bartt tocou para este relator, que lançou Cleitão na ponta direita. Este dominou, chamou a marcação de Fontana, e cruzou para este relator que, com frieza, dominou a pelota e deu um lençol em Caxias, diminuindo a vantagem para 4 a 0. Era tarde demais para esboçar qualquer tipo de reação…
———————————————————————-

— SÚMULA DO JOGO # 117

** TIME LARANJA:

01-Caxias – GK
02-Diogo Carioca
03-Fontana
04-Mossoró
05-Renatinho
———————–
14
x
10
———————–

** TIME AZUL:

01-Vinny – GK
02-Ratobol
03-Bartt
04-Zerbes
05-Cleitão
———————————————————-
LOCAL: Centro Poliesportivo da PUCRS (Térreo/quadra 1)
HORA: 20h
DATA: 03 de agosto de 2010.
———————————————————-

Tchüss, fusballteigers!!!

Cansaço Físico Determina Vitória no Futsal do TYMV

julho 28, 2010
Desta feita, não houve escolha de times. O Conselho do TYMV entendeu, por bem, face ao desemparelhamento dos times na última semana, fazer uma boa mescla entre os atletas, sem perder o equilíbrio técnico. O Time Laranja era formado por pivô de movimentação (este relator que vos fala), um atacante de meio (Renatinho), um fixo (Ratobol) e dois alas (Bartt e Diogo Carioca). Da mesma forma, o Time Colorido era formado por um pivô de movimentação (Pedro Henrique), um atacante de meio (Cleitão), um fixo (Junique), um ala (Ricardo Laudrup) e um goleiro (Caxias).
O jogo começou bastante parelho. Os laranjas buscavam o ataque, enquanto os coloridos contra-atacavam com muito perigo. O Time Laranja largou na frente com 2 tentos de vantagem. Contudo, aproveitando falhas de passe dos laranjas e a ausência de um goleiro na meta, os coloridos alcançaram o empate. A peleia encrespou após uma entrada forte de Cleitão neste relator sem bola. Cleitão já havia dado um carrinho por trás em Bartt, na tentativa de complementar um gol de Pedro Henrique. A gana de Cleitão neste jogo era grande, mas acabara exagerando um pouco na vontade. Com 20 minutos de jogo, o Time Laranja resolveu colocar a pelota no chão. Caxias fazia milagres em favor dos coloridos, tendo inclusive, defendido uma bola quase impossível debaixo da linha, após chute à queima-roupa de Renatinho, no melhor estilo “Gordon Banks”. Mesmo assim, os laranjas abriram boa vantagem de 3 a 0. Os times passaram a trocar vantagens, com os coloridos fazendo um gol, e os laranjas devolvendo na sequência. No clímax da peleia, o Time Colorido conseguiu encostar no marcador deixando a vantagem do Time Laranja em 1 a 0. Renatinho, que não vinha em noite muito inspirada, foi para o gol e os laranjas acertaram o esquema. Cansados, os coloridos entregaram os pontos. Para piorar a situação, a trave tornara-se o grande adversário do Time Colorido: foram 3 chutes na trave sequencialmente. Final de jogo:  6 a 0 para os laranjas, um resultado que não traduziu a veracidade dos fatos ocorridos, mas que concedeu a vitória ao time que impôs mais o seu ritmo e aproveitou melhor as oportunidades de gol criadas.
———————————————————————-

— SÚMULA DO JOGO # 116

** TIME LARANJA:

01-Renatinho
02-Ratobol
03-Bartt
04-Diogo Carioca
05-Zerbes
———————–
17
x
11
———————–

** TIME COLORIDO:

01-Caxias – GK
02-Ricardo Laudrup
03-Junique
04-Pedro Henrique
05-Cleitão
———————————————————-
LOCAL: Centro Poliesportivo da PUCRS (Térreo/quadra 1)
HORA: 20h
DATA: 27 de julho de 2010.
———————————————————-

Tchüss, fusballteigers!!!


%d blogueiros gostam disto: