Robinho e mais nada

by

Robinho foi o grande destaque da estreia brasileira. Foi o único que deu velocidade e criatividade no time brasileiro. Num meio campo burocrata de três volantes, e um Kaká sem ritmo de jogo e bem marcado, foi Robinho quem tomou a iniciativa e deu vida ao time de Dunga.

Maicon também foi destaque. Não só pelo gol, mas pelo fato de sempre aparecer para o jogo dando opções de jogadas para os armadores (?) brasileiros. Nilmar entrou bem e Luís Fabiano, prejudicado pela falta de criação do meio campo, teve uma atuação apagada.

A defesa – citado como ponto forte brasileiro – não pode tomar gol da Coreia. Dentro do padrão de jogadores convocados por Dunga, o time brasileiro teve atuação mediada. Mas não esperem mais, porque será isso a Copa toda.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: