Analogias Futebolísticas – Parte 1

by

Há tempos que venho querendo colocar em pauta este assunto. Todavia, em razão do pouco tempo de que venho disponibilizando, não havia tido ainda a oportunidade devida. Eis que ela surgiu. Tenho certeza de que será um tema interessantíssimo para 99% dos “tocoymevoyenses”. Tudo bem que o futebol brasileiro é o mais competitivo e que é de difícil comparação em relação aos mundos futebolísticos de outras nações. De qualquer modo, podemos fazer algumas “adaptações” para se chegar neste ponto que idealizo. Se formos atentar para o Campeonato Italiano, verbi gratia, poderemos chegar à seguinte conclusão, em termos de qualificação clubística:

____________________________________

Camaronês Samuel Eto'o é o investimento que vem dando certo na Internazionale de Milão/ITA. FONTE: Corriere Dello Sport

Camaronês Samuel Eto'o é o investimento que vem dando certo na Internazionale de Milão/ITA. FONTE: Corriere Dello Sport

OS GRANDES DA ITÁLIA (Tradicionais Levantadores de Taça): AC Milan, Juventus e Internazionale

O QUASE GRANDE (Levanta Taças de Menor Importância): Roma

OS MÉDIO-GRANDES DA ITÁLIA (Tem Currículo, Mas Ainda Não Deslanchou): Fiorentina, Lazio, Parma, Sampdoria e Udinese

AQUELE QUE JÁ FOI ASPIRANTE A GRANDE (Venceu Torneios Importantes, Mas Não Teve Manutenção): Napoli

OS MÉDIOS QUE DIFICILMENTE REBAIXAM (Incansáveis Resistentes): Atalanta, Bari, Bologna, Cagliari, Genoa e Palermo

O GLORIOSO QUE SE PERDEU NO PRETÉRITO IMPERFEITO (Seus Feitos Não Saem da Memória do Torcedor, Mas…): Torino (Série B)

CLUBES-ELEVADOR (Caem e Sobem de Divisões Aleatoriamente): Catania, Chievo, Livorno, Siena, Empoli (Série B), Lecce (Série B), Piacenza (Série B), Reggina (Série B), Vicenza (Série B), Venezia (Série C1), Padova (Série C1) e Cremonese (Série C1).

CLUBES QUE JÁ FORAM IMPORTANTES E ESTÃO NO FUNDO DO POÇO: Ancona (Série B), Verona (Série C1), Foggia (Série C1), Pescara (Série C1), Perugia (Série C1), Ascoli, (Série B), Modena (Série B) e Brescia (Série B).

____________________________________

Vale lembrar, que este é um critério PESSOAL de qualificação clubística. Posso receber elogios, como posso receber críticas. É algo totalmente idiossincrático. O fato é que a estirpe de hierarquia escolhida por mim, é baseada em fundamentos teleológicos e históricos. Explico-me. Para fazer estas avaliações supra, levei em conta 4 pontos intrínsecos, os quais (a meu ver), são conditio sine qua non para a apreciação justa e correta da presente classificação clubística: 1) Títulos; 2) Rankiamentos; 3) História; 4) Condições atuais. Esmiuçando os 5 elementos axiológicos: quando falo em títulos, levo em consideração primeiramente número de títulos mundiais, depois títulos continentais, depois títulos nacionais e, por fim, se for o caso, títulos regionais; quando falo em rankiamentos, refiro-me ao Ranking da IFFHS e aos rankings nacionais dos países; quando falo em história, levo em conta a tradição do clube, o nome da entidade em termos mundiais, os jogadores famosos que fazem parte da vida daquele clube; derradeiramente, quando falo em condições atuais, analiso a situação da entidade esportiva nos dias de hoje, como o clube vem se posicionando nos torneios nestes últimos anos, que jogadores vêm revelando, etc. Destarte, antes de explicitar o meu (polêmico) exame sobre o futebol brazuca, vamos ao Futebol Espanhol:

____________________________________

Sueco Zlatan Ibrahimovic tem feito em Camp Nou o que este blogueiro faz nas quadras de futsal, terças-feiras à noite na PUCRS: muitos golos. FONTE: Site Oficial do Barça

Sueco Zlatan Ibrahimovic tem feito em Camp Nou o que este blogueiro faz nas quadras de futsal, terças-feiras à noite na PUCRS: muitos golos. FONTE: Site Oficial do Barça

OS GRANDES DA ESPANHA (Tradicionais Levantadores de Taça): Barcelona e Real Madrid

O QUASE GRANDE (Levanta Taças de Menor Importância): Valencia

OS MÉDIO-GRANDES DA ESPANHA (Tem Currículo, Mas Ainda Não Deslanchou): Atlético de Madrid, La Coruña, Sevilla e Espanyol

AQUELE QUE JÁ FOI ASPIRANTE A GRANDE (Venceu Torneios Importantes, Mas Não Teve Manutenção): Athletic Bilbao

OS MÉDIOS QUE DIFICILMENTE REBAIXAM (Incansáveis Resistentes): Zaragoza, Osasuna, Racing Santander, Mallorca, Valladolid, Tenerife e Villarreal

O GLORIOSO QUE SE PERDEU NO PRETÉRITO IMPERFEITO (Seus Feitos Não Saem da Memória do Torcedor, Mas…): Real Sociedad (2ª Divisão)

CLUBES-ELEVADOR (Caem e Sobem de Divisões Aleatoriamente): Getafe, Levante, Xerez, Almería, Múrcia, Oviedo (2ª Divisão), Real Betis (2ª Divisão), Albacete (2ª Divisão), Alavés (2ª Divisão),  Hércules de Alicante (2ª Divisão),  Numancia (2ª Divisão), Salamanca (2ª Divisão), Málaga (2ª Divisão) e Extremadura (2ª Divisão B).

CLUBES QUE JÁ FORAM IMPORTANTES E ESTÃO NO FUNDO DO POÇO: Celta de Vigo (2ª Divisão), Cádiz (2ª Divisão), Sporting Gijón (2ª Divisão), Logroñes (2ª Divisão B) e Rayo Vallecano (2ª Divisão B).

__________________________________

Eu sei que todos estão ansiosos para a classificação dos clubes do futebol tupiniquim. Por isso, não farei mais rodeios, não analisarei o futebol de outros países neste momento (só num próximo post) e, sem mais delongas, apresento-lhes a hierarquia classificatória do “Brasil Futebol Clube”:

Imortal Tricolor promete apresentador um "pacotão" de qualidade em termos de contratações para 2010, quiçá, o autor do gol da foto (La Barbie) entre elas. FONTE: GloboEspoerte.com

Imortal Tricolor promete apresentador um "pacotão" de qualidade em termos de contratações para 2010, quiçá, o autor do gol da foto (La Barbie) entre elas. FONTE: GloboEspoerte.com

OS GRANDES DO BRASIL (Tradicionais Levantadores de Taça): Grêmio, São Paulo-SP, Flamengo-RJ, Santos-SP, Corinthians Paulista-SP, Palmeiras-SP, Vasco da Gama-RJ, Fluminense-RJ, Cruzeiro-MG, Botafogo-RJ, Atlético-MG e Internacional-RS.

O QUASE GRANDE (Levanta Taças de Menor Importância): Atlético-PR

OS MÉDIOS DO BRASIL (Tem Currículo, Mas Ainda Não Deslanchou):  Goiás-GO, Vitória-BA e Coritiba-PR (Série B)

AQUELE QUE JÁ FOI ASPIRANTE A GRANDE (Venceu Torneios Importantes, Mas Não Teve Manutenção): Bahia-BA (Série B)

OS MÉDIOS QUE DIFICILMENTE REBAIXAM (Incansáveis Resistentes): Guarani-SP e Sport Recife-PE (Série B)

O GLORIOSO QUE SE PERDEU NO PRETÉRITO IMPERFEITO (Seus Feitos Não Saem da Memória do Torcedor, Mas…): Santa Cruz (Série D)

CLUBES-ELEVADOR (Caem e Sobem de Divisões Aleatoriamente): Portuguesa-SP, Ceará-CE, Avaí-SC, Barueri-SP, São Caetano-SP (Série B), Santo André (Série B), Náutico Capibaribe-PE (Série B), Ponte Preta-SP (Série B), Figueirense-SC (Série B), Fortaleza, América de Natal-RN (Série B), Ipatinga-MG (Série B), ABC-RN (Série C), Juventude-RS (Série C), Caxias-RS (Série C), CRB-AL (Série C), Gama-DF (Série C), Moto Clube-MA (Série D), Confiança-SE (Série D).

CLUBES QUE JÁ FORAM IMPORTANTES E ESTÃO NO FUNDO DO POÇO: Paraná Clube-PR (Série B), América Mineiro-MG (Série B), Criciúma-SC (Série C), Paysandu-PA (Série C).

__________________________________

As 10 conclusões quanto ao Futebol Pátrio: 1)  O grande número de clubes “considerados grandes” reflete o equilíbrio daquele que é conhecido como a liga nacional mais disputada do mundo; 2) Não há clubes classificáveis como “médio-grandes” no Brasil (ou se é clube grande, ou se é clube médio), e de quebra, há pouquíssimos clubes medianos; 3) Também em razão da grande concorrência entre os clubes, existe um número teratológico de “clubes-elevador”, os quais vivem subindo de uma divisão para a outra, ou mesmo caindo de uma para a outra, desordenadamente; 4) Há clubes demais para poucas divisões no futebol brasileiro, porém, é inegável que (em termos de estrutura, fórmula de disputa e organização) nosso futebol evoluiu; 5) A alta rotatividade de clubes nas 4 divisões  prejudica a estabilidade dos clubes, inclusive dos grandes, todavia, é necessária e a forma mais justa de se democratizar o esporte mais apaixonante do planeta em solo brasileiro; 6) Eu inventaria, ainda, uma categoria especial para classificar o futebol brasileiro à guisa mais adequada, a qual estaria inserida exatamente acima dos “grandes do futebol brasileiro”: “os mestres na arte de levantar taças”; 7) Os grandes do futebol brazuca seriam Botafogo-RJ, Palmeiras-SP, Corinthians Paulista-SP, Vasco da Gama-RJ, Fluminense-RJ, Cruzeiro-MG e Atlético-MG, haja vista que nunca conquistaram um título mundial; 8) Os mestres na arte de levantar taças seriam Grêmio, São Paulo-SP, Flamengo-RJ, Santos-SP e Internacional-RS; 9) O Atlético-PR é um “quase grande” por já ter conquistado 1 campeonato brasileiro, por vir se mantendo há anos na primeira divisão, por ter tido em sua história alguns jogadores marcantes (Oséas, Paulo Rink, Alex Mineiro, Kléber Pereira, Adriano Gabiru) e por ser um dos clubes mais organizados do país, tendo já um estádio moderno e considerado “arena”; 10) O Bahia-BA é o único integrante do Clube dos 13 que não foi citado entre os grandes do Brasil, exatamente por viver longe da Série A há muitos anos, tendo frequentado recentemente, inclusive, a Sèrie C.

Tchüss, fusballteigers!!

Ótimo ano de 2010 a todos!! Muita saúde, paz, amor, sucesso e futebol bem jogado a todos os “tocoymevoyenses”!! Sigam nos prestigiando, por obséquio!! Comentem SEMPRE que acharem necessário. É SEMPRE um prazer para estes blogueiros e colunistas poder ler, debater e examinar (com esmero) as colocações de cada um de vocês (internautas). Sem os comentários e as visitas de vocês, este humilde blog fica “largado às traças”.

Até 2010…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: