Copa Suruga Bank e o futebol de hoje

by

Confesso que até a estreia do Grêmio na Libertadores desse ano eu não havia escutado nada sobre esta Copa. Não estou menosprezando, estou confessando a minha ignorância.

Ao pesquisar sobre este Jogo, fiquei um pouco aliviado por saber que esta é apenas a segunda edição da competição. Para quem não sabe, a Copa Suruga Bank é uma competição de futebol criada em parceria entre a CONMEBOL (Confederação Sul-Americana de Futebol) e a J-League (Liga Japonesa de Futebol).

Neste ano, o campeão foi o nosso co-irmão Internacional, que sagrou-se campeão da Copa Sul-Americana de 2008, depois de não ter conseguido classificação para a edição 2009 da Copa Libertadores.

Como todo bom Gremista, aproveitei o momento para desdenhar do rival e seus torcedores, pois é um título sem qualquer expressão em termos de futebol em sua essência.

Eu escrevi “futebol em sua essência”, porque no contexto, nas estatísticas, na importância, na forma de classificação, a Copa Suruga é uma competição absolutamente inexpressiva. E, apesar de este ser o fundamento para os tricolores tripudiar na torcida arqui-rival, esta concepção era acompanhada pelo próprio Sport Club Internacional, que via este compromisso internacional como um entrave às suas pretensões dentro do campeonato nacional. Muitos colorados não queriam que o Inter participasse deste evento, ou que o fizesse representado por um time ‘B’.

Mas então, por que diabos eu estaria dedicando o meu tempo a escrever sobre isto, se sou gremista e se a competição é pífia em termos de grandeza futebolística?

Por uma simples razão: hoje, a essência do futebol é o que menos importa. E não estou querendo dizer que se isso importasse o Inter não deveria ter ido. Não. Ainda assim, deveria participar, mas para abrir fronteiras e mostrar o seu valor fora do Brasil, como fizera em 2006, 97 anos após sua fundação. Para talvez um dia ter um clube japonês inspirado em suas cores e seus feitos, tal como fez o Frontale Kawasaki em homenagem ao Grêmio.

Mas a importância que se deu a essa copa foi eminantemente pelo lado financeiro. Tudo se resume ao lucro. Que sina inexorável e triste! e você, torcedor; ou melhor: nós, torcedores, participamos involuntariamente disso, financiamos isso.

Não é remoto o passado em que se pagava R$ 10,00 para assistir a um jogo. Hoje, não raro se despende R$ 60,00 R$ 100,00 para entrar em um estádio! E esse valor se multiplica quando o jogo é da seleção.

Mas fosse só isso e não seria um problema tão grande. O que me atordoa é ver escândalos, absurdos, compra de jogos, de arbitragens, escalação de jogadores com o nefasto estratagema de obter vantagem pecuniária em detrimento do espetáculo, do entretenimento.

Vimos, estupefatos, e sem entender nada, alguns jogadores na seleção, pois ou estavam em decadência ou ainda muito jovens, sem a experiência necessária. Mas lá estavam impulsionados e escalados por empresários, multinacionais, et cetera.

E, apesar de isto ser um desabafo, é forçoso reconhecer: financeiramente e em termos de marketing, foi um grande feito para os colorados. Um título de extrema importância, pois rendeu cerca de R$ 1 milhão e ainda expôs o clube para o famigerado mercado estrangeiro. Apesar de o mercado japonês não ‘consumir’ tanto os nossos talentos como outrora, ainda leva muitos jovens brasileiros.

Isto empobrece qualitativamente o futebol daqui e mantém a tradição dos clubes brasileiros como meros formadores de matéria-prima para o futebol internacional. Nesse contexto, para guardar um milhão de reais no bolso e ainda fazer a propaganda, vale muito à pena viajar 80 horas e ganhar do Oita Trinita.

Bem, mas se eu levantei o lado ruim do futebol, posso ter desanimado os ferrenhos e apaixonados leitores e blogueiros que se dedicam a ler e viver futebol. Pois então eu trato de fazer o caminho inverso: não desanimem! Somente por causa de pessoas como nós é que ainda existe paixão no futebol.

E, se hoje eu tratei de questões ruins e ainda assim sou maluco por futebol enquanto esporte, enquanto entretenimento, é porque gostaria de ver extintos os mercenários que infestam essa arte, uma das 3 paixões nacionais.

Ah, parabéns ao Internacional pelo título. E por ter conseguido levar seu nome além-fronteira. Ainda que de forma muito tênue, foi um êxito para sua história.

Abrir o peito e dizer o que se pensa também é coisa de gaúcho. De Guasca.

Por fim, pra honrar a expressão “guasca” que me designaram, vou colocar uma música inteira, intitulada “O que é sagrado pra mim”, de Anomar Danúbio Vieira:

Há certas coisa na vida
Que são sagradas pra mim:
Bom cachorro, bom cavalo
Derrubar terneiro a pealo
Acretidar no que eu falo
Deus do céu me fez assim

A familia e o respeito
E o meu pago macanudo
Um verso simples, bem feito
Que mostra o pampa e seu jeito
Ao homem o que é de direito
Vergonha acima de tudo.

O que é sagrado pra mim
Dou valor e cuido bem
E a cada exato segundo
No saber mais, me aprofundo
Só vive de bem com o mundo
Quem ama as coisas que tem

Há certas coisas na vida
Que são sagradas pra mim:
Uma milonga ponteada
Num improviso de payada
E o beijo da prenda amada
Sabor de mel de mirim

O campo e seu universo
E o meu galpão entonado
Um mate depois do outro
E não me comprem por morto
Que eu só acredito em potro
Que tenha queixo quebrado.

A honra e a liberdade
Me garantindo o serviço
Os amigos de verdade
Sentir bem cada saudade
Com a alma xucra a vontade
Sou assim, “pido permisso”

2 Respostas to “Copa Suruga Bank e o futebol de hoje”

  1. Roberto Ortiz Alves Juinor Says:

    Se eu não me engano, Aristóteles disse certa vez: ” O Homem é a medida de todas as coisas”. Hoje em dia, a frase correta seria ” O dinheiro é a medida de todas as coisas”.
    Sombrios esses tempos em que o “ter” está acima do “ser”.

  2. mzerbes Says:

    Bem articulados conceitos, meu amigo Bartt! Sábias palavras, meu amigo Junique!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: