Brasil Vence o Selecionado do Gordinho Cabañas e Lidera Isoladamente as Eliminatórias Sul-americanas

by
Robinho faz a sua comemoração característica ao marcar o gol de empate brazuca.

Robinho faz a sua comemoração característica ao marcar o gol de empate brazuca.

O Brasil venceu o Paraguai por 2 a 1, nesta noite de quarta-feira, pela 14ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas à Copa do Mundo de 2010. A partida foi disputada no Estádio do Arruda, em Recife (PE). De virada, Robinho e Nilmar fizeram os gols brasileiros. Com o resultado, a Seleção Brasileira se isola na liderança das Eliminatórias Sul-Americanas, com 27 pontos. Já o Paraguai, com a vitória do Chile sobre a Bolívia também nesta quarta-feira, caiu para a 3ª colocação, com 24 pontos. Os chilenos estão com 26, ocupando agora o 2º lugar. O Brasil começou bem. Avançou a linha de meio-campistas ofensivos, marcou no campo de ataque, e arriscou conclusões de fora da área. Kaká e Robinho buscavam tabelas com  Nilmar, que se propunha ao pivô de costas para a marcação, mas pouca efetividade demonstrava. Mas aos 25min do 1º tempo a assombração do “gordinho” Cabañas se materializou. O fofinho atacante paraguaio, que já fizera um gol na única derrota do Brasil nestas Eliminatórias (Paraguai 2 a 0, no dia 15 de junho de 2008, pela 5ª rodada), sofreu falta. Cabañas mesmo cobrou, tendo tomado apenas dois passos da bola. E quase um ano depois, marcou. O chute desviou em Elano, traindo Júlio César. Festa paraguaia em Recife. Deveras, Cabañas nasceu por pelo menos duas razões precípuas: para comer até não poder mais, e para fazer gols em equipes brasileiras (seja contra a Seleção, seja contra os clubes do Brasil). Entre todos os jogadores do Brasil na etapa inicial, talvez ninguém tenha se apresentado tão abaixo do normal quanto Robinho. Aberto no lado esquerdo, ele se esforçou, apresentou-se para as jogadas, correu, porém, errou passes, e duas vezes deixou a bola escapar pela lateral. O comentarista da Rádio Gaúcha, fiel crítico do jogador, Wianey Carlet, deveria estar dando pulos de alegria. Faltando cinco minutos para o intervalo, entretanto, Robinho salvou o Brasil. E salvou a própria atuação, até então apagada. Daniel Alves cruzou do lado direito, e Robinho se infiltrou na pequena área, pegando de primeira, com a perna esquerda: Brasil 1 a 1, aos 40min. Apesar da boa participação em tabelas, Nilmar não conseguiu chutar a gol na etapa inicial. Estatística que caiu por terra logo aos 4min do 2º tempo. Nilmar levou muita sorte na sua primeira conclusã a gol. Ele recebeu na área, tentou o passe com o peito para Robinho, a bola respingou no zagueiro voltando para o seu domínio, e  Nilmar bateu na saída do goleiro, virando o jogo: Brasil 2 a 1. Nota: a bola ainda desviou no carrinho do zagueiro Paulo da Silva, que quase partiu Nilmar ao meio tamanha a violência, traindo o goleiro Villar. A bola rolou mansa e lentamente até o fundo das redes, acompanhada por Robinho (que estava impedido, e levantou as mãos para mostrar que não participava do lance). Vencendo em casa, e de virada, o Brasil passou a controlar a partida. E a Seleção Brasileira adotou a postura que mais lhe agrada desde a chegada de Dunga: o contra-ataque. Robinho e Pato, que substituiu Nilmar, quase marcaram em jogadas rápidas. Com três atacantes, o Paraguai tentou pressionar, mas sem criar chances. E sob tímidos gritos de “olé” dos torcedores, o Brasil sustentou a vitória de virada. Pato perdeu duas grandes chances de marcar, e parece não ser um jogador à altura da Seleção Brasileira. O próximo jogo do Brasil pelas Eliminatórias é o grande clássico contra a Argentina. A partida está marcada para o dia 05 de agosto, um sábado, às 16h (horário de Brasília). E o confronto terá caráter decisivo, ao menos para o time treinado por Don Diego Maradona. Depois de perder para o Equador por 2 a 0, nesta quarta-feira, a Argentina está apenas dois pontos acima da zona da repescagem. Hoje, a Argentina é a 4ª colocada da chave Sul-Americana. Quem terminar as Eliminatórias no 5º lugar não garante vaga direta à Copa do Mundo de 2010, e precisará passar por uma respescagem contra um representante da Concacaf. E para o Brasil, o jogo pode valer a classificação matemática antecipada para a Copa do Mundo. Indício de jogo em altíssima temperatura na Argentina, valendo o cargo de Diego Maradona.

Brasil 2×1 Paraguai – Eliminatórias Sul-Americanas
Dia
: 10 de junho de 2009 (quarta-feira).
Local: Estádio do Arruda, em Recife (PE).
Arbitragem: Óscar Ruiz, auxiliado por Abraham González e Wilson Berrío (trio colombiano).
Gols: Cabañas (P), aos 25min; Robinho (B), aos 40min, no 1º tempo. Nilmar (B), aos 4min, no 2º tempo.
Cartões amarelos: Felipe Melo, Lúcio e Ramires (B); Victor Cáceres e Júlio César Cáceres (P).
Público: 55.258 (pagantes); 56.682 (total).
BRASIL PARAGUAI
Julio César; Daniel Alves, Lúcio, Juan e Kleber; Felipe Melo, Gilberto Silva, Elano (Ramires), Kaká e Robinho (Kleberson); Nilmar (Pato). Villar; Verón, Paulo Da Silva, Julio César Cáceres e Caniza; Bonet (Benítez), Víctor Cáceres, Ledesma (Aquino) e Riveros; Martínez (López) e Cabañas.
Técnico: Dunga. Técnico: Gerardo Martino.

————————————————————————————————————

Classificação atual

pos. equipes PG J V E D GP GC SG %

Brasil 27 14 7 6 1 25 6 19 64 B5DA8F
Chile 26 14 8 2 4 23 14 9 61
Paraguai 24 14 7 3 4 20 13 7 57
Argentina 22 14 6 4 4 19 15 4 52
Equador 20 14 5 5 4 18 20 -2 47 EFDEE1
Uruguai 18 14 4 6 4 23 16 7 42
Colômbia 17 14 4 5 5 7 11 -4 40
Venezuela 17 14 5 2 7 17 24 -7 40
Bolívia 12 14 3 3 8 19 30 -11 28
10º Peru 7 14 1 4 9 7 29 -22 16

Tchüss!!

Anúncios

2 Respostas to “Brasil Vence o Selecionado do Gordinho Cabañas e Lidera Isoladamente as Eliminatórias Sul-americanas”

  1. Roberto Ortiz Alves Junior Says:

    A seleção paraguaia está cada vez mais parecida com os seu cavalos… O jogo contra a Argentina em Assunção será decisivo para as duas equipes.
    O Brasil tem uma ótima chance para quebrar o tabu de vitórias em Buenos Aires pois os argentinos terão que vir para cima, e Dunga jogará no contra-ataque, do jeito que ele gosta.

  2. mzerbes Says:

    hahahahhahahahahahahhahaa…

    “A seleção paraguaia está cada vez mais parecida com os seus cavalos”… pelo amor de Deus… quase caí da cadeira de tanto rir…hehehehe…

    Esse Junique é brincadeira, tchê… não é à toa que todos o conhecem como “o frasista”….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: