Archive for junho \30\UTC 2009

Atriz do Cinema Pornô Revela Que Tem um Caso com um Jogador do Palmeiras-SP/BRA

junho 30, 2009
Luxemburgo é mais um treinador desempregado no Brasil. FONTE: Estadao.com.br

Luxemburgo é mais um treinador desempregado no Brasil. FONTE: Estadao.com.br

Pelo visto as coisas começam a se encaixar. O técnico Vanderley Luxemburgo foi demitido do comando técnico do Palmeiras-SP/BRA na última semana. No clássico de domingo, o técnico interino treinou o time que empatou em 1 a 1 com o Santos-SP/BRA em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro 2009. Luxa foi demitido em razão da venda do centroavante Keirrison ao Barcelona/ESP, fundamentalmente. Keirrison havia manifestado a sua vontade de não permanecer mais no Palestra Itália e ir jogar na Europa. Luxemburgo não gostou, e de quebra, Keirrison faltou ao treino de sexta-feira para tratar da negociação com os espanhóis. Luxa não gostou nem um pouco daquela tramóia e disse que se Keirrison não fechasse negociação, ele não voltaria a tuar pelo clube so o seu comando. De imediato, após o desfecho negativo da negociação, a direção resolveu demitir o treinador. Muitas entrevistas foram dadas sobre o assunto, e chegou-se à conclusão que aquilo havia sido “a gota d’água”, haja vista que uma série de fatores vinham acontecendo em sequência, sempre com relação à falta de disciplina de alguns jogadores, desautorizando o comando técnico. A Traffic, empresa que gere o Palmeiras, preferiu prestigiar Keirrison. E o Palmeiras busca novo treinador agora. Nelsinho Batista está desempregado. Muricy Ramalho idem. Ney Franco pode se desempregar nos próximos dias. Tite também. O mercado está aberto.

A sósia brazuca de Cameron Diaz.

A sósia brazuca de Cameron Diaz.

Segundo informações da Coluna Zapping do Jornal Agora São Paulo, foi Luxa se despedir do Palmeiras que os escândalos apareceram com mais exatidão. A atriz pornô Cameron Brasil – nome artístico da loira – contou nesta segunda-feira que tem um caso com um jogador do Palmeiras-SP/BRA. Todos estavam enlouquecidos para saber quem era o garoto sabatinado. Obviamente que ela não contou, todavia, afirmou que o ex-técnico do clube pegou ela e o jogador palmeirense “com a boca na botija” uma vez. Certamente, isso ocorreu numa concentração do time, às vésperas de algum jogo, até porque, qualquer outro lugar que Luxa possa ter encontrado o casal 20 “com a boca na botija”, sem sombra de dúvidas, seria um estabelecimento comercial propenso a tais encontros. A situação foi resolvida na hora, consoante Cameron Brasil. A atriz pornô estrelou recentemente o filme “Quem vai transar com Mary?” (numa referência evidente ao filme protagonizado pela atriz Cameron Diaz, “Quem vai ficar com Mary?”), pela produtora Brasileirinhas. Então: quem será o tal jogador? Esse ambiente do Palestra Itália é uma festa… acho até que o Luxa agredeceu pela demissão…

Até a capa do filme foi copiada. FONTE: Blog Divulgação

Até a capa do filme foi copiada. FONTE: Blog Divulgação

Tchüss!!

sobre a rodada [22]

junho 29, 2009

Campeonato Brasileiro

Barueri 4×2 Atlético-MG – Caiu o último invicto. A grande notícia foi a saída do artilheiro Pedrão. O Barueri sobreviverá?

Atlético-PR 1×0 Corinthians – Timão – mesmo com reservas – vendeu caro a vitória.

São Paulo 2×0 Náutico – Estreia de Ricardo Gomes no São Paulo. A atuação não foi boa. Entretanto, veio a vitória. Coração Valente foi vaiado ao ser substituído.

Cruzeiro 1×0 Avaí – Os reservas do Cruzeiro fizeram o dever de casa.

Botafogo 1×4 Goiás – O Goiás é um visitante ingrato. Com a goleada o Fogão “assumiu” a lanterna.

Vitória 4×1 Santo André – Bom início do Vitória. Vamos ver até quando.

Palmeiras 1×1 Santos – Empate ruim para os dois. O Verdão segue na procura do seu novo treinador.

Internacional 3×0 Coritiba – Bolaños acabou com o Coritiba.

Sport 3×1 Grêmio – A expulsão de Jonas foi determinante para o resultado da partida.

Fluminense 0x0 Flamengo – Empate sem gols não combina com Fla-Flu. Fazer o que se os ataques foram incompetentes?

Copa das Confederações tem final emociante: uma virada brasileira inimaginável sobre um aguerrido selecionado norte-americano

junho 29, 2009
Seleção Brasileira vive um momento único. O técnico Dunga disputou dois torneios - Copa América e Copa das COnfederações - e venceu ambos. FONTE: ClicRBS

Seleção Brasileira vive um momento único. O técnico Dunga disputou dois torneios - Copa América e Copa das COnfederações - e venceu ambos. FONTE: ClicRBS

Não foi sem muita emoção que o Brasil conquistou o título da Copa das Confederações neste domingo. A Seleção entrou como favorita para enfrentar os Estados Unidos, mas os norte-americanos mostraram a qualidade que permitiu à equipe despachar a Espanha – atual líder do ranking da Fifa. De virada, a equipe comandada por Dunga aplicou 3 a 2, com dois gols de Luís Fabiano e um do zagueiro Lúcio. No primeiro tempo, o Brasil dominou quase completamente. A Seleção teve mais posse de bola, criou mais chances de gol e teve maior número de escanteios. Mas não conseguiu o mais importante: o domínio no placar. O primeiro gol da partida veio de um ataque norte-americano pela esquerda da defesa brasileira. Aos 10 minutos, em bola chutada para dentro da área, Dempsey apareceu e, com inteligência, desviou no cantinho do gol defendido por Júlio César. O Brasil abusava das tentativas de cruzamento direto da intermediária dos Estados Unidos, sem chegar à linha de fundo. Como resultado, a zaga norte-americana – bem posicionada – não tinha dificuldades em cortar de cabeça. O time também não soube aproveitar os espaços pela direita do ataque, sobretudo com Maicon. Quando tentou inverter o jogo, o Brasil criou boas chances. André Santos recebeu a bola dentro da área e desperdiçou a oportunidade mais clara do Brasil no primeiro tempo. A pressão brasileira cedia espaço para o contra-ataque norte-americano. Foi em uma dessas jogadas que os Estados Unidos ampliaram o placar. Aos 26 minutos, Donovan recebeu o passe e, em velocidade, aplicou um drible desconcertante em Ramires, mandando para o fundo das redes. Com dois gols, os surpreendentes norte-americanos saíram para o intervalo virtualmente como campeões. No segundo tempo, no entanto, o Brasil conseguiu o que parecia impossível.

A pergunta que não quer calar: quais desses jogadores irão à Copa do Mundo? FONTE: ClicRBS

A pergunta que não quer calar: quais desses jogadores irão à Copa do Mundo? FONTE: ClicRBS

A virada começou de forma fulminante, com menos de um minuto. Na bola cruzada rasteira, Luís Fabiano dominou de costas para o gol e já virou chutando, descontando para o Brasil e garantindo a artilharia isolada da competição. Aos 15 minutos, o lance mais polêmico do jogo. Kaká finalizou de cabeça na área dos Estados Unidos; a bola entrou, mas o juiz não viu, e goleiro norte-americano espalmou de dentro da meta. Depois do susto, os Estados Unidos tentou retomar um pouco o controle do jogo e esfriar a Seleção Brasileira. Mas o empate verde-amarelo, de qualquer forma, viria logo depois, novamente com Luís Fabiano. Aos 28 minutos, o Brasil chegou pela esquerda com Robinho, no bate-rebate a bola tocou na trave, subiu e o artilheiro colocou de cabeça para o fundo das redes. Após o gol de empate, a pressão seguiu sendo brasileira, e a virada parecia questão de tempo. Dez minutos depois, aos 38 minutos, Lúcio arrematou de cabeça a bola cruzada de um escanteio e garantiu o título. Com a vantagem no placar, o Brasil apenas tocou bola e esperou o final do jogo.

Na decisão do terceiro lugar não foi diferente. Muita emoção, comoção, nervos a flor da ele, luta, transpiração, entre outros ingredientes  que fazem parte de um jogaço de bola. Depois de perder para os Estados Unidos na semifinal, a seleção espanhola por pouco não passou vexame na Copa das Confederações. A primeira colocada no ranking da Fifa precisou ir à prorrogação para vencer a África do Sul por 3 a 2 e assegurar o terceiro lugar do torneio. Güiza (dois), pela Espanha, e Mphela (dois) fizeram os gols no tempo normal. Xabi Alonso marcou o gol da vitória espanhola na prorrogação disputada no estádio Royal Bafokeng, em Rustemburgo. A partida foi cheia de emoção. O primeiro gol do jogo foi sul-africano, já aos 28 do segundo tempo. A Espanha virou com gols seguidos, aos 43 e 44. Mas a África do Sul voltou a empatar aos 48. Na prorrogação, as duas seleções tiveram chances, mas uma falta de Xabi Alonso selou o destino do jogo, o que não impediu que o time de Joel Santana saísse de campo de cabeça erguida. O primeiro tempo foi burocrático por parte da Espanha. O time pouco criou e ainda foi ameaçado pelos sul-africanos. O zagueirão Booth por duas vezes teve a chance de fazer 1 a 0. Primeiro, o camisa 14 completou um cruzamento e errou o alvo. Depois, Booth pegou rebote de chute de Tshabalala e voltou a mandar para fora. Na segunda etapa, o técnico Vicente del Bosque trocou os atacantes Fernando Torres e David Villa por Dani Güiza e David Silva, aos 12 minutos. A nova força ofensiva fez a Fúria melhorar levemente. Os dois deram trabalho ao goleiro Khune, que fez boas defesas para manter o placar sem gols. Joel Santana resolveu então ousar um pouco mais e lançou o atacante Mphela na vaga do meia Pienaar. Assim, a África do Sul chegou a seu gol aos 28 minutos. No desespero, o técnico espanhol sacou o volante Sergio Busquets e lançou o atacante Llorente. A blitz da Espanha deu certo e o time virou o placar com dois gols no finzinho, aos 43 e aos 44, ambos com Dani Güiza. Quando tudo levava a crer que os Bafana Bafana estavam derrotados, o jogo teve mais um episódio inesperado. Aos 48 minutos, Mphela bateu falta da intermediária e acertou na gaveta, à direita de Casillas. Um golaço que levou a partida para a prorrogação. Logo no início do segundo tempo da prorrogação, a Espanha conseguiu chegar ao gol da vitória. Xabi Alonso bateu falta da esquerda, procurando a cabeçada de Llorente. Ninguém tocou na bola, que acabou por entrar direto no canto esquerdo do goleiro Khune. A África do Sul acusou o golpe e não conseguiu buscar novamente o empate. Os comandados de Joel chegaram a fazer uso de algumas jogadas ríspidas que não vinham sendo comuns no restante do jogo. No fim, a Espanha respirou aliviada e ficou com o terceiro lugar da Copa das Confederações. Haja coração pra tanta emoção num mesmo torneio…

Tchüss!!

Internacional-RS/BRA Dá Mais um Fiasco e Perde Invencibilidade em Casa que Já Durava 7 Meses

junho 26, 2009
Taison vai ao desespero após o término da partida. Até a Recopa está ameaçada... FONTE: Mauro Vieira

Taison vai ao desespero após o término da partida. Até a Recopa está ameaçada... FONTE: Mauro Vieira

O Inter começou muito mal a disputa da Recopa Sul-Americana. O time treinado por Tite jogou pouco, não conseguiu superar a retranca da LDU e acabou sendo derrotado por 1 a 0, em pleno Estádio Beira-Rio, nesta quinta-feira. Agora, para ficar com o título, o Colorado terá que vencer por dois gols de diferença na volta. O único gol da partida foi marcado pelo centroavante argentino Bieler, aos 12 minutos do segundo tempo. Esta é a sexta partida consecutiva que o Inter fica sem uma vitória. Foi a primeira derrota dentro de casa na temporada. Uma invecibilidade que vinha desde Novembro de 2008 foi quebrada pelos euquatorianos. No final de semana, a equipe enfrenta o Coritiba, no Beira-Rio, pelo Brasileirão. Dia 1º de julho, quarta-feira que vem, ocorre o segundo jogo contra o Corinthians e a decisão de quem fica com o título da Copa do Brasil. A partida de volta pelas finais da Recopa Sul-Americana está marcada para o dia 9 de julho, na altitude de Quito, no Equador. Com apenas um homem fixo no ataque, a LDU/EQU veio para o jogo em Porto Alegre pensando em segurar o ataque colorado e levar a decisão da Recopa para Quito. Pouco inspirado na parte ofensiva, o Inter teve muitas dificuldades para superar a retranca e a catimba dos equatorianos no Estádio Beira-Rio. O jogo começou muito equilibrado. Com Bolívar e Marcelo Cordeiro participando pouco da partida, o Colorado praticamente abdicou de usar os lados do campo na primeira etapa e facilitou a barreira armada pelos equatorianos. Taison foi o único que arrematou pelo lado do Inter nos 45 minutos iniciais, dando dois chutes para o gol. Alecsandro estava perdido no meio dos defensores do atual campeão da Libertadores. D’Alessandro, que voltava após um período longe dos gramados, sentiu a falta de ritmo e também pouco criou. Mais para o final da primeira etapa, os ânimos se acirraram e o árbitro se perdeu. Jogadas violentas apareceram e o juiz venezuelano Juan Soto não puniu como deveria. Na volta do intervalo, Andrezinho fez uma comparação com o jogo da Seleção Brasileira pelas semifinais da Copa das Confederações, na tarde desta quinta-feira, parecendo já prever o pior. Com o segundo tempo iniciado, a LDU/EQU surpreendeu e abriu o placar aos 12 minutos do segundo tempo. Depois de uma jogada de Lara pela esquerda, a bola sobrou para Bieler dentro da área. O centroavante argentino finalizou em cima da defesa. Ele mesmo pegou o rebote e fuzilou: 1 a 0. Logo depois, Tite mandou Giuliano para o campo na vaga de Andrezinho. Na sequência, Leandrão entrou no lugar de Alecsandro, para protesto dos pouco mais de 30 mil torcedores que foram ao Beira-Rio. O clima já estava quente entre os jogadores desde o primeiro tempo e, aos 27 minutos, Bolívar foi expulso depois de acertar um cotovelaço em Vera. Para piorar ainda mais a situação, Sandro sentiu uma lesão no músculo adutor da coxa e deixou o campo para a entrada de Danilo Silva, aos 36 minutos. No desespero, o Inter foi para o ataque. Mas a noite fria em Porto Alegre parece que congelou a força do sistema ofensivo colorado. Aos 40 minutos, depois de uma jogada pela direita, Taison dominou com liberdade na cara do goleiro e chutou por cima da meta, desperdiçando a última chance do empate. E o primeiro jogo da decisão da Recopa-Sul-Americana acabou com uma surpresa no Beira-Rio: 1 a 0 para a LDU/EQU. Com a derrota, o time do Inter ouviu as primeiras vaias em 2009 – e totalmente merecidas. A crise vermelha está deflagrada de vez, conforme este blogueiro já previa…

INTERNACIONAL 0 x 1 LDU
Lauro; Bolívar, Índio, Danny Morais e Marcelo Cordeiro; Sandro (Danilo Silva), Guiñazu, Andrezinho (Giuliano) e D’Alessandro; Taison e Alecsandro (Leandrão). Dominguez; Campos, Araujo e Calle (Espinola); Reasco, De La Cruz, Urrutia, Vera, Lara (Graf) e Ambrosi; Bieler (Larrea).
Técnico: Tite. Técnico: Jorge Fossati.
Gols: Bieler, aos 11 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Andrezinho, Índio, Guiñazu (Internacional); De La Cruz, Campos, Calle, Ambrosi, Reasco (LDU). Cartão vermelho: Bolívar (Internacional).
Estádio: Beira-Rio. Data: 25/06/2009. Árbitro: Juan Soto (VEN). Auxiliares: Rafael Yánez (VEN) e Gerardo Quintero (VEN).

Cabe aqui uma opinião. Eu tive a oportunidade de assistir ao jogo e posso dizer com todas as palavras que o Internacional-RS/BRA está completamente desvirtuado. Isso me reporta ao momento em que o técnico Tite se viu na obrigação de pedir demissão quando ainda treinava o Grêmio. Adenor Leonardo Bacchi parece já ter um ciclo bem definido pelos clubes que passa: tem um início regular de trabalho, após conhecer as potencialidades do time alcança feitos relevantes (alguns títulos, algumas boas vitórias) e depois inicia uma derrocada inesperada, após escolher “as suas ovelhinhas”. No Imortal Tricolor foi assim, no Palmeiras-SP/BRA foi assim, e parece que vem se encaminhando para a mesma situação no Internacional-RS/BRA. D’Alessandro parecia um poste. Foi desarmado por diversas vezes sem qualquer reação. Nem o seu drible “la boba” engana mais os marcadores. Alecsandro mal encostou na bola. O time anda bem abaixo do que pode produzir. Taison tentava solitariamente fazer alguma coisa. O time de Tite não consegue articular uma jogada bem trabalhada. Complicou. Agora terá de buscar o título da Recopa no estádio da LDU/EQU que, aliás, é um time bem meia-boca. Fiquei apavorado com tamanha falta de qualidade técnica de parte dos equatorianos. Por isso sequer passaram da primeira fase da Libertadores da América. Tinha jogador apanhando da bola. O próprio autor do gol, Bieler, tem pouca intimidade com a bola. De qualquer modo, o meia Lara é o destaque: rápido, sem dribles de muito efeito, mas objetivo. O goleiro Dominguez é muito alto e tem boa imposição física. A zaga foi bem postada pelo técnico Jorge Fossatti e não teve dificuldades com os “princípios de ataque” do vermelhos durante o jogo. O lateral-direito Reasco troteava em campo. O lateral-esquerdo De La Cruz conseguia subir e realizar algumas jogadas com o capitão Urrutia, mas quando a bola chegava aos demais jogadores (com exceção de Lara), a bola era maltratada, por vezes pisoteada. Vitória merecida de um time que soube jogar dentro das suas limitadíssimas condições…

Tchüss!!

Brasil Sofre Ante os Bafana-Bafana de Joel Santana Mas Vai à Final da Copa das Confederações

junho 26, 2009
Daniel Alves entrou como lateral-esquerdo e mudou totalmente a história do jogo. Procura-se lateral-esquerdo na Seleção Brasileira. FONTE: GloboEsporte.com

Daniel Alves entrou como lateral-esquerdo e mudou totalmente a história do jogo. Procura-se lateral-esquerdo na Seleção Brasileira. FONTE: GloboEsporte.com

Com um golaço de Daniel Alves aos 42 minutos do segundo tempo, o Brasil venceu a África do Sul por 1 a 0 nesta quinta-feira, no estádio Ellis Park de Johanesburgo. O lateral do Barcelona havia entrado na partida pouco antes, no lugar de André Santos. Ele bateu uma falta da esquerda, com o pé direito, com muita força, no canto esquerdo. O gol garantiu a vaga brasileira na final da Copa das Confederações. No domingo, a Seleção Brasileira enfrenta os Estados Unidos no mesmo estádio, podendo chegar à hegemonia na competição, pois soma dois títulos, assim como a França. O brasileiro Joel Santana, técnico dos sul-africanos, armou uma retranca que dificultou bastante o trabalho dos pentacampeões mundiais. Além disso, seus jogadores conseguiam dar trabalho à defesa do Brasil com jogadas de velocidade. O primeiro tempo foi bastante travado, com as duas equipes concentrando a bola no meio-campo. Desta forma, foram poucas as chances claras de gol. O meia Ramires foi o jogador mais perigoso do Brasil nos primeiros minutos com dois chutes fracos, que não assustaram muito o goleiro Khune. Já a África do Sul teve uma grande oportunidade aos 29. Mhlongo soltou a bomba da intermediária e Júlio César, bem colocado, espalmou, mandando para escanteio.  Perto do intervalo, o discreto Kaká subiu de produção e procurou levar a equipe ao primeiro gol. Aos 37, o meia fez ótima jogada pela esquerda, superou a marcação e chutou colocado da entrada da área. A bola passou à esquerda de Khune. Na sequência, os sul-africanos responderam com um outro chute de longa distância. Pienaar surpreendeu Júlio César com uma bomba. O goleiro brasileiro ainda tocou na bola com a ponta do dedo, mas o árbitro deu tiro de meta. Na volta do vestiário, o Brasil entrou com sérias dificuldades para superar a marcação. A equipe treinada por Joel chegava a ter 10 jogadores atrás da linha da bola. Perigo mesmo só aos 18, quando Luís Fabiano fez jogada pela direita e seu cruzamento bateu na zaga. Robinho pegou o rebote e mandou de voleio para fora. As duas seleções erravam demais e tudo indicava que a partida iria para a prorrogação. Tanto que Dunga só foi mexer aos 36, trocando André Santos por Daniel Alves, que atuou improvisado na lateral esquerda. O jogador do Barcelona mostrou ter estrela (assim como Dunga) e decidiu a partida aos 42. Ramires foi derrubado perto da área e Daniel se apresentou para a cobrança. Bastante concentrado, o lateral mandou uma bomba no canto esquerdo, sem chance para Khune. Campeões em 1997, contra a Arábia Saudita, e em 2005, contra a Argentina, os brasileiros terão pela frente agora os EUA, algozes da favorita Espanha. O jogo em Johanesburgo está marcado para as 15h30 de Brasília.

BRASIL 1 x 0 ÁFRICA DO SUL
Julio César, Maicon, Lúcio, Luisão e André Santos (Daniel Alves); Gilberto Silva, Felipe Melo, Ramires e Kaká; Robinho e Luis Fabiano (Kleberson). Khune, Gaxa, Booth, Mokoena, e Masilela; Dikgacoi, Mhlongo, Pienaar (Van Heerden) e Modise (Mashego); Tshabalala (Mphela) e Parker.
Técnico: Dunga. Técnico: Joel Santana.
Gol: Daniel Alves, aos 42 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Felipe Melo, Daniel Alves, André Santos (BRA) e Masilela (AFS). Cartão vermelho: -.
Estádio: Ellis Park, em Joanesburgo. Data: 25/06/2009. Árbitro: Massimo Busacca (SUI). Auxiliares: Mathias Arnett (SUI) e Francesco Buragina (SUI).
Público: 48.049 pessoas

Tchüss!!

Estudiantes de La Plata/ARG Vence o Nacional/URU pelas Semifinais da Libertadores

junho 26, 2009
Verón comemora o gol Galván. FONTE: Natacha Pisarenko

Verón comemora o gol com Galván. FONTE: Natacha Pisarenko

Com as informações do ClicRBS, empurrado por sua torcida, que ocupou todos os espaços do estádio em La Plata, o Estudiantes venceu o Nacional-URU na noite desta quinta-feira por 1 a 0, na primeira partida entre os dois times pela semifinal da Libertadores da América. Agora, o time argentino vai para o segundo jogo, dia 1º de julho, em Montevidéu, com a vantagem de poder empatar para se classificar. O vencedor do confronto pegará na final Grêmio ou Cruzeiro, que disputam a outra semifinal da competição. Na primeira partida entre os brasileiros, o time de Minas Gerais venceu por 3 a 1. O jogo decisivo será dia 02 de julho, em Porto Alegre. Quem esperava pressão do Estudiantes nos primeiros minutos errou o palpite. O jogo começou equilibrado e muito disputado no meio de campo. Enquanto o time da casa tentava chegar ao ataque trocando passes, os uruguaios ameaçavam com bolas alçadas para dentro da área argentina.  A primeira chance de gol apareceu aos sete minutos, para os anfitriões. Fernández recebeu dentro da área e chutou forte, mas o goleiro do Nacional, Muñoz, fez uma grande defesa. No rebote, Boselli chutou da marca do pênalti e o camisa um uruguaio faz outra bela intervenção.  Aos 14 min, uma falta no meio de campo originou o gol. Verón, o maestro do Estudiantes, cobrou com rapidez e lançou para Benítez ao lado da área do Nacional. O jogador olhou para dentro da área e cruzou. Galván entrou de peixinho e cabeceou para abrir o placar.  Depois do gol, a partida continuou equilibrada. Aos 31 minutos, o Nacional ameaçou com uma cobrança de falta. O goleiro Andújar segurou firme. Ainda na primeira etapa, o jogador do time uruguaio Romero recebeu cartão amarelo por falta forte em Galván. O segundo tempo do jogo começou com alterações nos dois times. No Estudiantes, saiu Verón, principal jogador da equipe, para a entrada de Sánchez. No Nacional, Medina deu lugar para o atacante García, que quase marcou aos três minutos. O jogador aproveitou cruzamento e cabeceou livre na frente do gol, mas a bola acabou saindo pela linha de fundo.  Aos oito minutos, mais uma chance uruguaia. A zaga do Estudiantes falhou e Biscayazu chutou de dentro da área. O goleiro Andújar fez uma difícil defesa e evitou o gol de empate. O técnico argentino resolveu tirar do jogo o autor do gol, Galván, e colocar Nuñez. Os argentinos conseguiram chegar perto da área adversária apenas aos 19 minutos, com um chute de Fernández da entrada da área. A bola passou por cima do travessão. O Estudiantes parecia mais preocupado em não levar um gol do que em ampliar a vantagem. Aos 31 minutos, o time desperdiçou mais uma chance de marcar em uma cobrança de falta. Desábato desviou de cabeça e Schiavi não conseguiu chegar a tempo de colocar para dentro. Antes do final do jogo, os mandantes ainda perderam duas chances claras. Aos 35 minutos, Nuñez recebeu na área, tirou o zagueiro e acabou chutando para fora. Aos 43 minutos, Boselli recebeu livre na frente do goleiro Muñoz, que conseguiu defender o chute do jogador argentino com o pé.

Tchüss!!

Zebra Americana Quebra Invencibilidade Histórica da Espanha e Está na Final da Copa das Confederações

junho 25, 2009
Americanos comemoram o gol de Dempsey, o segundo do selecionado yankee. FONTE: Antônio Calanni, Ap

Americanos comemoram o gol de Dempsey, o segundo do selecionado yankee. FONTE: Antônio Calanni, Ap

Com as informações do ClicRBS, a Espanha chegou a 35 jogos de invencibilidade, igualando um recorde histórico da Seleção Brasileira estabelecido no início dos anos 90. Chegou à semifinal da Copa das Confederações como grande favorita e deixando os admiradores do grande futebol na expectativa de um confronto com o Brasil na decisão de domingo. Esqueçam. Nesta quarta-feira, a Espanha foi surpreendida pela equipe dos Estados Unidos, perdeu por 2 a 0 (um gol em cada tempo) e está eliminada da competição sul-africana. Foi a grande zebra do torneio, sem sombra de dúvidas. Sem a Espanha, perde-se a chance de assistir a um confronto entre a melhor equipe da Europa e a principal da América do Sul, em disputa de uma espécie de título mundial, um ano antes da Copa. Os americanos foram responsáveis pelas duas grandes surpresas da competição. Na primeira delas, conseguiram classificação quando ninguém acreditava neles, num grupo formado por Brasil, Itália, Egito e o próprio Estados Unidos. A vaga parecia garantida pelo Egito, mas foram os americanos que passaram. Desta vez, foram autores da zebra do ano ao superarem a favorita de todos, a Espanha. Agora, resta aos espanhóis disputarem o terceiro lugar no sábado contra o perdedor da semifinal de hoje, a ser disputada entre Brasil x África do Sul.

Tchüss!!

Grêmio leva 3 a 1 no Mineirão, mas gol de Souza mantém vivo o sonho do tricampeonato da América

junho 25, 2009
La Barbie perdeu um gol incrível e ainda se envolveu em confusão ao final do jogo. FONTE: ClicRBS

La Barbie perdeu um gol incrível e ainda se envolveu em confusão ao final do jogo. FONTE: ClicRBS

Na primeira partida das semifinais pela Copa Libertadores, nesta quarta, no Estádio Mineirão, deu Cruzeiro: 3 a 1. Mas o gol fora de casa deixa a situação do Grêmio menos complicada. Uma vitória por 2 a 0 no Olímpico classifica o Tricolor. Wellington Paulista fez o gol cruzeirense aos 38 minutos da etapa inicial. No segundo tempo, Wagner fez logo no primeiro minuto. Fabinho fez o terceiro aos 22. Os gremistas descontaram com Souza, de falta, aos 34. O Cruzeiro começou melhor, mas logo o Grêmio equilibrou a partida e conseguiu ser superior em alguns momentos. As principais jogadas das duas equipes foram feitas pelos lados. Pelo time mineiro, o jogo corria mais com Jonathan, pela direita. E foi por Fábio Santos que passaram muitas jogadas no lado esquerdo gremista. Logo aos cinco minutos, Alex Mineiro errou um gol feito para o Grêmio. Maxi López deu o passe para o companheiro de ataque que, na cara do gol, errou em bola. Três minutos depois, o Cruzeiro respondeu. Em cruzamento da esquerda, Réver deixou a bola escapar na área e Jonathan aproveitou para dominar e chutar. Mas o goleiro Marcelo Grohe estava bem posicionado e segurou firme. Aos 14 minutos, nova chance de Alex Mineiro. Tulio apareceu na direita para cruzar na cabeça do atacante, na pequena área. Ele cabeceou em cima do goleiro Fábio. Outra chance clara de gol foi perdida pelo Grêmio aos 22 minutos. Dessa vez não foi com Alex Mineiro, e sim com Maxi López. Ele roubou bola na intermediária, arrancou em velocidade e entrou na área. O zagueiro Leonardo Silva que vinha na corrida, levou um belo drible de La Barbie. Era só chutar e comemorar. Mas ele errou. Bateu de esquerda rente à trave. Fábio estava morto no lance. Os gremistas tentaram e erraram gols feitos. E no momento em que o Grêmio crescia, o Cruzeiro acabou com as expectativas do adversário. Aos 38 minutos, o time mineiro mostrou que quem não faz, leva. Kléber recebeu no lado direito e cruzou na área para Wellington Monteiro. O centroavante se antecipou ao zagueiro Léo e cabeceou sem chances para Marcelo Grohe. Aos 41 minutos, Souza arriscou um chute de longe para o Grêmio, obrigando Fábio a fazer uma defesa difícil, tocando a bola para escanteio. O time mineiro começou a etapa complementar indo ao ataque. E fazendo gol. Logo no primeiro minuto, Wagner recebeu a bola depois de um escanteio e chutou de fora da área. A bola desviou em Tcheco e venceu totalmente o goleiro Marcelo Grohe. Aos nove, o Cruzeiro quase ampliou. Wagner foi lançado na entrada da pequena área, mas chutou torto. Faltou mira. Até Herrera entrar no lugar de Alex Mineiro, aos 13 minutos, o Cruzeiro tomava conta. O argentino deu um pouco mais de movimentação ao Grêmio. Dois minutos depois de seu ingresso na partida, o atacante fez boa jogada pela direita e cruzou para Maxi López, que caiu no chão ao tentar a finalização. A bola foi para fora. Aos 21 minutos, o Cruzeiro chegou novamente com força. Wellington Paulista arrancou sozinho com a bola dominada, mas Thiego apareceu a tempo de cortar para escanteio. Um minuto depois, porém, o Tricolor não conseguiu impedir o terceiro gol cruzeirense. Fabinho estava livre na área e subiu para completar de cabeça após lançamento da esquerda, aos 22 minutos. Estava decretada a goleada mineira, o que praticamente deixava o Grêmio sem chances de classificação para as finais. Os jogadores do Grêmio ficaram nervosos com o placar desfavorável, discutiram, reclamaram com o árbitro, e o goleiro Marcelo Grohe chegou a levar cartão amarelo. Um fato inusitado acabou parando a partida por cerca de cinco minutos. O árbitro da partida, o chileno Henrique Osses, sentiu dores musculares na perna e teve que sair de campo. O juiz reserva Henrique Osses, também do Chile, teve de assumir. No recomeço do jogo, o Grêmio melhorou novamente. Aos 33 minutos, a arbitragem assinalou falta frontal para o Tricolor após a bola tocar na mão de Kléber. Um minuto depois o gol do Grêmio saiu. Souza cobrou a falta com perfeição e deixou os gremistas em uma situação menos complicada para o jogo do Olímpico, em 2 de julho.  A bola pegou um efeito incrível, passando por cima da barreira, justamente por sobre a cabeça do único jogador da barreira que não pulou, e morreu no ângulo de Fábio, que nem se mexeu. Golaço. Agora é hora de mostrar no Monumental porque o Grêmio é conhecido como Imortal Tricolor…

CRUZEIRO 3 x 1 GRÊMIO
Fábio, Jonathan, Thiago Heleno, Leonardo Silva e Marquinhos Paraná; Fabinho, Elicarlos (Jancarlos), Henrique e Wagner (Bernardo); Kléber e Wellington Paulista Marcelo Grohe, William Thiego, Léo, Réver e Fábio Santos; Túlio, Adílson, Tcheco e Souza; Alex Mineiro (Herrera) e Maxi López
Técnico: Adilson Batista Técnico: Paulo Autuori
Gols: Wellington Paulista, aos 37 minutos do primeiro tempo; Wagner, a um minuto, Fabinho, aos 21, e Souza, 34 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Elicarlos (Cruzeiro); Marcelo Grohe e Tcheco (Grêmio)
Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte (MG) Data: 24/06/2009 Árbitro: Henrique Osses (CHI) e Jorge Osorio (CHI) Auxiliares: Cristian Julio (CHI) e Osvaldo Talamilla (CHI) Público: 51.296 pagantes Renda: R$ 1.387.644,94

Na minha opinião, 1 a 0 era um resultado ruim, 2 a 0 era péssimo, e o 3 a 0 então era irreversível. Tendo em vista a incompetência do ataque (3 gols claros perdidos por Alex Mineiro e 1 por La Barbie) e todas as circunstâncias de jogo, acredito que o 3 a 1 ficou de bom tamanho. Dá pra reverter essa situação. Só tenho a lamentar a confusão pós jogo. Maxi teve um desentendimento com Elicarlos no meio-campo durante o jogo. Wagner agrediu Maxi com empurrões e o chamou de fdp. Na saída de campo, Elicarlos afirmou que teria sido chamado de macaco. Ao final do jogo, a Polícia Civil interceptou o ônibus gremista. Houve tumulto. A delegação não queria liberar Maxi para depor na delegacia. A delegação acabou saindo do ônibus e acompanhou o jogador na delegacia do Mineirão. Paulo Autuori chegou a receber voz de prisão dos policiais. O treinador teria se exaltado na delegacia, mas foi liberado. Maxi está sendo acusado pelo crime de injúria qualificada, o qual prevê pena de reclusão de 1 a 3 anos e multa. Tomado os depoimentos, cabe a Elicarlos dar prosseguimento ou não à ação penal, para que então se torne processo de fato. Uma coisa é certa: o argentino estava possesso com alguma atitude ou insulto de Elicarlos. Se ele cometeu a injúria, não foi gratuitamente. Wagner deve ser denunciado por difamação também, se assim for, o mesmo ocorrendo com Elicarlos. A Justiça não pode ser unilateral, servindo apenas para alguns. Um clima totalmente desnecessário de guerra está criado para o jogo de volta. As atenções não ficaram apenas para o que aconteceu dentro de campo. Será um jogo típico de Libertadores da América, como nos velhos tempos, e como há tempos não se vê. Aguardem!

O segurança do Grêmio, Fernandão, teve trabalho na noite de ontem. FONTE: Leandro Behs

O segurança do Grêmio, Fernandão, teve trabalho na noite de ontem. FONTE: Leandro Behs

Tchüss!!

Últimas News da Dupla Grenal [#3]

junho 24, 2009
Souza é peça fundamental no esquema do treinador Paulo Autuori e jogará motivado hoje à noite, tendo em vista a renovação de contrato. FONTE: Blog Notas Futebolísticas

Souza é peça fundamental no esquema do treinador Paulo Autuori e jogará motivado hoje à noite, tendo em vista a renovação de contrato. FONTE: Blog Notas Futebolísticas

1. Com informações do ClicRBS, terminou no início da tarde desta quarta-feira a novela envolvendo o contrato do meia Souza e o Grêmio. O clube assinou com o jogador por três anos, e pagará cerca de € 2 milhões ao Paris-Saint Germain (PSG), da França – aproximadamente R$ 7 milhões. O empréstimo de Souza ao Grêmio se encerraria no próximo dia 12 de julho. Antecipando-se à data, a diretoria do Tricolor abriu negociação com o clube francês, temendo a intromissão de outros concorrentes, incluindo equipes brasileiras. Boa parte do valor investido na negociação provém da venda dos volantes Tiago Dutra e Bruno Renan ao Villarreal, da Espanha. O Grêmio conseguiu reduzir pela metade o valor inicial cobrado pelo PSG, que ultrapassava os € 4 milhões. À época, o presidente gremista Duda Kroeff chegou a afirmar que o PSG pedia o dobro do que realmente valia o jogador.

2. A escalação provável que vai a campo hoje à noite contra o Cruzeiro-MG/BRA, no Estádio do Mineirão, deve ter: Marcelo Grohe; Ruy (Thiego), Léo, Réver e Fábio Santos; Túlio, Adilson, Tcheco e Souza; Alex Mineiro (Germán Herrera) e Maxi “La Barbie” López.

3. Recuperado de lesão, Thiago Ribeiro pode ser a novidade do Cruzeiro-MG/BRA no ataque contra o Grêmio, às 21h50min desta quarta-feira, pelo primeiro jogo das semifinais da Libertadores. O técnico Adilson Batista relacionou o atacante Thiago Ribeiro, recuperado de lesão muscular na coxa direita. Thiago Ribeiro era titular da equipe até se contundir, nas quartas de final da competição. Assim, o atacante deverá ser opção para entrar no decorrer da partida. Com mais ritmo de jogo, Wellington Paulista atuará ao lado de Kléber. Segundo o site Super Esportes, outra novidade entre os relacionados é o volante Fabinho, ex-Corinthians-SP/BRA, inscrito no torneio no lugar de Gustavo, também lesionado.

Confira a lista dos atletas concentrados

Goleiros: Andrey e Fábio
Laterais: Jancarlos, Jonathan e Gerson Magrão
Zagueiros: Anderson, Léo Fortunato, Leonardo Silva e Thiago Heleno
Volantes: Elicarlos, Fabinho, Henrique e Marquinhos Paraná
Meias: Bernardo,e Wagner
Atacantes: Kléber, Thiago Ribeiro, Wanderley, Wellington Paulista e Zé Carlos

Bolívar não é unanimidade, mas diante das dificuldades de ordem técnica apresentadas por Danilo Silva e Arilton, virou jogador essencial. FONTE: Jornal Zero Hora

Bolívar não é unanimidade, mas diante das dificuldades de ordem técnica apresentadas por Danilo Silva e Arilton, virou jogador essencial. FONTE: Jornal Zero Hora

1. Nesta terça-feira, Bolívar finalmente renovou o contrato com o Internacional-RS/BRA por mais três anos. O boato de que o São Paulo teria pedido para o jogador não assinar com o time gaúcho, pois estaria interessado na sua contratação, foi confirmado pelo próprio atleta, em entrevista nesta tarde, no Estádio Beira-Rio:

— Houve sim o interesse do São Paulo. A direção do Inter sabia disso, e eu poderia ter ido para lá. Eles conversaram comigo, mas houve a permanência no Inter — afirmou o zagueiro/lateral à equipe do ClicRBS.

Não foi a primeira vez que o time paulista atravessou uma negociação do Inter. Em 2006, o time gaúcho estava acertando com o zagueiro Miranda, para ocupar o lugar de Bolívar, que recém havia sido vendido. O São Paulo interferiu no negócio e acabou levando o jogador para o Morumbi. Na entrevista, Bolívar também falou sobre a aflição durante as negociações entre ele, o Inter e o Monaco. O jogador disse que sempre quis ficar no Colorado, pois acredita que 2009 será um ano de conquistas importantes:

— Você fica naquela aflição, sem saber se vai dar certo, e querendo ficar aqui porque sabe que vai ser um grande ano, de conquistas importantes. Fico feliz por mim, pela direção e pelo pessoal do clube — relatou.

Sobre os próximos jogos decisivos, contra a LDU, pela Recopa, e contra o Corinthians, pela Final da Copa do Brasil, Bolívar mostra motivação e acredita que estará em campo, para ajudar a equipe:

— Estou com muita sede de jogar, com muita vontade. Estarei aí na quinta, junto com a comissão técnica, para conseguir a vitória. Acredito que vou conseguir enfrentar o Corinthians, senão não haveria tanta pressa para conseguir a renovação do contrato. Foi antecipada a renovação para dar tempo hábil de jogar essa final — concluiu.

2. Tite afirmou que não mudará a defesa, ou seja: Álvaro e Índio seguirão sendo os zagueiros titulares e enfrentarão a LDU/EQU nesta quinta-feira, em jogo válido pela Recopa.

3. Como  Manchester United perdeu os atacantes Cristiano Ronaldo e Carlos Tevez para a próxima temporada,  o técnico Alex Ferguson está em busca de substitutos para o setor. Além do gremista Douglas Costa, o clube inglês teria interesse na contratação de Nilmar, do Internacional-RS/BRA. As informações foram destacadas nesta terça-feira pelo jornal inglês Mirror.

– O atacante brasileiro Nilmar está sendo monitorado pelo Manchester United e custaria 20 milhões de libras (R$ 65 milhões) ao clube – publicou o jornal.

De acordo com o periódico, o agente Jorge Mendes estaria envolvido na negociação. O empresário foi quem intermediou a negociação entre Cristiano Ronaldo e o Real Madrid, a mais cara da história. Nilmar está defendendo a Seleção Brasileira na Copa das Confederações. O atacante colorado também já despertou interesse do Napoli e do Palermo.

Tchüss!!

Cruzeiro x Grêmio?

junho 24, 2009

Quem larga na frente em busca de uma vaga para a final da Libertadores?

o autêntico Joel

junho 23, 2009

Joel Santana é uma figura ímpar do futebol brasileiro. Neste último mês ele ganhou mais espaço na mídia brasileira por ser treinador da África do Sul, país que, assim como o Brasil, disputa a Copa das Confederações.

Na última semana repercutiu de forma engraçada, via Orkut, blogs, Twitter e YouTube, uma entrevista concedida por Joel. Até aí tudo bem. Porém, a entrevista foi dada em inglês.

Tudo bem, num primeiro momento achei engraçado o vídeo e de fato é. Entretanto, Joel é um exemplo de autenticidade muito raro nos dias de hoje.

Achei louvável por parte dele tentar falar o inglês. Mas é estranho esse país onde vivemos. O cara acaba sendo ridicularizado por tentar falar outra língua. Estranho né? O correto não seria incentivar?

Últimas News da Dupla Grenal [#2]

junho 23, 2009
E aí? Vai encarar? FONTE: GloboEsporte.com

E aí? Vai encarar? FONTE: GloboEsporte.com

1. Rafaela Fernandes foi confirmada no dia de ontem como a candidata que irá representar o Grêmio no torneio nacional de beleza Musa do Campeonato Brasileiro 2009. Ela venceu Michelle Recktenwald e Nina Fortini na final regional do concurso, realizada entre apenas candidatas gremistas.

2. O colombinao Edixon “El Ciclón” Perea foi inscrito para as semifinais da Copa Libertadores da América. Ele toma o lugar que era do volante Diogo, negociado com o Fluminense-RJ/BRA. O atacante das categorias de base Roberson foi preterido.

3. O treinador Paulo Autuori realizou o primeiro treino fechado da sua era no Estádio Olímpico Monumental ontem. A imprensa especula que mudanças podem ocorrer na estrutura do time (Thiego em lugar de Ruy na direita; Jadílson em lugar de Fábio Santos na esquerda; e Germán Herrera em lugar de Alex Mineiro no ataque).

4. Em entrevista, Túlio afirmou que “o Grêmio precisa melhorar se quiser obter a classificação às finais”. De outro canto, Kléber, atacante cruzeirense, temendo pelo pior, aduziu que “para este primeiro jogo, o importante é não levarmos gol”.

Bruna Zanatta tentou fazer um estilo "Pamela Anderson em SOS Malibu". FONTE: GloboEsporte.com

Bruna Zanatta tentou fazer um estilo "Pamela Anderson em SOS Malibu". FONTE: GloboEsporte.com

1. Foi confirmada como candidata do Internacional-RS/BRA no torneio nacional de beleza Musa do Campeonato Brasileiro 2009 a morena Bruna Zanatta. Ela venceu na final regional somente entre candidatas coloradas a loira Bruna Renner e a outra morena Jocassia Proença.

2. D’Alessandro treinou normalmente nesta segunda-feira e deve jogar contra a LDU/EQU pelo primeiro jogo da Recopa, nesta quinta-feira. Ele se recupera de uma tendinite no joelho.

3. Magrão, por sua vez, está fora do jogo da Recopa contra a LDU/EQU e do jogo contra o Coritiba-PR/BRA, válido pelo Brasileirão. O volante Magrão está com um problema muscular na coxa direita, e fará tratamento intensivo para jogar no dia 1º de julho contra o Corinthians, na final da Copa Brasil. Magrão foi cortado da partida contra o Flamengo-RJ/BRA, no Maracanã. O departamento médico disse que ele tem uma lesão muscular “leve”. Nesta segunda-feira, ele foi ao Beira-Rio fazer tratamento e saiu sem falar com a impresa. Outro que não jogou no Rio de Janeiro e não treinou hoje foi o atacante Taison, mas ele não preocupa os médicos.

4. Bolívar não confirmou o acerto asseverado pelo vice-presidente Fernando Carvalho. Bem ao contrário, Bolívar observou que Monaco/FRA (clube que detém o seu vínculo) e Internacional-RS/BRA estão bem longe ainda de fecharem um acordo financeiro.

5. Com o contrato por terminar, Rosinei deve assinar contrato com o Fluminense-RJ/BRA, tendo em vista a falta de interesse dos colorados na sua renovação e as súplicas de Carlos Alberto Parreira, treinador dos cariocas, pela sua contratação imediata,

Tchüss!!

Futsal da Galera do Toco Y Me Voy é Suspenso

junho 23, 2009

Infelizmente nesta terça-feira à noite não haverá jogo da galera do Toco Y Me Voy. O agendador de jogos da gurizada (Ratobol) não encontrou um horário bom para a celebração do jogo, e alguns atletas não poderiam comparecer. Temendo que não houvesse o número mínimo necessário para a feitura da peleya, o Conselho do Toco Y Me Voy resolveu suspender as atividades por 1 semana. Sendo assim, semana que vem as atividades retornam e a vida boleira dos atletas amadores do Toco Y Me Voy terá prosseguimento.

Brou, Cauê, Zerbes, Bartt e Junique: peleya pegadíssima realizada em 19 de Maio de 2009, que acabou empatada nos minutos finais em 12 a 12. FONTE: máquina fotográfica profissional de Marcelo Zerbes

Brou, Cauê, Zerbes, Bartt e Junique: peleya pegadíssima realizada em 19 de Maio de 2009, que acabou empatada nos minutos finais em 12 a 12. FONTE: máquina fotográfica profissional de Marcelo Zerbes

Tchüss!

a funkeira do Muricy

junho 22, 2009

Está lá no site da Espn Brasil:

A dançarinha ‘Indiana do Funk’ não esquece Muricy Ramalho. Fã declarada, ela dedica seu primeiro filme pornô, ‘Prazer Indiana do Funk’, ao técnico e lamenta sua saída do São Paulo.

fun2

NOTA DO BLOG: Será que ele vai gostar?

Últimas News da Dupla Grenal [# 1]

junho 22, 2009
Edixon "El Ciclón" Perea pode ganhar nova chance com a precariedade dos companheiros de ataque testados ao lado de La Barbie. FONTE: ClicRBS

Edixon "El Ciclón" Perea pode ganhar nova chance, haja vista a precariedade apresentada pelos companheiros de ataque de La Barbie. FONTE: ClicRBS

Depois de tentativas frustradas de negociar o colombiano Perea com Palmeiras-SP/BRA e Flamengo-RJ/BRA, o Grêmio pode voltar a apostar no jogador que se sagrou goleador do clube no ano de 2008, em que pese as lesões que o acometeram. Em contato por telefone com o clicEsportes, nesta segunda-feira, o assessor de futebol André Krieger disse que o clube não descarta inscrever o atacante na Copa Libertadores da América:

– O Grêmio não se descarta a inscrição de Perea. Não se retira essa possibilidade. Ele está bem, treinando, retornando aos poucos – disse o assessor de futebol André Krieger.

O Grêmio pode inscrever um jogador nesta segunda-feira já para enfrentar o Cruzeiro-MG/BRA, na quarta-feira, no Estádio Mineirão, pela primeira partida da semifinal da Libertadores. Além de El Ciclón Perea, o clube pode optar pela inscrição do atacante Roberson. Alex Mineiro deve ser negociado com o futebol do Catar após o término da Copa Libertadores da América, caso continue com o baixo aproveitamento que vem apresentando. Outro que pode ser negociado é Jonas. O Tricolor embarca para Belo Horizonte nesta terça-feira em um voo às 13h30min.

Será que Sorondo está sentindo falta das muletas? FOTO: GloboEsporte.com

Sorondo escapou das muletas,desta feita. FOTO: GloboEsporte.com

Já o lado vermelho, com o ambiente bem sacudido após o último fiasco, teve mais um “catalisador” para agravar ainda mais a moral dos jogadores: o zagueiro Sorondo, do Internacional-RS/BRA, se envolveu em um acidente de carro na madrugada desta segunda-feira, em Porto Alegre. Por volta das 2h, ele subia a Terceira Perimetral em direção à Zona Norte quando colidiu com outro carro, perdeu o controle e capotou. Mesmo assim, deixou o carro sem nenhum ferimento. O acidente ocorreu na altura da esquina com a Antônio Carlos Tibiriçá, próximo à Galeteria Bambino.  Após ver o estrago nos veículos quando foi chamado ao local para auxiliar o jogador, o empresário Walter Cirne afirmou:

— Ele nasceu de novo. Foi um grande susto.

De acordo com Cirne, a motorista do outro carro passou no sinal vermelho para entrar na Perimetral. Citando como testemunhas dois funcionários de um posto de gasolina próximo, ele garante que o uruguaio não teve culpa no ocorrido. A outra envolvida no acidente também não se feriu. Sorondo teria ido jantar após a chegada do Rio de Janeiro com a delegação do Internacional-RS/BRA, que ocorreu pouco depois da meia-noite, e estava indo para sua casa, na Zona Norte. Ainda segundo o empresário, os policiais militares apenas conversaram com o jogador e sequer fizeram o exame de teor alcoólico, já que ele não apresentava nenhum sinal de embriaguez.

— O Sorondo bebe só água — garante Cirne.

Junto com os demais jogadores, Sorondo retorna aos treinos no Beira-Rio na tarde desta segunda-feira. Ele ficou no banco na derrota vexatória de 4 a 0 para o Flamengo-RJ/BRA, no Estádio do Maracanã.

Tchüss!

O que há com o São Paulo?

junho 22, 2009

ricardoRicardo Gomes é o novo técnico (foto: agência AFP)

sobre a rodada [21]

junho 22, 2009

Campeonato Brasileiro

Atlético-PR 2×2 Palmeiras – Porco se salvou no final. Atlético/PR de Paulo Bayer vai aos poucos saindo do sufoco.

Vitória 4×3 Botafogo – Jogaço no Barradão. Com a derrota o Fogão foi parar na zona de rebaixamento.

Santo André 2×1 Sport – Grande início de competição do time do ABC paulista.

Grêmio 2×2 Goiás – O Grêmio estava com a cabeça no Cruzeiro.

Náutico 0x1 Coritiba – Ótima vitória do time de Curitiba. Que saiu da zona da degola.

Avaí 3×2 Fluminense – Primeira vitória do Avaí. Mesmo assim está na zona de rebaixamento.

Santos 2×3 Atlético-MG – O time mineiro é o único invicto. Lamentável foi a atuação de Djalma Beltrami. Como sempre né? Não sei como um juiz desses ainda apita.

Corinthians 3×1 São Paulo – Timão atropelou. Ricardo Gomes vai ter trabalho.

Flamengo 4×0 Internacional – Show de Adriano. Está na hora de Tite repensar sua zaga titular.

Cruzeiro 2×4 Barueri – Surpresa da rodada a vitória do Barueri. Pedrão marcou duas vezes. O Cruzeiro perdeu uma invencibilidade de 9 meses jogando em casa.

Douglas Costa Pode Render R$ 64.000.000,00 aos Cofres Gremistas

junho 22, 2009
Douglas Costa em treino no campo suplementar do Monumental, ao lado de Fábio Ferreira: nome constantemente vinculado aos tabloides europeus. FONTE: ClicRBS

Douglas Costa em treino no campo suplementar do Monumental, ao lado de Fábio Ferreira: nome constantemente vinculado aos tabloides europeus. FONTE: ClicRBS

Com as informações do ClicRBS, depois de negociar o apoiador português Cristiano Ronaldo e não renovar com o atacante argentino Carlitos Tévez, o Manchester United/ING se prepara para contratar uma série de reforços para a equipe. O meia Douglas Costa, do Grêmio, é um dos alvos do time inglês. Não é a primeira vez que o interesse é noticiado na Europa. A informação é do tabloide Machester Evening News. De acordo com a publicação, o Manchester ofereceria nada menos do que 20 milhões de libras (aproximadamente R$ 64 milhões) pela revelação do Tricolor. A transferência de Douglas Costa seria a terceira maior do futebol brasileiro, perdendo para venda de Denílson (do São Paulo para o Betis) e Robinho (do Santos para o Real Madrid). Outros reforços do Manchester United seriam o apoiador Ribéry, do Bayern de Munique, o volante Valencia, do Wigan, e o atacante Benzema, do Lyon. Se essa negociação sair, a situação fincanceira do Imortal Tricolor melhorará (e muito). Orai!

Tchüss!!

Inter Cai de 4 para o Mengo e Deflagra a Crise no Beira-Rio às Vésperas das Decisões na Recopa e na Copa do Brasil

junho 22, 2009
Adriano, o carrasco colorado, marca 3 e a torcida rubro-negra delira: "ohhhhhh, o Imperador voltou! O Imperador voltou! O Imperador voltou! Ohhhhhh..." FONTE: Estadao.com.br

Adriano, o carrasco colorado, marca 3 e a torcida rubro-negra delira: "ohhhhhh, o Imperador voltou! O Imperador voltou! O Imperador voltou! Ohhhhhh..." FONTE: Estadao.com.br

Às vezes nada dá certo. Foi o que aconteceu com o Inter na tarde deste domingo, quando levou 4 a 0 do Flamengo no Maracanã, perdendo a invencibilidade no Brasileirão. Adriano anotou três gols, e o outro foi de Emerson. Já são 5 jogos sem vencer, e a crise parece ter chegado com força às imediações da beira do rio. Com o resultado, o Colorado fica na vice-liderança com 14 pontos e deixa o Atlético-MG se isolar na ponta com 17. Já os rubro-negros se recuperam depois da goleada por 5 a 0 para o Coritiba e vão a 10 pontos. O primeiro golpe sofrido pelo Inter foi antes do início do jogo: Taison sentiu um desconforto muscular e foi barrado da partida. O substituto foi Bolaños, que fez sua estreia vestindo a camisa vermelha. Nos primeiros minutos, o Inter tocava a bola, tentando aproveitar os espaços do extenso campo do Maracanã. Mas a distância de Bolaños para Alecsandro também era grande, e a bola mal chegava no centroavante. O Flamengo era mais objetivo, e apostava nas jogadas pelos lados, principalmente pela esquerda com Juan. Jogando melhor, os donos da casa abriram o placar logo aos 12 minutos em um contra-ataque rápido. Giuliano perdeu a bola no campo de ataque e Ibson fez um lançamento rápido para Adriano. O único zagueiro que estava no campo de defesa era Álvaro, que não conseguiu alcançar o atacante rubro-negro, e ainda livrou o adversário do impedimento. Adriano ingressou na área pela esquerda. Lauro saiu do gol para tentar interceptar o atacante, mas ele chutou forte e abriu o placar. Depois do gol, o Inter se desorientou, e o toque de bola já não funcionava mais como antes. O Flamengo ficou mais fechado, e apostou nos alas Juan e Léo Moura para promoverem saídas rápidas em contra-ataque. Em uma destas investidas rubro-negras, aos 35 minutos, Giuliano perdeu a bola para Léo Moura pela direita. O lateral foi ao flanco e cruzou rasteiro. Ibson deixou a bola passar e Emerson enche o pé para desferir um chute forte, ampliando a vantagem do Flamengo no placar. Com 2 a 0 de vantagem, os jogadores rubro-negros congestionaram o meio-campo. O Inter já não conseguia tocar a bola e atacar como costuma fazer. A falta de entrosamento do time desfalcado impedia que Bolaños e Andrezinho construíssem as jogadas pela esquerda. Na direita, Giuliano tentava achar o equatoriano, mas a defesa rubro-negra sempre interceptava os lances. No intervalo, Tite sacou Giuliano e Bolaños para promover as entradas de Glaydson e Leandrão. Alecsandro tornou-se um jogador de mais movimentação. Mas quem atacou na etapa final foi o Flamengo. Juan e Léo Moura criavam bastante oportunidades pelos lados, sem dar ao Colorado a chance de brigar pelo empate. O Inter ficou mais tempo tentando evitar o quarto gol que lutando para descontar. O jogo era tão fácil para o Flamengo que a torcida pedia a entrada do sérvio Petkovic. Aos 21 minutos, Léo Moura se chocou com Glaydson na área colorada, e o árbitro José Henrique de Carvalho marcou pênalti. Depois de escantear Léo Moura e Juan, que queriam bater, Adriano segurou a bola e chamou para si. Lauro ficou pulando de um lado para o outro em cima da linha. Assim, o experiente centroavante esperou o goleiro saltar para a esquerda para chutar forte e rasteiro no canto direito, anotando o quarto gol do Flamengo. O Inter sentia o golpe e se limitava a tentar evitar um placar ainda mais elástico. Com o placar elástico a seu favor, o Flamengo relaxava. Este foi o triste fim de um dia em que nada deu certo para o time de Tite.

Brasileirão, sétima rodada, 21/06/2009
Horário:
18h30min (de Brasília)
Local: Estádio Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Arbitragem: José Henrique de Carvalho, auxiliado por Marcelo Carvalho Van Gasse e João Bourgalber Chaves (trio paulista)
Público: 15.864
Renda: R$ 249.961
Cartões amarelos: Ronaldo Angelim, Fabrício, Bruno, Emerson (F); Guiñazu, Sandro, Giuliano, Álvaro, Glaydson (I)
Gols: Adriano, aos 12min e 46min do primeiro tempo e aos 21 do segundo tempo; Emerson, aos 35 do primeiro tempo
FLAMENGO 4 INTER 0
Bruno, Welinton, Fabrício e Ronaldo Angelim; Leonardo Moura (Fierro, 39/2ºT), Toró, Willians, Ibson (Petkovic, 37/2ºT) e Juan; Emerson e Adriano (Everton, 44/2ºT). Lauro; Danilo Silva, Indio, Álvaro e Marcelo Cordeiro; Sandro, Guiñazú, Giuliano (Glaydson, intervalo) e Andrezinho; Alecsandro e Bolaños (Leandrão, intervalo).
Técnico: Cuca. Técnico: Tite.
Estreia deprimente de Bolaños no Internacional. FONTE: ClicRBS

Estreia deprimente de Bolaños no Internacional. FONTE: ClicRBS

Um time que vinha com a “grife” de Time Galáctico, que promete ganhar tudo no ano do centenário – segundo palavras de Kenny Braga e Vitório Píffero – e pretende reverter um resultado improvável de 2 a 0 numa final de Copa de Brasil, não pode tomar uma “lavagem”  como a que levou do Flamengo – que, até então, estava em crise. Vai ser difícil reorganizar o time já para a decisão da próxima quinta-feira ante a LDU/EQU, em jogo válido pela Recopa Sul-americana. A torcida já pede a saída do Pastor Tite no comando técnico. O Inter “não viu a cor da bola” no Maracanã, e terá que “rodar a baiana” se quiser vencer a Copa do Brasil e a Recopa, confirmando as previsões ufanistas de Braga e Píffero…

Tchüss!!

La Barbie Marca aos 47 Minutos da Segunda Etapa e Salva Grêmio da Derrota

junho 22, 2009
La Barbie entrou na segunda etapa e incendiou o jogo. FONTE: ClicRBS

La Barbie entrou na segunda etapa e incendiou o jogo. FONTE: ClicRBS

O Grêmio passou um sufoco no início da noite deste sábado, mas conseguiu buscar o empate de 2 a 2 contra o Goiás graças a um gol marcado pelo argentino Maxi “La Barbie” López, já nos descontos da segunda etapa da partida válida pela sétima rodada do Brasileirão de 2009. Com o resultado, o time tricolor chegou aos nove pontos, ocupando a faixa intermediária da tabela. Depois de uma primeira etapa sem gols, o atacante Felipe colocou o Goiás em vantagem aos oito minutos do segundo tempo. Tcheco, cobrando pênalti, empatou aos 14 da segunda etapa. Felipe Menezes colocou os visitantes na frente de novo aos 24. Aos 47, Maxi López fez o gol salvador do Grêmio usando a cabeça, no melhor estilo centroavante. O frio dos últimos dias deu uma trégua na tarde deste sábado em Porto Alegre, mas isto não foi o suficiente para aquecer o primeiro tempo da partida. O Goiás começou melhor. Mesmo fora de casa, a equipe do técnico Hélio dos Anjos impôs o ritmo nos minutos iniciais. Sem Souza, Paulo Autuori optou por escalar Joílson improvisado na meia-direita, tendo em vista a suspensão de Douglas Costa por expulsão no jogo ante o Fluminense, no Estádio do Maracanã, válido pela rodada passada. A resposta do jogador não foi como a esperada pelo treinador e a equipe ficou sem criatividade no setor. A solução encontrada foi a ligação direta da defesa para o ataque, facilitando a vida do adversário. Apesar disto, foi o Tricolor que assustou primeiro com um chute forte de Tcheco, aos 13 minutos. Jonas também levou perigo aos 26. Mas foi apenas isto que o Grêmio mostrou em termos ofensivos na etapa inicial.

Segundo o narrador Marco Vargas, "Tcheco é reeeeede". FONTE: ClicRBS

Segundo o narrador Marco Vargas, "Tcheco é reeeeede". FONTE: ClicRBS

Marcando com mais força e saindo em velocidade para o ataque, o Goiás assustou mais no primeiro tempo. Vitor, pela ala direita, e Iarley, eram os jogadores que mais preocupavam. Vendo que a situação estava complicada, Paulo Autuori fez duas modificações no intervalo. Jadílson entrou no lugar de Fábio Santos na lateral-esquerda. Já o zagueiro Rafael Marques ficou com a vaga de Adilson. Com isto, Réver passou a jogar de volante, mantendo o esquema 4-4-2. Logo aos oito minutos do segundo tempo, Iarley prendeu a bola na ponta esquerda até ser derrubado por Tulio. Os defensores do Grêmio ficaram “comendo mosca”, o atacante ligou rapidamente com Júlio César. O cruzamento foi perfeito e Felipe apareceu para colocar o Goiás em vantagem: 1 a 0. O gol acordou o time do Grêmio. Aos 14 minutos, Germán Herrera, que não havia ganho um lance na partida até o momento, recebeu dentro da área, se livrou do marcador e foi derrubado. Pênalti cobrado com categoria pelo capitão Tcheco: 1 a 1. A noite não era de Réver. Depois do empate, o Grêmio passou a pressionar o Goiás em busca da virada. Mas a torcida tricolor recebeu um balde de água fria aos 23 minutos. Depois de uma falha clamorosa do zagueiro Réver, Felipe Menezes invadiu a área com a bola dominada e tocou na saída de Marcelo Grohe: 2 a 1. Logo em seguida, Maxi López foi para o jogo na vaga de Jonas, formando com Herrera a dupla de ataque. E foi graças aos argentinos que o Grêmio chegou ao empate, quase milagroso. Depois de um levantamento na área do Goiás. Germán Herrera disputou no alto com a zaga. A bola sobrou para La Barbie, que, de peixinho, empatou a partida. O gol levou à loucura os torcedores que acreditaram e que se negaram a deixar o Estádio Olímpico antes do apito final. Com o resultado, o Grêmio manteve uma invencibilidade de 23 jogos dentro do Estádio Olímpico equivalente a 9 meses. A última derrota foi contra o próprio Goiás, no Brasileirão do ano passado. Agora, a equipe se prepara para o jogo contra o Cruzeiro, no Mineirão, pelas semifinais da Copa Libertadores da América, quarta-feira, em Belo Horizonte. Jadílson entrou muito bem, novamente, e vem merecendo uma chance em lugar de Fábio Santos, que voltou a jogar muito pouco neste último jogo. Germán Herrera parece ter carimbado a sua titularidade ao lado de La Barbie, ao participar dos dois gols ante o Goiás, além de ter entrado bem contra o Caracas/VEN. Se o Imortal Tricolor não foi bem, o gol no final do jogo e a raça demonstrada no segundo tempo servem de alento. E o Cruzeiro hein? Levou uma goleada de 4 a 2, em pleno Estádio Mineirão, para o inexpressivo Grêmio Barueri-SP. Basta acreditar, Grêmio…

Tchüss!


%d blogueiros gostam disto: