AZ Alkmaar Surpreende o Mundo e é o Mais Novo Campeão Holandês

by

 

Torcida do AZ fez a festa pelas ruas da pequena cidade de Alkmaar.

Torcida do AZ fez a festa pelas ruas da pequena cidade de Alkmaar.

O Campeonato Holandês acabou e com uma surpresa que surpreendeu a todo o planeta. O AZ Alkmaar, treinado pelo polêmico Louis Van Gaal se sagrou campeão com três rodadas de antecedência (acreditem!!). Antes do AZ, o último título sem representar o “Trio de Ferro” formado por Ajax, de Amsterdã, PSV, de Eindhoven, e Feyenoord, de Roterdã, foi do hoje amador D.W.S (Door Wilskracht Sterk), em 1964. Foi o primeiro título do Campeonato Nacional da Holanda conquistado pelo clube desde 1981, o seu único até então. Depois disto o futebol holandês foi amplamente dominado pelo PSV Eindhoven e com o suporte financeiro da gigante Phillips, pelo Ajax e pelo Feyenoord, este em menor escala. Foram 14 títulos do PSV, 10 do Ajax e 3 do Feyenoord. 

 

Van Gaal: após bons anos fora dos holofotes, o retorno em grande estilo.

Van Gaal: após bons anos fora dos holofotes, o retorno em grande estilo.

 O time da industrial cidade ao norte da Holanda já havia batido na trave em 2007, quando chegou líder mas perdeu o título na última rodada ao ser derrotado pelo vice-lanterna e já rebaixado Excelsior Rotterdam, caindo para terceiro. Para completar o desastre, perdeu ainda nos pênaltis a vaga na Liga dos Campeões e também o título da Copa da Holanda neste mesmo ano. No ano passado, foi muito mal e ficou em 11° lugar. Van Gaal pediu demissão, mas voltou atrás após pedidos dos jogadores, dirigentes e torcedores. E não é que deu certo? Depois de começar mal, o AZ ficou incríveis 28 partidas invicto, 11 delas sem tomar um único gol. De quebra, viu Ajax e PSV perderem pontos ridículos contra times pequenos. Tanto é que o vice-líder é o mais modesto ainda Twente, de Enschede.

Símbolo do clube.

Símbolo do clube.

 

Um prêmio para Van Gaal, que foi do céu no Ajax (quando chegou ao título mundial ante o Grêmio, vencendo nas cobranças de pênaltis a final de Tóquio em 1995) e início de Barcelona, ao inferno depois de ter comandado o fiasco da Seleção Holandesa nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2002. Ele começou a carreira de treinador justamente no AZ em 1986, antes de ser campeão europeu pelo Ajax em 1995. Os anos ruins em Barcelona, na Holanda pareciam ter colocado a carreira de Van Gaal, de péssimo relacionamento com grandes astros, no ostracismo. Mas ele conseguiu a redenção na pequena Alkmaar, no noroeste da Holanda.

O AZ Alkmaar é um clube de futebol da cidade de Alkmaar, situada nos Países Baixos, tendo sido fundado em 10 de Maio de 1967 com o nome de “AZ’ 67”, resultado da fusão do “Alkmaar’ 54” e do “FC Zaanstreek”. Nos Países Baixos, o clube é conhecido apenas como AZ, porém, internacionalmente, Alkmaar costuma ser adicionado. As cores identificadoras do clube são o vermelho e o branco (muito parecido com o uniforme do Arsenal, da cidade de Londres/ING). O atual presidente do clube é o holandês Dirk Sheringa, e o time manda os seus jogos no Estádio DSB Stadium, com capacidade para 17.023 mil pessoas (menos que o Estádio Alfredo Jaconi, pertencente ao nosso simpático Juventude, da cidade de Caxias do Sul-RS, atualmente na Série B do Campeonato Brasileiro). O AZ tem um total de 5 títulos nacionais, sendo 3 Copas da Holanda (1978, 1981 e 1982) e 2 Campeonatos Holandeses (1981 e 2009). Como se vê, é praticamente um milagre o que Louis Van Gaal fez. Reparem na festa da torcida, cantando as músicas do clube com copos de cerveja bem gelada nas mãos, diretamente das ruas de Alkmaar, no video logo abaixo.

Van Gaal armou o time no esquema 3-5-2, tendo como guarda metas o experiente austríaco naturalizado croata Didulika (jogador da Seleção da Croácia, de 32 anos); o trio de zagueiros formado pelo holandês Jaliens na direita (de 31 anos), o finlandês Moisander pela esquerda (jogador da Seleção da Finlândia, de 23 anos) e o jovem mexicano Héctor Moreno (de 21 anos) pelo centro; no meio de campo jogam o brasileiro natualizado holandês Mendes da Silva (cabeça de área de 28 anos), o holandês e capitão do time Schaars mais a frente (de 25 anos, volta e meia é convocado para a Seleção Holandesa), aberto pela direita o holandês De Zeeuw (de 25 anos, reserva da Seleção Holandesa), aberto pela esquerda o também holandês Van Der Velden (de 27 anos) e encostando nos atacantes o rápido belga Maarten Martens (de 24 anos, titular da Seleção da Bélgica); no ataque, o belga Dembelé (de 21 anos, promessa da Seleção Belga) e o habilidoso marroquino El Hamdaoui (de 24 anos). O ponto forte do time é a rápida passagem do meio de campo ao ataque com poucos toques (principalmente passando pelos pés dos experimentados De Zeeuw e Schaars), até a finalização das jogadas, quase sempre, com o marroquino El Hamdaoui. Prestem atenção nos videos!!! Fiquem atentos, em especial, ao marroquino e ao menino Dembelé. Eles formam uma dupla de ataque afinadíssima e muito entrosada com o meia de ligação Maarten Martens. A velocidade e a habilidade de El Hamdaoui impressionam: gols de sem pulo, passadas rápidas pelos dois lados do campo e muita facilidade para se desvencilhar dos adversários (tudo bem que estamos falando de futebol holandês, mas ele conseguiu tais feitos contra o Trio de Ferro da Holanda também, se formos observar). Tem um gol do garoto Dembelé no qual ele dribla toda a defesa do Willem II e o narrador chega dar uma “gaitada” quando ele marca o gol. Vale a pena conferir! Eu, particularmente, achei que tal feito jamais seria alcançado, haja vista que o campeão nacional da Holanda, quase sempre, é PSV Eidhoven ou Ajax. Parabéns ao AZ Alkmaar. O futebol holandês finalmente tem algo de “diferente”, após tantos anos de inércia e falta de emoção…

Ah, eu já ia me esquecendo. Descobri esse último video, com a comemoração dos integrantes do AZ Alkmaar (direção, jogadores e comissão técnica) do palanque em que eles confraternizaram com a torcida. Se forem observar, verão que há um jogador acenando com uma bandeira do Brasil. É o brasileiro Ari, de 1m83cm, natural de Fortaleza-CE, jogador criado nas categorias de base do Fortaleza-CE/BRA, centroavante de camisa número 9, atualmente com 23 anos, com passagem pelo clube sueco Kalmar FF (2006-2007), atualmente na reserva do belga Dembelé. Até lá tem brazuca…

Tchüss!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: