Boyacá Chicó Quer Surpreender o Time de Melhor Campanha na Libertadores

by
Símbolo do Boyacá Chicó/COL.

Símbolo do Boyacá Chicó/COL.

Boyacá Chicó Fútbol Club, clube colombiano fundado em 26 de Março de 2002, na qual tem como sede a cidade de Tunja. Seus torcedores são conhecidos como “ajedrezados” em razão do uniforme oficial do clube, em que emergem as cores branco e verde, ter como estampa na camisa vários quadrados bicolores (se fossem preto e brancos, seriam o popular “xadrez”). Campeão da Segunda Divisão da Colômbia em 2003, o Boyacá Chicó/COL  conquistou o título do Torneo Apertura do Campeonato Colombiano 2008, razão pela qual, vem disputando (pela primeira vez em sua história) a fase de grupos da Copa Libertadores da América. O clube atualmente é presidido por Eduardo Pimentel Murcia, e manda os seus jogos no Estádio La Independência, com capacidade para 8.500 pessoas. No video abaixo, a primeira partida do Boyacá Chicó/COL, na qual os colombianos venceram o Aurora/BOl por 3 tentos a zero, com dois golaços de Anthony Tapia e um de Mahecha.

Feito este pequeno resumo histórico sobre o Boyacá Chicó/COL, próximo adversário do Grêmio na Libertadores,  é chegado o momento de analisar o time taticamente, e deliberar sobre a situação vivida pelo clube nos dois torneios que vem disputando (Torneo Apertura do Campeonato Colombiano 2009 e Copa Libertadores da América 2009). O time treinado por Alberto Miguel Gamero, joga no esquema 4-4-2, com a seguinte formação titular: Velásquez; Pedro Pino, Galicia, Mario Garcia e Ormedis Madera; Leonardo Lopez, Juan Mahecha, Edwin Móvil e Anthony Tápia; Raul Asprilla e Juan Nuñez. O forte do time está no meio de campo. Mahecha, Edwin Móvil e Anthony Tapia formam um triângulo, e mudam o posicionamento, alternando as suas colocações, de acordo com a situação de jogo (por exemplo: Tapia encosta mais nos atacantes quando o Boyacá contra-ataca, enquanto Mahecha e Móvil abrem pelos lados; quando o time é atacado, Tapia toma a posição de Móvil, que fica mais à frente para dar o combate direto ao articulador adversário, enquanto Mahecha se une à dupla de zaga para evitar a infiltração inimiga).

Souza comemora, ante os estupefatos "enjedrados", o gol que deu a vitória ao Grêmio em Tunja por 1 a 0.

Souza comemora, ante os estupefatos "enjedrezados", o gol que deu a vitória ao Grêmio em Tunja por 1 a 0, no jogo de ida da Fase de Grupos da Libertadores 2009.

Neste último final de semana, o Boyacá Chicó/COL goleou o Cúcuta/COL em jogo válido pelo Torneo Apertura por 4 a 0, alcançando a vice-liderança do Campeonato Colombiano, estando apenas 2 pontos atrás do atual líder Tolima/COL (clube que foi eliminado pelo Grêmio na fase de grupos da Copa Libertadores da América em 2007, quando do vice-campeonato do Imortal Tricolor). Como o Boyacá Chicó/COL depende de uma combinação de resultados improvável, a tendência é que este jogo seja os eu último pela Libertadores 2009 (precisa vencer o Grêmio para não depender do resultado entre Universidad de Chile/CHI e Aurora/BOL em Cochabamba; empatar com o Grêmio e torcer por empate do Universidad de Chile/CHI; empatar com o Grêmio e torcer para que o Uiversidad não vença o Aurora por mais de 1 gol; ou para que o Aurora/BOL, “saco de pancadas do grupo”, derrote o Universidad e faça os seus primeiros pontos no torneio justamente na sua despedida). Dá para se afirmar, sem muito medo de errar, que Grêmio e Universidad de Chile/CHI devem ser os classificados às oitavas de final, consoante se previa inicialmente. Os colombianos são muito fracos tecnicamente, conforme eu pude atestar após assistir à vitória do Grêmio de 1 a 0 em Tunja, e não deverão oferecer resistência ao Imortal Tricolor no jogo desta terça-feira, às 19h30, no Estádio Olímpico Monumental, que tem um time muito melhor em todos os sentidos. O Grêmio lidera o grupo com 13 pontos, o Boyacá Chicó/COL é o segundo com 9 pontos e saldo + 3, o Universidad de Chile/CHI é o terceiro com 7 pontos e saldo +1; e o Aurora/BOL é o quarto colocado com 0 pontos. Segue infra, o video da goleada de 3 a 0 sofrida pelo Boyacá Chicó/COL ante o Universidad de Chile/CHI em Santiago.

Tchüss!!

Anúncios

Uma resposta to “Boyacá Chicó Quer Surpreender o Time de Melhor Campanha na Libertadores”

  1. Gustavo Says:

    Nem tecerei comentários acerca da vitória tricolor de ontem. Certamente haverá um post para isso, onde poderei fazê-lo.

    Como esse post se destina ao Boyacá, quero fazer um elogio ao time colombiano. Apesar da falha no posicionamento da defesa no último gol, a escrete da fumaça apresentou certa organização tática, bom toque de bola e algumas individualidades. Me agradou a atuação do lateral esquerdo, e o Caneo, aprimorando um pouco, se torna um jogador importante.

    Assim, méritos do Grêmio, que venceu bem uma equipe que jogou mais do que sua tradição permitia e só ficou de fora da libertadores graças à ruindade do Aurora, esse sim um time deplorável.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: