Empresário de Alecsandro Solta o Verbo

fevereiro 1, 2011 by

Há um desgaste injustificável com a torcida, um exagero muito grande. Os colorados não gostam de jogador que faz gols, mas só de ‘firulinha’. A torcida colorada é muito esquisita“. [OLDEGARD FILHO, empresário do centroavante do Internacional de Porto Alegre, Alecsandro, inconformado com as críticas a seu representado]

Ligam a todo o momento para saber se o ciclo acabou. Fazem perguntas querendo que você responda o que querem ouvir. É mais um motivo para Alecsandro sair“.  [OLDEGARD FILHO, empresário do centroavante do Internacional de Porto Alegre, Alecsandro, revelando inconformidade com a imprensa gaúcha também]

OPINIÃO DESTE BLOGUEIRO:  O pior é que o procurador do atleta está completamente certo. O que “a imprensa marrom” faz é desumano. O desgaste emocional é até inevitável, tendoas est em vista as atitudes desenfreadas de alguns jornalistas, sempre buscando polemizar para poder “vender jornal”. Não aguento mais ligar o rádio e ouvir determinados jornalistas entrevistando uma pessoa aqui e outra ali, questionando se o ciclo de Alecsandro acabou ou não, o mesmo ocorrendo com Renan e Guiñazu. Não foi à toa que Jorge Fossati perdera as estribeiras, certa feita, em plena entrevista coletiva. Isso não é jornalismo, é tortura psicológica.

Gre-Nal 384: Primeiro Clássico “Internacional” – Imortal Banguzinho 2×1 Inter B

janeiro 31, 2011 by
Bruce Lins (apelido dado pela torcida gremista ao jogador) aproveitou a única chance que teve para decretar a vitória gremista no Gre-Nal 384. FONTE: Valdir Friolin

Bruce Lins (apelido dado pela torcida gremista ao jogador) aproveitou a única chance que teve para decretar a vitória gremista no Gre-Nal 384. FONTE: Valdir Friolin

O Inter B se reapresentou em dezembro de 2010. Todos os profissionais do Grêmio se apresentaram há 24 dias atrás. O Inter B estava com mais ritmo de jogo, mais preparado, porém, o Banguzinho gremista tinha melhor qualidade técnica, até porque, contava com 1 titular (Adilson) e alguns reservas imediatos (Diego Clementino, Vilson, Mário Fernandes e Marcelo Grohe).

Bruno Collaço comemora o gol de empate tricolor, admirado por um incrédulo Daniel (à esquerda na foto). FONTE: Valdir Friolin

Bruno Collaço comemora o gol de empate tricolor, admirado por um incrédulo Daniel (à esquerda na foto). FONTE: Valdir Friolin

O primeiro e único Clássico Gre-Nal disputado em terras estrangeiras não teve o público que merecia (apenas 7 mil pessoas). Foi uma peleia típica de Campeonato: sem muita qualidade técnica, mas extremamente brigado. O jogo foi muito centralizado. Muito “perde e ganha” de posse de bola. De qualquer modo, foi um Gre-Nal bem disputado. Houve muitas chances de parte a parte. O Imortal Banguzinho foi mais competente.



Diego Clementino perde o primeiro "gol feito" no Gre-Nal Estrangeiro. FONTE: Valdir Friolin

Diego Clementino perde o primeiro "gol feito" no Gre-Nal Estrangeiro. FONTE: Valdir Friolin

O Inter B não havia feito Grohe trabalhar até então, quando Guto abriu o placar aos 38min do primeiro tempo, após cobrança de escanteio e falha de Vilson (que não acompanhou o deslocamento do centroavante autor do tento). Diego Clementino, de atuação irregular, perdera 1 gol feito de fronte a Muriel, após passe perfeito de lençol por parte de Maylson, e haveria de perder outro, desta vez, sem goleiro na segunda etapa. O Banguzinho sentiu o gol e acabou o primeiro tempo pressionado pelo Inter B. No segundo tempo, o treinador gremista, Roger Machado, trocou ideias com Renato Portaluppi via telefone celular: saída de Vilson para entrada de Willian Magrão. Maylson passou para a lateral-direita, Mário Fernandes saiu da lateral-direita e foi para a zaga, e Willian Magrão ocupou no meio a função que era de Maylson. O Banguzinho atirou-se pra cima do Inter B. Ato contínuo, Lins substituiu Mithyuê, ainda no início do segundo tempo. Resultado: o Banguzinho mostrou que, tal como o time titular, é IMORTAL. Bruno Collaço empatou de falta, após falta cavada por Wesley (bom centroavante, pega pouco na bola, mas resolve quando a pelota chega nele; confirmou o que eu já havia visto na sub-20). Achei que houve falha do goleiro Muriel, pois a bola foi praticamente no meio do gol e fraca. Armou muito mal a barreira, tanto, que encobriu a sua visão.  Aos 27min do segundo tempo, veio “o golpe de misericórdia”: após chutão de Marcelo Grohe colocando a bola em jogo, o volante colorado Nathan deu uma rosca na pelota, a qual tomou uma trajetória estranha para trás, deixando Lins livre para desviar a bola do alcance do goleiro Muriel e aniquilar o clássico: 2 a 1 justo, e agora Lins passa a ameaçar o posto de 12º jogador de Diego Clementino. Grêmio é o ÚNICO invicto do Campeonato Gaúcho 2011, ÚNICO vencedor de um Gre-Nal realmente “internacional”…



Tchüss, fusballteigers!!

Roma/ITA e Bologna/ITA jogam apenas 17 minutos e jogo é suspenso

janeiro 31, 2011 by
LAMENTÁVEL. Alguém entendeu porque o jogo foi suspenso? Isso é LUXO no Campeonato Gaúcho... FONTE: CalcioMercato.it

LAMENTÁVEL. Alguém entendeu porque o jogo foi suspenso? Isso é LUXO no Campeonato Gaúcho... FONTE: CalcioMercato.it

Tchüss!!

Grêmio Anuncia Contratação de Rodolfo e Deve Anunciar Everton

janeiro 28, 2011 by
Rodolfo vem para ser o xerife da defesa gremista. FONTE: Site do Lokomotiv Moscou/RUS

Rodolfo vem para ser o xerife da defesa gremista. FONTE: Site do Lokomotiv Moscou/RUS

O Imortal Tricolor apresentou no início da tarde desta sexta-feira o zagueiro Rodolfo. Canhoto, o jogador de 28 anos foi uma indicação do técnico Renato Portaluppi, que já trabalhou com o jogador em 2002 no Fluminense-RJ/BRA. Rodolfo atuou por sete temporadas na Europa e garante que está muito motivado com a volta ao futebol brasileiro. Ele prometeu dar a vida pela camisa do Grêmio:

Vou fazer tudo o que eu sei e mais um pouco. Além das minhas características individuais, vou ter que trabalhar para conseguir as vitórias. Vim pra comer grama. Estou com muita vontade de jogar futebol. Não vai faltar vontade — promete o novo zagueiro do Grêmio.

Rodolfo era capitão do Lokomotiv de Moscou/RUS, havia jogado 4 anos no Dínamo Kiev/UCR, e profissionalizou-se no Fluminense-RJ/BRA. A meu ver, ele vem para ser titular. Se jogar tudo que sabe, Rodolfo não terá dificuldades para firmar-se entre os titulares gremistas. Dono de uma “patada” com a perna esquerda, Rodolfo se notabiliza pelos gols em cobranças de falta de longa distância, pela grande imposição no cabeceio e pela desenvoltura que tem para sair jogando – algo raro para um zagueiro. Ele assinou contrato até o fim de 2011 por empréstimo, sem passe fixado. Rodolfo tem contrato até 2013 com o clube moscovita.

Quanto à Everton, este volante jovem, de 26 anos, o qual começou no Prudente-SP/BRA, teve boa passagem por Fluminense-RJ/BRA e estava no Cruzeiro-MG/BRA, deve desembarcar na próxima segunda-feira para fazer exames médicos no Monumental e assinar contrato de empréstimo por  ano. O jogador é volante e vem para disputar posição. Eu, particularmente, não teria trazido este atleta. Acho que ele tirará o espaço dos garotos da base do Grêmio, sendo que está em igualdade de qualidade com estes.

Tchüss!!

 

Estreia com Cara de Libertadores: Liverpool/URU 2×2 Grêmio

janeiro 28, 2011 by
André Lima marcou 2 gols e incendiou a Geral do Grêmio em pleno Estádio Centenário no Uruguai. FONTE: ClicRBS

André Lima marcou 2 gols e incendiou a Geral do Grêmio em pleno Estádio Centenário no Uruguai. FONTE: ClicRBS

Ouvi e li muita gente reclamando da atuação gremista. Foram poucos os que elogiaram. Concordo que o Grêmio apenas assistiu ao segundo tempo e que, embora tenha feito uma boa partida na primeira etapa, cometeu alguns erros de marcação. A questão é que houve pouco tempo de preparação (20 dias). Uma pré-temporada extremamente rápida e feita às pressas, face ao apertado calendário brasileiro futebolístico. Ademais, o Imortal Tricolor enfrentou uma equipe que vinha se preparando desde o início de dezembro para este confronto, logo, tinha bem mais preparo físico e ritmo de jogo. Sem contar que o jogo foi na casa do adversário, em que pese a torcida gremista tenha “invadido” o Uruguai. Tudo isso precisa ser relevado. O resultado foi ÓTIMO: 2 a 2 permite ao Grêmio empatar em 0 a 0 ou em 1 a 1 e, mesmo assim, levar a vaga. Isso é Libertadores. Desentendimento entre os jogadores, chegadas fortes, campo sem condições de jogo. O único objetivo Tricolor é eliminar o Liverpool/URU do jeito que der, com o que tem, para na fase de grupos entrosar bem o time com as 3 novas contratações que deverão ser inscritas após a fase preliminar da Copa Libertadores da América 2011. A ideia é acabar em primeiro lugar na fase de grupos para poder pegar os times mais fáceis no mata-mata, até porque, só há times fracos no futuro grupo tricolor. Aliás, o Liverpool/URU não é tão fraco como diziam. O habilidoso Franco, o aguerrido capitão Macchi (que lembra Maxi López) e o rápido Emiliano Alfaro são  figuras marcantes no time uruguaio. Atletas que deram a vida em campo. Agora o goleiro Mathias Castro, sim, este é uma piada. O Grêmio deveria ter chutado mais a gol, sem embargo, o resultado foi ÓTIMO, volto a dizer…

Ficha do jogo:

LIVERPOOL (2)
Matias Castro; Souza Motta, Juan Alvez e Hugo Souza; Maxi Montero, Carlos Macchi, Hernan Figueredo (Silvera), Maureen Franco (Figueroa) e Mauricio Felipe; Emiliano Alfaro e Nicolas Guevara (Blanes).
Técnico: Eduardo Favaro.

GRÊMIO (2)
Victor; Gabriel, Paulão, Rafael Marques e Gilson (Diego Clementino); Fábio Rochemback, Vilson, Lúcio e Douglas; Júnior Viçosa (Vinicius Pacheco) e André Lima (Lins).
Técnico: Renato.

Pré-Libertadores, 26/01/2011
Horário: 22h (horário de Brasília).
Local: Estádio Centenário, em Montevidéu (Uruguai).
Arbitragem: Carlos Torres, César Franco e Darío Gaona, trio paraguaio.
Gols: André Lima, aos 6 e aos 14; Maureen Franco e Guevara, aos 25 do 1º tempo.
Cartões amarelos: Souza Motta, Blanes, Emiliano Alfaro e Carlos Macchi (Liverpool); Paulão, Gabriel, André Lima e Gilson (Grêmio).

Tchüss, fussbalteigers!!

Antes de Entrar em Férias, a Noite de Duas Peleias em Uma no TYMV

janeiro 26, 2011 by

Após 15 dias de ausência e 7kg a menos, este relator estava com fome de bola – ainda mais que se tratava do último jogo do toco y me voy futsal, antes das férias. Motivadíssimo pelas circunstâncias que levavam àquela conjuntura, coloquei-me à disposição para a escolha dos times (algo que não ocorria há tempos). Ratobol aceitou o desafio. Além de a sorte ter me acompanhado, haja vista que venci na disputa do “par ou ímpar”, formatei um time aguerrido, com boa saída de jogo e uma ótima conscientização tática. Kelson faltara à peleia – informação difundida há 3 minutos do início da partida, e Fontana, mais uma vez, salvou a peleia do Toco y e Voy, realizando uma contratação que mexeria com as estruturas da nossa imortal peleia semanal. Apostei na juventude do novato Caloi, estagiário franzino trazido às pressas pelo “Salvador da Pátria” Gustavo Fontana (ou seria José Mayer?); enquanto Ratobol, preferiu apostar no faro de gol de Cleitão.

Os primeiros 10 minutos foram de constante estudo, havendo lances de perigo de ambas as partes. Contudo, o Time Colorido acertou-se em quadra e passou a fazer valer as escolhas feitas por este relator. O jovem Caloi era uma grata surpresa: corria por todas as partes da quadra, fazia com raro brilho o “toco y me voy” e ainda aparecia para arrematar a gol (seu único efeito, pois batia apenas de chapa). Junique demonstrava toda a sua combatividade na defesa e, de quebra, tornara-se o goleador da peleia com 3 tentos. Eu, Diogo e Fontana apenas fazíamos o time rodar. De outro canto, muita transpiração, muita dedicação do Time Azul capitaneado por Ratobol, mas pouca efetividade nos momentos decisivos. Bartt corria por ele e por Cleitão, mexia-se incessantemente pela quadra, mas Gerson não conseguia acompanhar o seu ritmo. Alemão não estava numa noite inspirada, sendo facilmente neutralizado pelo Time Colorido. A goleada foi alcançada pelo Time Colorido sem muita resistência de parte dos azuis. Foi então que Junique olhou para Diogo com uma face autoexplicativa e sentenciou: “Cara, vamos mexer nos times! Tá sem graça“. O Time Azul aceitou, e Junique passou para os azuis (no intuito de dar maior consistência defensiva ao quinteto e maior chegada à frente), ao passo que Cleitão – em nova atuação apagada, passou para os coloridos. Finalizada a primeira peleia de 35 minutos. Era chegada a hora de uma nova peleia, agora com 25 minutos.

O segundo jogo teve outra dinâmica. Com Cleitão mais avançado no Time Colorido, sem muitas aptidões de marcação, o Time Azul começou em cima, pressionando os coloridos. Junique e Rato iniciavam as jogadas e aguardavam a passagem dos movediços Alemão e Bartt. Entretanto, aquele domínio inicial não se transformara em gols. O Time Colorido abriu 1 gol de diferença, por intermédio deste relator. Na sequência, os azuis resolveram acertar a pontaria e fizeram 2 gols de autoria de Gerson, virando o marcador. O Time Azul ameaçou dominar a partida naquele instante, conseguiu sustentar o placar durante um certo tempo, mas o jovem Caloi apareceu novamente para desequilibrar, tabelando com este relator e com Diogo, pifando-nos diante do gol adversário na base do toque de bola: foi uma chuva avassaladora de gols, a qual culminou num estrondoso 5 a 0. Fontana demonstrou bom toque de bola na armação. Cleitão, mesmo “com o frio-de-mão puxado”, anotou 2 gols e tentou ser dedicado na marcação. O Time Azul entregou-se após nova virada do marcador. O balãozinho aplicado por Junique neste relator, com certeza foi para o seu “dvd de melhores momentos” editado pelo empresário-irmão. Assim mesmo, nova goleada foi edificada, e este relator – que vinha de 2 derrotas amargas, foi à forra com 6 gols, inclusive driblando goleiro e chutando para o gol vazio. Particularmente para este relator, foi a ressurreição em 2011. TYMV futsal, agora, só em março de 2011…

———————————————————- —

SÚMULA DO JOGO # 138

** TIME COLORIDO:

01-Fontana

02-Junique

03-Diogo Carioca

04-Caloi

05-Zerbes(C)

———————–

8

x

2

———————–

** TIME AZUL:

01-Alemão Pizoni

02-Ratobol(C)

03-Bartt

04-Gerson, o canhotinha de latão

05-Cleitão

———————————————————-

SÚMULA DO JOGO # 139

** TIME COLORIDO:

01-Fontana

02-Diogo Carioca

03-Caloi

04-Zerbes(C)

05-Cleitão

———————–

8

x

3

———————–

** TIME AZUL:

01-Alemão Pizoni

02-Ratobol(C)

03-Junique

04-Bartt

05-Gerson, o canhotinha de latão

———————————————————-

LOCAL: Ginásio Poliesportivo da PUCRS /térreo – quadra 1

HORA: 20h

DATA: 25 de janeiro de 2011.

———————————————————-

Tchüss, fusballteigers!!!

A Peleia do Desdém no TYMV

janeiro 26, 2011 by

Eeste relator ficou fora da última partida disputada, em razão de preparação para um concurso público, além de uma intoxicação intestinal violenta, a qual me rendeu 5kg a menos. O mais inusitado é que demorei a receber informações sobre esta peleia. Achei que alguém até fosse publicar neste espaço, em mina substituição. Não foi o que ocorreu. O pessoal demonstrou total “desdém”. Ouvi alguns relatos indignados pela baixa qualidade técnica do jogo. Outras vozes reclamaram da falta de comprometimento de alguns em quadra. Outros por ficar apenas aguardando o telefonema para jogar o jogo, sem demonstrar o mínimo interesse em ajudar na realização da peleia. Eu lavo as minhas mãos. Como se sabe, é sempre “um parto” conseguir reunir 10 fiéis para jogar este encontro futebolístico semanal. Hoje em dia, havendo muitas ausências, época de verão e festas, fica extremamente complicado conseguir gente, e ainda mais, “mão-de-obra qualificada”.

De qualquer modo, segundo relatos, Kelson foi a grande figura deste jogo. Cleitão voltou com francas dificuldades físicas, não conseguindo deslocar-se com velocidade. Dizem até que ele havia dormido antes da peleia, razão pela qual, escancarava um semblante cansado, de exaustão. Kelson teria se superado em quadra, inclusive, marcando importantes gols. Além disso, o time de Kelson, formado por jogadores rápidos e de toques inteligentes (essencialmente Bartt, Ratobol e Ricardinho), soube envolver os aguerridos atletas do time formado por Diogo, Cleitão e cia., chegando com certa facilidade à goleada. Esta foi a síntese do penúltimo jogo do TYMV antes das férias…

———————————————————- —

SÚMULA DO JOGO # 137

** TIME COLORIDO:

01-Diogo Carioca(C)

02-Fontana

03-Alemão Pizoni

04-Gerson, o canhotinha de latão

05-Cleitão

———————–

4

x

11

———————–

** TIME AZUL:

01-Bartt

02-Ratobol(C)

03-Roger Secco

04-Ricardinho Laudrup

05-Kelsinho Mão de Pilão

———————————————————-

LOCAL: Ginásio Poliesportivo da PUCRS /térreo – quadra 1

HORA: 20h

DATA: 18 de janeiro de 2011.

———————————————————-

Tchüss, fusballteigers!!!

No Retorno de Bartt, Após “o Transatlântico das Cariocas”, Vitória da Determinação no TYMV

janeiro 12, 2011 by

De início, pensou-se que os times estavam desparelhos. O Time Colorido chegou a abrir 4 a 0, jogando naturalmente, mas os erros de passe começaram a minar a atuação do time. Os azuis passaram “dar a vida” em quadra, correram muito a peleia toda e viraram o marcador para surpreendentes 4 a 0. Há 15 minutos do final, parecia treino ataque-defesa, de tanta pressão que o Time Colorido exercia. Contudo, o Time Azul teve em Bartt a sua grande figura, tendo feito na posição de goleiro defesas que salvaram o seu quinteto de um possível empate, quiçá possível derrota. Apenas uma bola reboteada de Diogo Carioca entrou na meta de Bartt. Houve 3 bolas na trave ainda. O resultado ficou justo pela determinação e dedicação elogiáveis dos azuis. Faltam 2 jogos para o TYMV entrar em férias…

———————————————————- —

SÚMULA DO JOGO # 136

** TIME COLORIDO:

01-Diogo Carioca

02-Benninho Carioca

03-Ricardo Laudrup

04-Kelsinho Mão de Pilão

05-Zerbes

———————–

8

x

11

———————–

** TIME AZUL:

01-Alemão Pizoni

02-Ratobol

03-Bartt

04-Junique

05-Gerson, o canhotinha de latão

———————————————————-

LOCAL: Ginásio Poliesportivo da PUCRS /térreo – quadra 1

HORA: 20h

DATA: 11 de janeiro de 2011.

———————————————————-

Tchüss, fusballteigers!!!

Toco Y Me Voy Futsal Começa 2011 com “Jogo de Veteranos”

janeiro 6, 2011 by

Apenas 2 semanas sem TYMV e a gurizada já sentiu. A falta de preparo físico de todos foi notória. Quase todos retornaram acima do peso. A peleia foi braba de se ver. Sem goleiros, os “galetos” foram inevitáveis. Kelsinho (lembram dele???) levou dois tentos incríveis no meio do gol. Venceu o time que cometeu menos erros de fronte o gol adversário.

———————————————————- —

SÚMULA DO JOGO # 135

** TIME LARANJA:

01-Gerson, o canhotinha de latão

02-Benninho Carioca

03-Ricardo Laudrup

04-Kelsinho Mão de Pilão

05-Zerbes

———————–

8

x

9

———————–

** TIME AZUL:

01-Alemão Pizoni

02-Ratobol

03-Diogo Carioca

04-Junique

05-Cleitão

———————————————————-

LOCAL: Ginásio Poliesportivo da PUCRS /térreo – quadra 1

HORA: 20h

DATA: 5 de janeiro de 2011.

———————————————————-

Tchüss, fusballteigers!!!

Cada vez mais Portaluppi

dezembro 27, 2010 by

Quando o então presidente Duda Kroeff confirmou Renato Portaluppi como o substituto de Silas no comando técnico gremista, uma questão atormentou os tricolores: como não misturar a imagem de ídolo do clube com a de treinador? Claro que outra ponderação, aquela do “vai dar certo?” também foi feita, já que Portaluppi, mesmo com a conquista de uma Copa do Brasil e de um vice campeonato da América, ambos pelo Fluminense, ainda era um técnico que precisava se afirmar no cenário nacional. Renato era uma incógnita.

Portaluppi assumiu como treinador do Grêmio numa situação crítica. A parada da Copa do Mundo não fez nada bem ao elenco Tricolor. Silas, que mesmo com a conquista do Gauchão nunca agradou a torcida, não conseguiu comandar o vestiário e dentro de campo o time desabou. Kroeff não tinha saída, demitiu Silas e foi buscar na Bahia o maior ídolo gremista para realizar uma missão: evitar uma nova queda para a segunda divisão. Mas Portaluppi foi além.

Na mão dele o Grêmio voltou a ser um time. Os problemas no vestiário desapareceram, já dentro de campo o Tricolor renascia. A vitória contra o Corinthians foi o marco zero da recuperação gremista. Ao final da partida Portaluppi disse eufórico: “Vitória de quem quer chegar na Libertadores”. A partir dali o Grêmio teve uma recuperação extraordinária. Renato, além de dar um ótimo padrão de jogo à equipe, recuperou o futebol de Douglas, jogador fundamental do meio campo Tricolor. Além disso, nomes desconhecidos como Vilson, Paulão e Diego Clementino, contratados por indicação de Portaluppi, se encaixaram perfeitamente no espírito Tricolor.

Resultado disso foi o título simbólico de campeão do 2º turno nacional e a vaga para a pré-Libertadores, algo impossível de se imaginar depois dos maus resultados de Silas. Portaluppi deu certo. Essa foi a grande notícia de 2010 para os gremistas. Para 2011, o Grêmio parte com uma boa base. Com contratações pontuais, o Tricolor tem tudo para brigar por grandes títulos, e por consequência, Portaluppi se consolidará cada vez mais como o maior ídolo da história gremista.

Grêmio Anuncia a Primeira Contratação para a Temporada 2011 e Mira Zagueiro Castelhano

dezembro 23, 2010 by
Lins chega para disputar posição com Jonas, Borges, André Lima, Diego Clementino, Jr. Viçosa e Bergson. FONTE: Site do Grêmio

Lins chega para disputar posição com Jonas, Borges, André Lima, Diego Clementino, Jr. Viçosa e Bergson. FONTE: Site do Grêmio

O Imortal Tricolor anunciou o seu primeiro reforço para a Temporada 2011: o atacante Lins. O atleta foi apresentado no início da noite desta quarta-feira e ficará por empréstimo até o final do ano, com opção de compra.

Trazido do Criciúma-SC/BRA, clube no qual fez grande temporada – tendo ajudado o Tigre Catarinense a subir da Sèrie C para a B, o jogador de 23 anos  iniciou a sua carreira futebolística no Camaçariense-BA, tendo passado depois por uma série de clubes do interior paulista. Com a oportunidade de disputar uma Libertadores, Lins não disfarçou a alegria em jogar pelo Grêmio, afirmando que está realizando um sonho. No vídeo abaixo, o gol decisivo de Lins, aos 45min do segundo tempo, ante o Caxias-RS/BRA no Campeonato Brasileiro da Série C.

O atacante retornará para a cidade de São Paulo ainda nesta quarta-feira para resolver questões pessoais. Lins se apresentará com o restante do grupo no dia 4 de janeiro.

Ficha técnica:
Nome: Lins Lima de Britto
Posição: Atacante
Data de nascimento: 11 de setembro de 1987 (23 anos)
Local de nascimento: Camaçari/BA
Altura: 1,72 m
Peso: 69 kg

Clubes:
Camaçariense (2004-2006)
Mogi Mirim (2006-2008)
São Caetano (2008)
Paulista (2008)
Guarantinguetá (2009)
Ponte Preta (2009)
Mirassol (2010)
Criciúma (2010)

Quem pode vir a desembarcar no Estádio Olímpico Monumental também é o zagueiro uruguaio Coates. Sebástian Coates tem 20 anos de idade, é titular do Nacional/URU, foi titular em todas as Seleções Uruguaias de base e é tido como o sucessor de Lugano, razão pela qual, é chamado de “Luganito” por lá. Coates já havia sido sondado pelo Imortal Tricolor no início de 2010, mas tudo não passou de especulação. O jogador seria pretendido também por Botafogo-RJ/BRA, Cruzeiro-MG/BRA, São Paulo-SP/BRA e Lazio/ITA. Como a direção gremista mantém a política de se pronunciar apenas quando do fechamento contratual, segue a especulação. Confesso que não conheço o atleta. Ele jogou contra o Grêmio um amistoso no início de 2010, o qual o Tricolor venceu o maior clube do Uruguai por 3 tentos a 1.

Coates: o futuro companheiro de Paulão na zaga gremista? FONTE: El Ovación

Coates: o futuro companheiro de Paulão na zaga gremista? FONTE: El Ovación

Tchüss!!

Primeiro TYMV em Quadra Sintética Celebra o Fim de 2010 e Termina com Churrasco e um Guerrilhado Empate

dezembro 22, 2010 by
Cleitão, Benninho Carioca, Fontana, Junique, Renatinho (agachado), RodriNIGHT, Zerbes, Alemão Pizoni, Pedro Henrique, Ratinho (agachado), Bartt, Cuervo, Galli ("o assador") e Dioguito Carioca na churrascada pós peleia do TYMV na HD dos Eucaliptos, em Porto Alegre-RS. FONTE: Samsung SHD Lens do Zerbes

Cleitão, Benninho Carioca, Fontana, Junique, Renatinho (agachado), RodriNIGHT, Zerbes, Alemão Pizoni, Pedro Henrique, Ratinho (agachado), Bartt, Cuervo, Galli ("o assador") e Dioguito Carioca na churrascada pós peleia do TYMV na HD dos Eucaliptos, em Porto Alegre-RS. FONTE: Samsung SHD Lens do Zerbes

Futebol 7 era algo totalmente inimaginável em termos de TYMV. O TYMV sempre fora jogado em quadras de futsal. A ideia de realizar um último jogo em quadra sintética, com direito a churrasco e confraternização, convocando o maior número possível de tocoymevoyzenses partiu de Bartt. Tal ideia encontrou acolhida entre os integrantes do grupo e, na noite de ontem, perfectibilizou-se a dita festividade.

Sucesso total. Divididos os times com antecedência, tendo havido discussão sobre as formações entre Zerbes, Ricardo, Alemão Pizoni e Diogo Carioca, foi bem mais fácil articular o jogo do que das outras vezes. Os dois times estavam bastante parelhos. Prova disso, foi o resultado: 5 a 5, com boas oportunidades de gol para ambos os lados. O Time Colorido, liderado por este relator que vos fala, era formado em sua maioria por integrantes da Turma 159/2001-5/Manhã de Direito da PUCRS, enquanto o Time Verde, liderado por Diogo Carioca, era formado em sua maioria por integrantes do Colégio Santa Cecília. Portanto, há anos atrás, estes atletas já jogavam bola juntos. Havia um histórico de entrosamento entre os dois times. Inclusive, este relator convenceu RodriNIGHT, após meses de ausência no TYMV face a uma luxação em um dedo da mão direita, a jogar esta peleia festiva de fim de ano, abrindo uma exceção. Tchê, mas que BAITA volta deste arqueiro! Mesmo há muitos meses sem jogar, voltou a fechar a meta e “operar milagres” como nos velhos tempos. Contratação justificada.

O fato é que o Time Colorido abriu o marcador logo o início da partida: após chute forte de Bartt, o goleiro do Time Verde (Vinny) deu rebote e Zerbes não perdoou, abrindo o placar com um leve toque para o fundo das redes. Na sequência, o Time Verde reagiu na base do toque de bola. Sempre saindo para o jogo com o trio Benno, Diogo e Ricardo, os verdes envolveram a marcação do Time Colorido e virou o marcador com dois gols de Cleitão, sendo o segundo um belo chute na furquilha esquerda do goleiro colorido RodriNIGHT. O jogo ficou mais pensado. Os verdes resolveram dar uma maior cadenciada na peleia. Durante um bom tempo o jogo ficou em 2 a 1. Até que Cuervo tentou lançamento para Zerbes, Ratinho errou ao tentar rebater, a pelota sobrou na feição para o centroavante do Time Colorido, o qual bateu nela sem deixá-la cair. “Pegou na veia” – como se diz no futebolês. Mais um belíssimo tento no TYMV versão sintética. Na comemoração de Zerbes, houve KIDIABWAKA (a dancinha típica do goleiro do Mazembe/RDC, Kidiaba). Ainda aproveitando o momento de instabilidade emocional do Time Verde, Cuervo pegou uma sobra de bola e enfiou “o pé na cajarana”: o chute foi forte, mas era defensável; a bola foi reta e Vinny deixou a bola quicar no gramado, passando por debaixo de seus braços. Cuervo virava o placar em favor do Time Colorido mais uma vez: 3 a 2.

Reunir toda essa gurizada do TYMV não tem preço. FONTE: Samsung SHD Lens do Zerbes

Reunir toda essa gurizada do TYMV não tem preço. FONTE: Samsung SHD Lens do Zerbes

Novamente, os times passaram muito tempo sem mexer no marcador. Entretanto, Diogo havia organizado o sistema do Time Verde. Alemão Pizoni brigava muito na ala direita pelos coloridos, mas recebia pouco apoio no meio de campo. Bartt e Fontana tentavam fazer o meio, mas ambos não tiveram êxito, pois não têm esta característica. Pedro Henrique perdera 2 gols que não costuma perder: o primeiro, após passe perfeito de Alemão, errando um voleio que ele costuma acertar em 90% dos casos; o segundo, após franca briga pela posse de bola na pequena área do Time Verde, a pelota sobrou diante do gol, com o arqueiro Vinny ao chão já batido, mas PH isolou a redonda por sobre o travessão.

O Time Verde: Ratinho, Cleitão, Benninho Carioca, Renatinho, Diogol, Ricardinho Laudrup e Vinny. FONTE: Samsung SHD Lens do Zerbes

O Time Verde: Ratinho, Cleitão, Benninho Carioca, Renatinho, Diogol, Ricardinho Laudrup e Vinny. FONTE: Samsung SHD Lens do Zerbes

O Time Verde era bem mais organizado. Diogo, Ricardo, Benno e Ratinho passaram a trocar passes entre eles, como uma linha defensiva, aproximando-se gradualmente dos dois atacantes (Cleitão e Renatinho). Deu certo. O empate veio após jogada bem trabalhada pelo quarteto, Ricardo correu às costas de Alemão Pizoni, tocou para quem vinha de trás, e Diogo empatou a peleia: 3 a 3. Jogaço de bola! O Time Colorido passaria o seu pior momento na partida, enquanto o Time Verde, o seu melhor. Foi então que RodriNIGHT passou a salvar os coloridos com extraordinárias defesas, chegando a atuar como líbero, por vezes. O Time Verde atacava organizadamente, mas o Time Colorido só conseguia ameaçar nos contra-ataques. Ricardo fazia estupenda partida. Num destes contra-ataques, Alemão recebeu passe açucarado diante do arqueiro Vinny e bateu rasteiro no canto esquerdo, desviando com categoria. Coloridos 4×3 Verdes. Não durou muito tempo a vantagem colorida, pois o poder de indignação do Time Verde era considerável. Em chute forte de Ricardo, após falha de passe na saída de bola do Time COlorido, a pelota desviou na defesa colorida e matou RodriNIGHT: 4 a 4. Os verdes se jogaram ao ataque, obrigando Junique a salvar um chute que era gol certo, debaixo da trave defendida por seu irmão RodriNIGHT. Faltando 10 minutos para o término do jogo, após cobrança de escanteio por intermédio de Bartt, Junique subiu mais alto que Benno e Ratinho e testou como manda a cartilha: cabeçada pra baixo, indefensável para o goleiro. Na comemoração, Junique vestiu uma touca de Papai Noel, aproveitando as vésperas do Natal. O Time Colorido assumia a liderança do marcador mais uma vez: 5 a 4. Poucos instantes depois, Fontana errou na saída de jogo ao tentar um passe no meio, proporcionando o empate ao Time Verde: 5 a 5. A partir dali, o jogo tomou ares de dramaticidade. O Time Verde pressionava incessantemente, ao passo que o Time Colorido se defendia como podia e tentava sair no contra-ataque. Os verdes chutaram duas bolas no travessão dos coloridos. Bartt acertou a trave do Time Verde. Os centroavantes dos times tiveram as duas últimas oportunidades do jogo: primeiro Zerbes recebeu ótimo passe em profundidade de Fontana, às costas de Benno, mas como a bola era muito rápida e não havia espaço para dominar, Zerbes arrematou direto de cabeça e a bola passou perto da trave esquerda de Vinny; depois, Cleitão recebeu passe longo de Diogo, às costas de Cuervo, ficando no mano a mano com RodriNIGHT, porém, o centroavante tentou chutar entre as pernas do arqueiro, o qual acabou conseguindo mandar a redonda para a linha de fundo, após toque involuntário de tornozelo na tentativa de fazer a defesa. Até o gongo soar foi assim. Empate justo pelo que as duas equipes fizeram. Um empate que selou a paz no jogo, o fim de um ótimo ano de 2010 com muito TYMV e apenas iniciou a confraternização entre a gurizada.

Turma 159 Manhã/2001-5 do Direito da PUCRS marcando presença: Junique (colega emprestado), Zerbes, Cuervo, PH, Bartt e Galli. FONTE: Samsung SHD Lens do Zerbes

Turma 159 Manhã/2001-5 do Direito da PUCRS marcando presença: Junique (colega emprestado), Zerbes, Cuervo, PH, Bartt e Galli. FONTE: Samsung SHD Lens do Zerbes

Os R$ 7,00 por cabeça colhidos por Zerbes para a feitura do churrasco foram multiplicados em 7kg de carne: 5kg de linguiça toscana, 1kg de vazio e 1kg de maminha. Bartt duvidava deste relator, mas depois deu a mão à palmatória. Muita cerveja, risadas e fotos. Carne de qualidade e barata. Bravo, Assador Galli !! Bravo, Auxiliares Alemão, Bartt e Junique !!! Parecia que iria toda a carne, mas sobrou linguiça (sem trocadilhos). Foi bonito de ver. A festa durou até 1h05 da manhã com Pedro Henrique, Galli, Alemão Pizoni e Zerbes. Essa gurizada não pode se separar jamais. Que venha 2011, e que venham muitos outros TYMV!!! Abraço a todos os tocoymevoyzenses!! De coração.

———————————————————- —

SÚMULA DO JOGO # 134

** TIME COLORIDO:

01-RodriNIGHT [GK]

02-Junique

03-Cuervo

04-Alemão Pizoni

05-Bartt

06-Pedro Henrique (Fontana)

07-Zerbes [C]

———————–

5

x

5

———————–

** TIME VERDE:

01-Vinny [GK]

02-Ratobol

03-Benninho Carioca

04-Diogo Carioca [C]

05-Ricardinho Laudrup

06-Renatinho

07-Cleitão

———————————————————-

LOCAL: HD Sport Center – Estádio dos Eucaliptos /quadra 3

HORA: 21h

DATA: 21 de dezembro de 2010.

———————————————————-

Tchüss, fusballteigers!!!

Breve Projeção sobre a Copa Libertadores da América 2011

dezembro 21, 2010 by
A desejada Taça Libertadores da América. FONTE: Conmebol

A desejada Taça Libertadores da América. FONTE: Conmebol

Neste final de semana, com os últimos campeões e vices de torneios nacionais da América do Sul, perfectibilizaram-se todos os cruzamentos da Copa Libertadores da América de 2011. Farei nas próximas linhas uma possível “previsão” do que podemos esperar deste torneio. Peço desculpas aos torcedores de outros times, mas é que a confiança no Imortal Tricolor é premente aqui no Rio Grande. Teremos 6 jogos na chamada “Pré-Libertadores”, quais sejam:

PRÉ-LIBERTADORES

JOGO 1 – Corinthians-SP/BRA x Tolima/COL — OBS: Corinthians classifica; altitude deve complicar um pouco

JOGO 2 – Jaguares/MÉX x Alianza de Lima/PER — OBS: jogo equilibrado; Alianza fez ótima campanha (para um clube peruano) na última Libertadores e vem surpreendendo; Jaguares tem jogadores mais conhecidos e vem de um futebol mais tarimbado; Jaguares classifica

JOGO 3 – Cerro Porteño/PAR x Deportivo Petare/VEN — OBS: Cerro Porteño classifica, tem mais camisa, jogadores rodados; Petare é totalmente desconhecido e sua “credencial” é ser da Venezuela, o país multicampeão do mundo em torneios de beleza feminina.

JOGO 4 Unión Española/CHI x Bolívar/BOL — OBS: Unión classifica; incrível, mas o Unión Española é chileno; de quebra, é time de tradição no Chile, tendo disputado já fases finais de Libertadores contra o São Paulo nos anos 90 e aparecendo na Libertadores volta e meia; Bolívar tem fama de ser “saco de pancada”.

JOGO 5 – Independiente de Avellaneda/ARG x Deportivo Quito/EQU — OBS: Independiente classifica, mas terá dificuldades na altitude de Quito; Deportivo Quito “joga como um bravo leão em casa e como um manso gatinho na casa do adversário”.

JOGO 6 – Grêmio/BRA x Liverpool/URU — OBS: Grêmio classifica “com um pé nas costas”; Liverpool jamais disputou uma Libertadores e, segundo a imprensa, teme o Imortal Tricolor,por ser o adversário mais combativo na Pré-Libertadores; o Grêmio vive um momento incrível com o treinador Renato Portaluppi.

Passada a fase preliminar, a Libertadores entra na sua fase de grupos. Seguem logo abaixo os grupos, e em seguida, quem deve classificar pela análise deste humilde blogueiro:

GRUPO 1

Universidad San Martin de Porres/PER

Libertad/PAR

Once Caldas/COL

San Luís/MÉX

OBS: classificam Once Caldas e Libertad; o San Martin chegou às oitavas de final contra o Grêmio em 2009 e levou “dois sacodes”; San Martin é um time muito ruim tecnicamente, bate bastante, gosta do contato físico; o San Luís classificou-se para as oitavas em 2009, mas não pôde jogá-las em razão da Gripe Suína; havia classificado por falta de aptidão e competência dos demais clubes, e prova disso, foi que em 2010, tendo entrado direto na fase de “mata-mata”, morreu já no primeiro confronto; Once Caldas já foi campeão e, quando classifica à Liberta, costuma apavorar seus adversários, tanto que venceu o São Paulo em Manizales na última disputa; Libertad sempre passa da primeira fase, faz grandes campanhas na fase de grupos, mas costuma cair na fase de “mata-mata” por falta de tradição e jogadores diferenciados.


GRUPO 2

Júnior de Barranquilha/COL

Oriente Petrolero/BOL

León de Huánuco/PER

Grêmio/BRA ou Liverpool/URU

OBS: Não é porque é da Bolívia, mas o Oriente Petrolero outro clube adepto à qualficação de “saco de pancadas”; Oriente Petrolero e León de Huánuco brigarão para ver quem será o lanterna do grupo; a classificação de Júnior de Barranquilha e (provavelmente) Grêmio é até certo ponto óbvia, face à disparidade técnica e de tradição entre os clubes.


GRUPO 3

Argentinos Juniors/ARG

Nacional/URU

Fluminense/BRA

América/MÉX

OBS: Trata-se do primeiro “grupo da morte” neste torneio; os quatro times têm tradição em Liberta e, além disso, possuem times competitivos com jogadores de boa qualidade técnica. Muito difícil opinar. De qualquer modo, aposto nas classificações de Fluminense e Argentinos Juniors.


GRUPO 4

Caracas/VEN

Universidad Católica/CHI

Vélez Sarfield/ARG

Unión Española/CHI ou Bolívar/BOL

OBS: Vélez se classifica com certa facilidade, contudo, haverá grande disputa pela segunda vaga entre os demais; como não fico em cima do muro, acredito que o Caracas apronte pra cima dos chilenos, até porque, Unión Española e Universidad Católica é clássico no Chile.

GRUPO 5

Santos/BRA

Colo-colo/CHI

Deportivo Táchira/VEN

Cerro Porteño/PAR ou Deportivo Petare/VEN

OBS:  Santos classificará com folga, entretanto, o Colo-colo deve “suar sangue” para obter a classificação em cima do Cerro Porteño. Táchira é uma zebra mansa, a qual restringe-se a passear entre os leões, mas sem desrespeitá-los.


GRUPO 6

Inter de Porto Alegre/BRA

Jorge Willstermann/BOL

Emelec/EQU

Jaguares/MÉX ou Alianza de Lima/PER

OBS: Time boliviano = “saco de pancada”; Emelec é um time já bem conhecido, o qual tem muita força física e baixíssima qualidade técnica; o Inter de Porto Alegre tem a “tendência” a se classificar com facilidade, porém, como seu treinador deve seguir sendo Celso Juarez Roth, fortes emoções podem estar à espera dos vermelhos; Jaguares deve disputar a segunda vaga, caso não haja surpresas, com o aguerrido Emelec.

GRUPO 7

Estudiantes de La Plata/ARG

Guarani/PAR

Cruzeiro/BRA

Corinthians/BRA ou Tolima/COL

OBS: Tem tudo para se tornar o segundo “Grupo da Morte”. Estudiantes, Cruzeiro e Corinthians digladiar-se-ão pelas duas vagas à próxima fase. Isso é ótimo para os demais aspirantes ao título. O Guarani, caso faça 1 ponto sequer, terá conseguido uma façanha. A tendência é que aquele que não fizer 100% dos pontos em cima do Guarani, acabará ficando de fora da próxima fase. Aposto em Estudiantes e Cruzeiro.

GRUPO 8

LDU/EQU

Peñarol/URU

Godoy Cruz/ARG

Independiente/ARG ou Deportivo Quito/EQU

OBS: Tal como o Grupo 7, tem tudo para se tornar mais um “Grupo da Morte” (seria o terceiro). Haveria três grandes campeões da Copa Libertadores num mesmo grupo: LDU, Peñarol e Independiente (o maior vencedor deste torneio, inclusive). E uma surpresa proveniente do súper competitivo mercado argentino: Godoy Cruz. O Peñarol é “um gigante adormecido” há anos; numa das últimas Libertadores chegou a levar duas goleadas do desconhecido Nacional do Paraguai, ainda em fase de Pré-Libertadores; deve ficar de fora. O Godoy Cruz vem aparecendo bem no Campeonato Argentino e está em melhor momento que o atual campeão da Copa Sul-americana (Independiente). Aliás, o Godoy Cruz é “o São Caetano da Argentina”. Muito cuidado! A LDU foi novamente campeã equatoriana, tem bons jogadores e só foi eliminada nas semifinais da Sul-americana, em razão de um erro individual de Urrutia. Acredito que devam classificar LDU e Godoy Cruz.

Adentrando a fase preferida de todos os gaúchos, as oitavas de final, aí só Deus sabe como serão os confrontos. Os cruzamentos não são, por exemplo, entre o melhor do grupo 1 e o segundo do grupo 8, e assim por diante. Os cruzamentos são feitos conforme a classificação geral dos times, sendo o 16º lugar contra o 1º, o 15º lugar contra o 2º, o 14º lugar contra o 3º, e assim por conseguinte. Inequivocamente, Grêmio e Inter de Porto Alegre pegaram os grupos mais fáceis – o que nos leva a crer que serão alguns dos primeiros colocados, podendo enfrentar clubes mais inexpressivos nas oitavas. A meu ver, os favoritos ao título são estes 8 : Grêmio, Inter de Porto Alegre, Fluminense, Santos, Cruzeiro e Corinthians (TODOS OS BRAZUCAS); além de Estudiantes e Vélez (DOIS ARGENTINOS). Aguardemos a peleia começar.

Tchüss, fusballteigers!!

Cuidado com a expectativa

dezembro 20, 2010 by

O torcedor gremista precisa colocar os pés no chão. A repatriação de Ronaldinho não é simples. Porém, o otimismo de Odone ascendeu a torcida.

Se de fato Ronaldinho vier, será uma grande jogada gremista. A maior contratação da história do futebol brasileiro. Todavia, uma possível negativa na negociação pode frustrar o torcedor mais esperançoso.

Resta aguardar o desenrolar das negociações.

Kidiabwaka Encerra a Temporada 2010 do Futsal do Toco y Me Voy

dezembro 15, 2010 by

Neste dia histórico para o futebol mundial, no qual o Inter de Porto Alegre-RS proporcionou o maior vexame de toda a história do futebol sul-americano, o que menos importou foi o futsal do Toco y Me Voy. Oito gremistas em clima de festa: este relator que vos fala, Bartt, Junique, Cleitão, Alemão, Rafa, Ratobol e Maurinho. Contra dois colorados em clima de enterro: Diogo Carioca e Ricardinho Laudrup.

Junique e Ratobol escolheram os times. O Time Colorido, liderado por Ratobol, estava mais forte. Foi falado. Mas Junique, capitão do Time Laranja, queria jogo. O Time Colorido dominou grande parte do jogo, deixando os laranjas empatarem há 15 minutos do fim, após vários contra-ataques bem sucedidos do Time Laranja. Os laranjas eram pura transpiração e raça. Mas os coloridos tinham mais qualidade técnica e, o melhor, tinham mais fôlego em razão do revezamento, já que não tinham goleiro. Os coloridos impuseram seu jogo e chegaram à goleada na base da organização tática. Há poucos segundos de acabar a peleia, este relator fez o último gol de 2010 no futsal do Toco y Me Voy: após toco y me voy ( o famoso 1 – 2)  com Diogo Carioca, drible no arqueiro Rafa, um leve toque de chapa para o fundo das redes e a “dancinha do Kidiaba” para fechar 2010…

———————————————————- —

SÚMULA DO JOGO # 133

** TIME LARANJA:

01-Rafa(GK)

02-Junique [C]

03-Bartt

04-Alemão Pizoni

05-Cleitão

———————–

7

x

12

———————–

** TIME COLORIDO:

01-Maurinho

02-Ratobol [C]

03-Ricardinho Laudrup

04-Diogo Carioca

05-Zerbes

———————————————————-

LOCAL: Centro Poliesportivo da PUCRS – 4º andar/quadra 3

HORA: 20h

DATA: 14 de dezembro de 2010.

———————————————————-

Tchüss, fusballteigers!!!

Inter de Porto Alegre-RS/BRA Proporciona o Maior Fiasco da História do Futebol Sul-americano

dezembro 15, 2010 by
Kidiaba foi eleito o melhor em campo. FONTE: Capa do GloboEsporte.com

Kidiaba foi eleito o melhor em campo. FONTE: Capa do GloboEsporte.com

Pela primeira vez na história do futebol, um clube sul-americano é eliminado precocemente de uma semifinal de Mundial de Clubes. O Inter de Porto Alegre-RS/BRA não ficou apenas neste recorde. Foi a primeira vez na história que um clube sul-americano não disputará uma final de Mundial de Clubes. Não só isso: foi a primeira vez desde que o futebol começou a ser jogado que um clube brasileiro foi derrotado por um clube africano em torneios entre continentes. Em síntese: os vermelhos brindaram os gremistas com o maior fiasco de sua história.

Na tarde deste inesquecível 14 de dezembro de 2010, o Inter de Porto Alegre-RS/BRA foi destroçado pelo TP Mazembe da República Democrática do Congo (QUEM???) por 2 a 0, gols de Kabangu e Kaluiyutuka. No primeiro, Bolívar e Índio assistem a Kabangu dominar a bola, enquadrar o corpo, e girar pra bater de chapa (sem chances) para um incrédulo goleiro Renan. No segundo, com o Inter de Porto Alegre-RS/BRA já desnorteado e desorganizado, veio “a pá de cal” (nas palavras do narrador Galvão Bueno): Kuliyutuka pedalou diante de Guiñazu, lembrando Robinho na final do Brasileirão de 2005 contra Rogério do Corinthians, descadeirou o argentino, bateu forte no canto direito de Renan que, após 4 séculos passados, caiu para tentar a defesa, quando a pelota já beijava as redes vermelhas. Agora o TP Mazembe/RDC, apelidado sarcasticamente de “Todo Poderoso” Mazembe, pegará na final o vencedor de Internazionale de Milão/ITA e Seongnan Chunma/COR.

Desde que Renato Portaluppi assumiu o Grêmio, a gangorra mudou de lado no Estado do Rio Grande do Sul. O Grêmio saiu da zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro 2010 para obter a última vaga brasileira para a Copa Libertadores 2011, atropelando o “flanelinha” Inter de Porto Alegre mais uma vez (o qual amargou uma vexatória 8ª colocação). Na sequência, era preciso que o Goiás-GO/BRA fosse derrotado na final da Copa Sul-americana 2010 pelo Independiente/ARG para que o Imortal Tricolor confirmasse a sua vaga na Libertadores. Deu certo. SECAÇÃO POSITIVA. Para finalizar com glórias, o Inter de Porto Alegre-RS se manteve ATRÁS do Grêmio na história do futebol: enquanto o Grêmio tem um título mundial e um vice-campeonato mundial, o Inter de Porto Alegre-RS tem um título mundial e (NO MÁXIMO) um terceiro lugar. Tem coisa pior que assistir a uma decisão de terceiro lugar em um mundial no qual o teu time jogou apenas 1 jogo e já está fora, após uma “lavada futebolística”??? Deu certo novamente. SECAÇÃO POSITIVA.

Se era pra ir para o Mundial de Clubes e fazer esse fiasco, era preferível ficar em Porto Alegre-RS.  A gremistada, dona de 65% da torcida no Rio Grande do Sul, agradece-te, Inter de Porto Alegre-RS!!! Ah…a FIFA ainda errou ao colocar em seu site que o logotipo do Inter de Porto Alegre-RS era o do Vitória da Bahia. Na Libertadores, a Conmebol colocou o símbolo do Internacional de Santa Maria em lugar do símbolo do clube da Avenida Padre Cacique. É tanta vergonha que fica até chato descrever. Gastar R$ 9 mil pra ver o Inter de Celso Juarez Roth levar uma lambada do Mazembe não tem preço.  “O Inter de Porto Alegre-RS comeu o pão Kidiaba amassou…” (dissera um gremista espirituoso)

MAZEMBE 2 X 0 INTERNACIONAL
Kidiaba, Nkulukuta, Kimwaki, Ekanga e Kasusula; Mihayo, Kaluyituka, Bedi e Kasongo; Kabangu (Kanda) e Singuluma. Renan, Nei, Bolívar, Índio e Kleber; Wilson Matias, Guiñazu, Tinga (Giuliano) e D’Alessandro; Rafael Sobis (Oscar) e Alecsandro (Leandro Damião).
T: Lamine N’Diaye T: Celso Roth
Estádio: Mohammed bin Zayed, em Abu Dhabi (Emirados Árabes). Data: 14/12/2010. Árbitro: Bjorn Kuipers (Holanda). Auxiliares: Berry Simons (Holanda) e Sander Van Roekel (Holanda).
Gols: Kabangu, aos sete do segundo tempo, e Kaluyituka, aos 40 do segundo tempo.
Cartões amarelos: Nkulukuta (Mazembe); Índio (Inter).
Público: 22.131.

Tchüss, fusballteigers!!

Segundo Jogo do Mundial de Clubes “Inspira” Comentarista do SporTV

dezembro 10, 2010 by

É…o brabo é que essa bandinha que tá tocando ao fundo só sabe tocar essas duas notas.

P.C. Vasconcellos tornou-se um "crítico da música africana". FONTE: Site do SporTV

P.C. Vasconcellos tornou-se um "crítico da música africana". FONTE: Site do SporTV

[VASCONCELLOS, Paulo César. Transmissão ao vivo do canal SporTV, no jogo válido pelas quartas-de-final do Mundial de Clubes 2010 entre Mazembe/CON x Pachuca/MÉX , após ser questionado pelo narrador Luiz Carlos Jr. sobre o jogo]

León de Huánuco/PER e Universidad San Martin de Porres/PER Proporcionam Show de Pancadaria na Final do Campeonato Peruano 2010

dezembro 10, 2010 by

No primeiro jogo da final do Campeonato Peruano 2010, León de Huánuco/PER e Universidad San Martin de Porres/PER ficaram no 1 a 1 e resolveram partir para a porrada. Um lance bobo de disputa de bola, na linha de fundo de defesa do Universidad, ocasionou todo o alvoroço. Uma bola já morta na linha que demarca o campo. É muita vontade de brigar, tchê! Que vergonha. O jogo de volta decidirá o campeão peruano 2010. O perdedor deste confronto entrará no grupo da Libertadores 2011 correspondente ao Grêmio, caso confirme seu favoritismo ante o Liverpool/URU na Pré-Libertadores.

Tchüss, fussballteigers!!!

Independiente/ARG é Campeão da Copa Sul-americana 2010 e Grêmio vai à Libertadores 2011

dezembro 10, 2010 by
Independiente/ARG não levantava uma taça há 15 anos. FONTE: Ig

Independiente/ARG não levantava uma taça há 15 anos. FONTE: Ig

O dramático jogo de ontem entre Independiente/ARG e Goiás/BRA beneficiou ou prejudicou vários clubes diferentes. O clube mais favorecido, sem sombra de dúvidas, foi o Imortal Tricolor. E para dar ares de “imortalidade gremista” à final da Copa Sul-americana 2010, o Independiente de Avellaneda quebrou completamente a tradição da sua camisa principal (que é vermelha): adentrou o gramado do Estádio Libertadores de La América fardado de AZUL, numa homenagem ao primeiro uniforme do clube. Só assim para o clube da Argentina voltar a levantar um caneco e acabar com o corajoso time do Goiás/BRA, comandado pelo competente Artur Neto.

Assim, o Grêmio teve confirmada a sua vaga na Copa Libertadores da América de 2011, ao mesmo passo em que o São José de Porto Alegre-RS teve a sua vaga confirmada na Copa do Brasil 2011 (em lugar do Grêmio, Campeão Gaúcho 2010), e o Flamengo-RJ teve confirmada a sua vaga na Copa Sul-americana 2011 (também em lugar do Grêmio, 4º colocado no Campeonato Brasileiro 2010).

Da mesma forma, o terceiro melhor clube da Argentina no somatório dos pontos do Torneo Clausura 2010 e do Torneo Apertura 2010 perdeu a vaga na Copa Libertadores 2011, ou seja, Racing Clube de Avellaneda, Newell’s Old Boys e Lanús estão FORA da disputa da Libertadores do próximo ano. Os únicos argentinos que ainda brigam pela vaga condizente ao segundo melhor clube da Argentina no somatório dos “torneos” são Vélez Sarfield e (ACREDITEM!!!!) Godoy Cruz. O Independiente/ARG, campeão da Copa Sul-americana, enfrentará na Pré-Libertadores, conforme foi noticiado neste blog ontem, o Barcelona de Guayaquill/EQU. O vencedor deste confronto entrará num dos “Grupos da Morte”, o qual deverá ser formado por: Peñarol/URU (confirmado), Liga Deportiva Universitária – LDU/EQU (caso derrote na final do Campeonato Equatoriano o Emelec; se perder, quem entra nesta vaga é o Emelec) e o Vélez Sarfield/ARG (se ficar atrás do Godoy Cruz/ARG, quem leva a vaga é este último citado).

O fato é que Independiente/ARG x Goiás/BRA foi um jogo para cardíacos. Eu e meus amigos Pedro Henrique e Junique (ambos doentes-fanáticos pelo Imortal Tricolor como este que vos fala) chegamos a nos encontrar para beber e comer, visando a secação ao clube de Goiânia. O primeiro tempo foi tranquilo, mas emocionantemente vigoroso. Conforme o previsto, o Goiás/BRA sentiu a pressão do caldeirão de Avellaneda. Após os argentinos saírem na frente com uma típica “jogadinha Schiavi” (bola levantada para um zagueir no canto da área, para que cabeceie a pelota para quem vem de trás na marca do pênalti – parafraseando Junique) e os goianos empatarem com um belo gol de cabeça de Rafael Moura “He-man”, Parra marcou dois “gols espíritas”, sendo que no segundo gol (anotado deitado pelo atacante argentino) Pedro Henrique chegou a dizer que foi “um gol alá Zerbes, na raça, de qualquer jeito”. Delírio dos gremistas. Os colorados estavam secando o Independiente/ARG, tanto que se ouviu muitos gritos na noite de Porto Alegre-RS ao sair o gol dos goianos, mas a estrela de Renato Portaluppi, aliada à imortalidade gremista, foram mais fortes.

Um segundo tempo tenebroso e angustiante para a gremistada. O Goiás/BRA havia tomado conta do jogo e o Independiente/ARG limitava-se a dar chutões. Três gols dos goianos anulados (legalmente) pela arbitragem, quase mataram do coração o lado azul do Rio Grande do Sul, correspondente a 65% da população gaúcha. E veio a prorrogação. Houve uma bola na trave do arqueiro argentino Navarro, cabeceada SEM GOLEIRO por Rafael Tolói na prorrogação. Os gremistas não aguentavam mais sofrer por outro time e pediam desesperadamente as cobranças de pênalti. Navarro fora segundo melhor em campo, sendo derrotado nas eleições da imprensa somente pelo astuto e guerreiro Parra, autor de dois tentos. E o árbitro então encerrou parte do martírio gremista com o fim da prorrogação.

Nos pênaltis, coube a um gaúcho, natural de Passo Fundo-RS, ex-jogador do próprio clube da sua cidade, ex-goleador de vários Campeonatos Gaúchos, simplesmente EX, o dever de errar a penalidade decisiva. Pedro Henrique cantou: “É tu, é tu quem vai errar, Felipe! Tu é gaúcho!! Só pode ser tu!” E um sarcástico Junique sussurrou: “Só vou dizer uma coisa…esse é EX”. O final disso tudo, nós já sabemos. Por isso, em nome de todos os gremistas do planeta, eu te agradeço: MUITO OBRIGADO, FELIPE!!!

Roca e a Geral incendiarão a Libertadores 2011. FONTE: CLicRBS

Roca e a Geral incendiarão a Libertadores 2011. FONTE: CLicRBS

O CLUBE MAIS ODIADO E MAIS TEMIDO DO BRASIL ESTÁ DE VOLTA A SUA COMPETIÇÃO FAVORITA, AQUELE TORNEIO QUE MAIS PARECE O SEU HABITAT (NO QUAL CAÇA AS SUAS PRESAS INCESSANTEMENTE E AS TORTURA GRADUALMENTE DA MANEIRA MAIS DOLOROSA), AQUELA DISPUTA QUE SEUS AMÁSIOS ANSEIAM E RESPIRAM DIA APÓS DIA, JOGO APÓS JOGO, TREINO APÓS TREINO, ENFIM, A COPA LIBERTADORES DA AMÉRICA…

 

Imortal Tricolor Pode Confirmar Vaga na Libertadores Sem Entrar em Campo Hoje

dezembro 8, 2010 by
A Copa Sul-americana NUNCA foi tão valorizada. FONTE: Site Oficial da Conmebol

A Copa Sul-americana NUNCA foi tão valorizada. FONTE: Site Oficial da Conmebol

A final da Copa Sul-americana que será peleada hoje à noite entre Independiente de Avellaneda/ARG e Goiás/BRA, às 22h no horário de Brasília-DF, decidirá muita coisa. Não é considerado “O JOGO” em razão da qualidade técnica dos times (que aliás, é baixa). Caso o Independiente/ARG se torne campeão da Copa Sul-americana 2010, não apenas se classificará para a Copa Libertadores da América 2011, como também classificará o Grêmio para o mesmo torneio, eliminando o Goiás/BRA e o Godoy Cruz/ARG da disputa no próximo ano.

Goiás/BRA x Independiente/ARG: Uma final deveras improvável. FONTE: Lazeresportes.com.br

Goiás/BRA x Independiente/ARG: Uma final deveras improvável. FONTE: Lazeresportes.com.br

Vale lembrar, o Independiente/ARG vencendo a Copa Sul-americana, obterá a vaga da ARGENTINA 5, retirando (hoje) da disputa da Libertadores 2011 o Godoy Cruz/ARG, haja vista que é atualmente o terceiro colocado no somatório dos pontos do Torneo Clausura 2010 e Torneo Apertura 2010. Há chances de Vélez Sarsfield, Racing Club de Avellaneda, Newell’s Old Boys e Lanús tomarem a vaga do Godoy Cruz ou se colocarem mais a frente (garantindo classificação direta). Com relação ao Goiás/BRA, se vencer a Copa Sul-americana, obtem a vaga destinada ao BRASIL 6.

O representante argentino enfrentará o Barcelona de Guayaquill/EQU no jogo 5 da Pré-Libertadores, enquanto o representante brasileiro enfrentará o Liverpool/URU, estreante no torneio continental. A torcida do Independiente/ARG promete lotar hoje à noite o Estádio Libertadores de la America em Avellaneda. 5 mil “diabos rojos” invadiram o treino do clube argentino ontem para apoiar os jogadores, no que os castelhanos chamam de “alentazo”. Ontem à noite, “las hinchas de Independiente” fizeram o chamado “banderazo”. Em torno de 3 mil argentinos cantaram, gritaram, pularam, fizeram barulho, tocaram bumbo em frente ao hotel no qual o Goiás/BRA está hospedado. Na madrugada desta quarta-feira, houve foguetório em frente ao hotel do Goiás/BRA. O Goiás/BRA vai sentir a pressão do caldeirão de Avellaneda…vamos ver se sairá vivo… (logo abaixo o último “banderazo” antes do Clássico de Avellaneda contra o Racing Club/ARG)

Tchüss, fusballteigers!!


%d blogueiros gostam disto: